DASARTES 115

CAPA
Primeiro vencedor do Prêmio Dasartes 2022, o multiartista LAERTE KÉSSIMOS faz de seu encontro com as obras de José Leonilson o propulsor para uma intensa investigação artística. O artista é contemplado com esta matéria e uma participação em uma futura edição da exposição Circular-Arte na praça Adolpho Bloch em São Paulo, um projeto da Farahservice. Por Leandro Fazolla.

ALTO RELEVO
MARIA MARTINS é uma artista fundamental na história do Modernismo brasileiro e no panorama do Surrealismo internacional. Ela é conhecida por suas esculturas em bronze, seus desenhos e suas gravuras que representam figuras femininas híbridas, bem como mitologias indígenas amazônicas, afro-brasileiras e da antiguidade clássica. Por Rodrigo Qohen.

PELO MUNDO
Quem era a beldade por trás de Dama com leque? Qual é o significado da referência à ásia oriental? GUSTAV KLIMT foi fascinado pela arte asiática ao longo de sua vida, como mostra este retrato não finalizado, Dama com leque. Pela primeira vez em mais de um século, a obra está em exibição em Viena. Por Markus Fellinger.

FLASHBACK
GERTRUDES ALTSCHUL, alemã radicada no Brasil, foi uma figura pioneira no contexto da fotografia modernista brasileira. Embora ela seja bastante admirada no meio fotográfico no país, sua obra ainda é conhecida apenas em círculos especializados, tendo sido escassamente publicada e exibida — algo que a mostra no MASP, a primeira em um museu, pretende modificar. Por Edvaldo Carvalho.

REFLEXO
Garimpo da Dasartes em 2017, RODRIGO SASSI ganha sua maior mostra em Brasília, reunindo trabalhos tridimensionais que testam os limites plásticos de materiais “brutos” como concreto, madeira, ferro e pedras na criação de formas fluidas e curvilíneas. Por Rodrigo Sassi.

RESENHA
Veja resenha da exposição Sentido artístico através de muros: Kunsthalle Rostock na Fundação Reinbeckhallen de Berlim. Por Maria Teresa Santoro Dörrenberg.

Coluna do meio, Agenda, De Arte a Z, Livros completam a edição nº 115 | Ano 13 | 2022.

Compartilhar:

DASARTES 14 anos