DASARTES 113

CAPA
Descendente de povos Tupinaky’ia e Gûarini. Essas memórias afetivas ancestrais do artista ANDREY ZIGNNATTO são a base para o desenvolvimento conceitual e dos métodos usados na sua produção artística. Por Sandra Benites.

FLASHBACK
Pandeiros tremem, vinho derrama e figuras seminuas rodopiam pela tela nestas pinturas de folia, dança e drama que estão reunidas nesta primeira exposição dedicada a NICOLAS POUSSIN e à dança na National Gallery. Por Edvaldo Carvalho.

PELO MUNDO
A obra fascinante e multifacetada da artista surrealista tcheca TOYEN ocupa uma posição única na vanguarda dominada pelos homens, bem como no contexto do surrealismo internacional.

ALTO RELEVO
Extensa retrospectiva mostra como a artista alemã PAULA MODERSOHN-BECKER antecipou os desenvolvimentos centrais do modernismo. Por Redação.

GARIMPO
As recentes pinturas do jovem artista VICTOR MATTINA foram desenvolvidas a partir de sua pesquisa sobre a condição da imagem digital, que na contemporaneidade, perde sua função de mediadora para assumir a função de produtora da realidade. Por Luisa Duarte.

Coluna do meio, Agenda, De Arte a Z, Livros completam a edição nº 113 | Ano 13 | 2021.

Compartilhar:

DASARTES 13 anos