Iluminuras

Colunas - Iluminuras - 24/02/2021

O TEMPO GEOLÓGICO

A montanha
Não creio em reencarnação, porém, se me fosse oferecida essa dádiva, voltaria a este mundo como ave de rapina …

Colunas - Iluminuras - 12/02/2021

A Tempestade

Tememos o inexorável. Contemplo a nuvem que desliza lentamente e, no espaço, espalha matizes de cinzas delicados que, com o …

Colunas - Iluminuras - 28/01/2021

UM OSSO?

Vagalumes cruzam a noite de Vargem Grande neste fim de primavera, e, em voos ilógicos, desenham abstrações no vazio, riscam …

Colunas - Iluminuras - 16/01/2021

O SÉTIMO SELO

                                                          “Logo percebi o grito melancólico de uma
                                                            ave de rapina, instaurou-se o silêncio do
                                                            eterno começo, o mundo como …

Colunas - Iluminuras - 17/12/2020

Tempus Fugit – Arena

Hoje contemplei velhas fotografias. Algumas estavam em porta-retratos sobre as mesas. Outras se projetavam das brancas paredes de meu ateliê …

Colunas - Iluminuras - 03/12/2020

O TEMPO E A MARÉ

“ Já não existem “imagens da realidade”;
já não existem representações ideais;
só existe o deserto.”
Kasimir Malevitch. Manifesto do …

Colunas - Iluminuras - 19/11/2020

Avant-propos

Inverno de 1980, Madrid. Vivi nessa cidade por três meses. Morava no Hotel Londres, na calle de Galdo. Professava minha …