DASARTES 102

MAX BECKMANN
EDGAR DEGAS
ALBERTO GIACOMETTI
SARAH MOON
LUCAS CRANACH THE ELDER
FLAVIA JUNQUEIRA

CAPA
O principal interesse para o pintor alemão MAX BECKMANN era o ser humano. Feminino-masculino é a primeira exposição a examinar em detalhe os papéis muitas vezes contraditórios desempenhados por mulheres e homens nas obras de Max Beckmann, um dos grandes artistas do modernismo e um potente intérprete de sua época. Por Nicholas Andueza.

DESTAQUE
O ponto de partida da nova mostra de EDGAR DEGAS, no MASP, será a escultura bailarina de catorze anos (1880), a obra mais icônica do artista e uma das mais emblemáticas da história da arte ocidental do século 20. A exposição apresenta 76 obras do pintor e escultor francês em diálogo com fotografias inéditas de Sofia Borges. Por Alecsandra Matias de Oliveira.

DO MUNDO
ALBERTO GIACOMETTI trilhou um caminho singular dentro do Modernismo Europeu, buscando incessantemente uma nova linguagem para a escultura como “dupla realidade”. A nova exposição Giacometti – Face to face mostra a evolução da obra do escultor do Pós-Cubismo ao Surrealismo e ao Realismo do Pós-Guerra. Por Iasmine Souza.

ALTO RELEVO
Atuante na França e no exterior desde o final dos anos 1960, SARAH MOON é reconhecida como uma grande fotógrafa de moda; mas ela está longe de se limitar a este único campo, e o objetivo da nova exposição no MAM Paris é revelar a singularidade de uma obra fotográfica e cinematográfica oscilando entre reflexos e transparências, miragens e obscuridade. Por Drika de Oliveira.

FLASHBACK
Arquetípico homem renascentista, LUCAS CRANACH, O VELHO, foi um dos artistas alemães de maior sucesso de todos os tempos. As pinturas da nobreza alemã de Cranach e os líderes da reforma protestante fizeram dele um retratista
muito procurado no século 16, embora hoje ele seja mais conhecido por seus sedutores nus femininos, que expressam a tentação e suas consequências. Cranach também era um empreendedor talentoso, fundando um bem sucedido negócio editorial e produzindo ilustrações poderosas em xilogravura para a tradução da Bíblia por Lutero.

REFLEXO
As ingênuas bexigas de encher da artista FLAVIA JUNQUEIRA povoam o Brasil de Norte a Sul. Inserem conotações políticas, filosóficas, linguísticas e psicológicas. Agora a artista eleva nosso olhar para encontrarmos balões flutuantes ou revoadas de formas e cores no Farol Santander, em São Paulo. Na sessão Reflexo, Flavia fala à Dasartes o processo de inspiração e criação de suas obras.

ALTO FALANTE
A malhação de Britto. Leia artigo de Guy Amado sobre o recente episódio com o artista Romero Britto.

Compartilhar:

DASARTES 13 anos