DASARTES 109

CAPA
Reunindo fotografia e outros materiais, a mostra A Luta Yanomami reflete a dupla natureza da arte e ativismo de CLAUDIA ANDUJAR e revela como a artista implantou sua fotografia como uma ferramenta para a mudança política.

DESTAQUE
Para FELIX GONZALEZ-TORRES, o pessoal é político, e em suas obras ele explora o diálogo entre o privado ou invisível e o público. Seu trabalho enfatiza sua relação com a Espanha, o continente americano e caribenho, com foco em questões como memória, autoridade, liberdade, identidade nacional e cultura queer.

ALTO RELEVO
Brutal Beauty é a primeira grande exposição do trabalho do artista francês JEAN DUBUFFET no Reino Unido em mais de 50 anos. Uma das vozes mais provocativas da arte moderna do pós-guerra, Dubuffet rebelou-se contra as ideias convencionais de beleza, na esperança de capturar a poesia da vida cotidiana de uma forma mais autêntica e corajosa. Por Alecsandra Matias de Oliveira.

DO MUNDO
OSCAR MURILLO é conhecido por sua prática artística dinâmica e multidisciplinar. Todos os seus trabalhos podem ser vistos como uma investigação sustentada e em evolução das noções de comunidade, informada por laços
pessoais transculturais, bem como pelo constante movimento transnacional que se tornou parte integrante de sua prática. Por Nicholas Andueza.

FLASHBACK
SOPHIE TAEUBER-ARP foi uma das grandes artistas e designers abstratas dos anos 1920 e 1930. Sua produção criativa foi extraordinariamente diversa e às vezes controversa. Combinou artesanato tradicional com a linguagem da abstração modernista, desafiando os limites que separam arte e design. Por Drika de Oliveira.

Notas do Mercado, Agenda, De Arte a Z, Livros completam a edição nº 109 | Ano 12 | 2021.

Compartilhar:

DASARTES 13 anos