Novo acordo sobre desagradável batalha legal pelos ativos do artista Robert Indiana, conhecido pelas famosas esculturas LOVE

LOVE de Robert Indiana (1970) em Newfields. Imagem cortesia de Newfields

O representante de longa data do artista chegou a um acordo extrajudicial com a fundação criada para supervisionar seu patrimônio

A amarga e confusa luta pelo trabalho e propriedade intelectual do falecido artista Robert Indiana deu um passo definitivo em direção à resolução na semana passada, quando o representante de longa data do artista chegou a um acordo com a fundação que administra seu espólio.

A Morgan Art Foundation, que representou Indiana por mais de 25 anos e detém os direitos autorais de seu trabalho, e a Star of Hope Foundation, que é a única beneficiária de seu patrimônio, continuarão a trabalhar juntas para promover o legado do artista, pelo novo acordo, que foi anunciado.

As organizações não revelaram os detalhes de seu acordo extrajudicial, mas Maaren Shah, advogada que representa a Morgan Art Foundation, afirma que fará com que as duas partes trabalhem juntas no futuro “em relação a uma série de projetos diferentes, incluindo o catálogo do artista, a manutenção do site do artista, a promoção, fabricação e venda das obras editadas do artista.”

Em 2018, a Morgan Art Foundation  entrou com uma ação federal contra o editor Michael McKenzie e o zelador de Indiana, Jamie Thomas, alegando que os dois conspiraram para isolar o artista de sua família e amigos e fazer obras de arte ilegais em seu nome. Difamação, quebra de contrato, violação de direitos autorais e violação da Lei de Direitos dos Artistas Visuais estavam entre as reivindicações no processo. (Nem McKenzie nem Thomas responderam aos pedidos de comentários.)

Robert Indiana em seu estúdio, Vinalhaven, Maine. A fotografia é cortesia de Dennis e Diane Griggs

Indiana morreu um dia após o início do processo, aos 89 anos.  Em seu testamento, Indiana imaginou que um museu dedicado ao seu trabalho seria estabelecido em sua casa na costa do Maine, que ele se referiu como a Estrela da Esperança. Ele estipulou que uma organização sem fins lucrativos com o mesmo nome também fosse criada para supervisionar seus ativos.

O advogado de Indiana baseado em Maine, James Brannan, foi nomeado executor do espólio do artista com a expectativa de supervisionar a transferência dos ativos de Indiana para a fundação Star of Hope. Essa transferência ainda não ocorreu.

Em vez disso, Brannan lançou sua própria batalha legal contra a Morgan Art Foundation, apresentando uma reconvenção que questionava a validade dos contratos que a empresa tinha com Indiana e sua capacidade de realizar projetos futuros em seu nome.

De acordo com o Lewiston Sun Journal, Brannan arruinou contas legais com cerca de US$ 6 milhões no caso, esgotando totalmente os milhões de dólares que Indiana tinha em sua conta bancária quando morreu. Brannan vendeu obras de arte da coleção pessoal de Indiana, incluindo pinturas de Ellsworth Kelly e Ed Ruscha, para pagar os custos de montagem.

Alan Groh e Robert Indiana instalando uma exposição na Stable Gallery, 1964 / Nancy Astor, fotógrafo. Registros da Stable Gallery, Archives of American Art, Smithsonian Institution.

Mas depois do acordo alcançado entre a Morgan Art Foundation e a Star of Hope Foundation na última semana, Brannan ficou com pouca influência. “O espólio está fora de cogitação e pronto”, disse Luke Nikas, outro advogado da Fundação Morgan, ao Sun Journal.

Esta semana, Shah entrou com uma moção para que as contra-alegações de Brannan sejam rejeitadas como discutíveis. Brannan não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Enquanto isso, as reclamações contra McKenzie e Thomas ainda precisam ser resolvidas. Pendurado na balança dessas decisões está o destino das obras de arte que os dois homens criaram em nome de Indiana, que foram detalhadas em uma série de mensagens de texto bizarras publicadas pelo New York Times no ano passado.

Fonte e Tradução: Artnet News

Compartilhar:
Notícias - 22/01/2021

Em sincronia ao aniversário de SP, artista resgata história do bairro da Liberdade

Liberdade. Liberdade. Liberdade. Essas foram as palavras proferidas por uma multidão de pessoas pretas ao verem a corda que enforcava …

Notícias - 20/01/2021

Horrana de Kássia Santoz assume vaga de curadora na Pinacoteca

Pinacoteca do Estado de São Paulo e a Coleção Ivani e Jorge Yunes comemoram a parceria com a chegada de …

Notícias - 20/01/2021

Curso gratuito de Artes Integradas e Acessibilidade abre inscrições

Já estão abertas as inscrições para o curso Artes Integradas + Educação + Acessibilidade, do projeto Um Novo Olhar. A …

Notícias - 11/01/2021

Artista mineira Marina Amaral entra para lista da Forbes

A colorista mineira Marina Amaral entrou para a lista da Forbes dos jovens mais influentes do ano.  A Under 30 …

Notícias - 11/01/2021

Iphan e Polícia Federal resgatam material arqueológico no Acre

Na manhã do dia 5 de janeiro, uma ação conjunta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no …

Notícias - 11/01/2021

Exposição do estilista Tomo Koizumi inicia o Departamento de Moda, Design e Arquitetura da Fundação Iberê

Em 2021, a Japan House São Paulo (JHSP) vai expandir sua presença pelo Brasil, por meio de um projeto de …

Notícias - 11/01/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2021

 

Em 2021, a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, …

Notícias - 28/12/2020

Os universos díspares da Rússia contemporânea pelas lentes de Serguei Maksimishin em “O Último Império”

A exposição “O Último Império – Serguei Maksimishin”, que esteve no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, entre dezembro de …

Notícias - 20/12/2020

Consciência diante do perigo: as representações do medo ao longo da História da Arte

Quando Susan Sontag fala que fotografia é sobre dor, ela fala sobre Arte. Quando Susan afirma que “fotos são um …

Notícias - 19/12/2020

São Paulo ganha mural em homenagem às comunidades indígenas afetadas pela pandemia

As Nações Unidas e a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela, em São Paulo, se unem …

Notícias - 18/12/2020

Farol Santander abre hoje mostra do artista chileno Iván Navarro

Abre hoje, 18 de dezembro, no Farol Santander São Paulo, a exposição ExFinito, primeira grande mostra individual no país do …

Notícias - 17/12/2020

Conheça os 91 projetos selecionados do Rumos Itaú Cultural 2019/2020

A Dasartes participou na última quarta-feira, 16 de dezembro, na coletiva de imprensa do Itaú Cultural, que anunciou os projetos selecionados …