Conheça detalhe que você pode não ter notado no afresco da Capela Sistina de Michelangelo

O dia 1º de  novembro, ou Dia de Todos os Santos, é uma festa destinada a exaltar todos os santos na tradição cristã. É um feriado nacional na Cidade do Vaticano, onde o afresco do teto da Capela Sistina de Michelangelo fez sua estreia pública – no Dia de Todos os Santos em 1512.

O primeiro historiador de arte e biógrafo da Renascença Giorgio Vasari escreveu sobre a ocasião: “O mundo inteiro veio correndo quando o tesouro foi revelado, e a visão dele foi o suficiente para reduzi-los a um silêncio atordoante”. Mal sabiam eles, o mais espantoso ainda estava por vir, na forma de um detalhe facilmente esquecido: segundo Michelangelo, o fruto proibido não era uma maçã, mas um figo.

Adão e Eva comendo da figueira no Jardim do Éden.

Adão e Eva comendo da figueira no Jardim do Éden. DOMÍNIO PÚBLICO

O fenômeno de nove painéis de Michelangelo, retratando cenas do Livro do Gênesis junto com incontáveis ​​outras figuras e alusões bíblicas, trouxe a elevação do céu para a terra. Depois de quatro anos de trabalho retrógrado, o artista se cansou de pintar, escrevendo um extenso soneto: “Já cresci um bócio com essa tortura / encurvado aqui como um gato na Lombardia”, e fechando com os resignados percepção de que “não estou no lugar certo – não sou um pintor”. Mas o desejo de Michelangelo por trabalhos escultóricos pode não ter sido a única coisa frustrante em seu processo criativo.

Tendo sido treinado quando jovem na academia humanista da família Medici em Florença, que promovia uma mistura de ideais platônicos e cristianismo, Michelangelo provavelmente teria se sentido confortável desafiando a ênfase da Igreja Católica em ser um intermediário entre as pessoas e Deus. O simbolismo oculto nos afrescos de seu teto alinha Michelangelo mais intimamente com a filosofia do Humanismo da Renascença, a crença mais moderna e liberal de que as pessoas poderiam manter um relacionamento direto com Deus. Sua escolha de incluir homens nus não bíblicos como o Ignudi (figuras de apoio nos afrescos, totalmente sem relação com as cenas que enquadram) e uma representação anatômica do cérebro humano foi um movimento sutil para reconciliar as visões da Igreja com as suas, já que ambos os exemplos mostram um interesse pelo secular. As poses relaxadas e naturais e os corpos idealizados do Ignudi enfatizaram o lado humano do catolicismo. Uma das liberdades artísticas mais notáveis ​​de Michelangelo, entretanto, está na forma de figos.

O afresco "Juízo Final", repleto de figuras nuas pré-folhas de figueira e pré-restauração.

O afresco “Juízo Final”, repleto de figuras nuas pré-folhas de figueira e pré-restauração. DOMÍNIO PÚBLICO

Na seção central do teto da Capela Sistina, o artista ilustra cenas relativas a Adão e Eva. O painel que descreve a “Tentação” e a subsequente expulsão dos dois personagens do Jardim do Éden é um afastamento notável dos pensamentos que presidiam na Itália na época sobre que tipo de fruta era a proibida. Na Vulgata, a tradução oficial da Bíblia em latim pela Igreja Católica durante o século 16, a Árvore do Conhecimento é amplamente lida como tendo maçãs. No afresco de Michelangelo, a árvore carrega figos – uma interpretação mais judaica do texto. (Deve-se notar que Gênesis descreve Adão e Eva cobrindo-se com folhas de figueira por causa de sua nova percepção da nudez, então os figos definitivamente faziam parte da ação de alguma forma.)

Curiosamente, os figos apareceriam novamente no trabalho de Michelangelo na Capela Sistina, apenas em uma altitude menor. O infame afresco de parede do artista que descreve o “Juízo Final” está cheio de figuras nuas em vez de figuras vestidas tradicionalmente, e foi esse ato descarado de revisão bíblica que impulsionou a “Campanha da Folha da Figueira“. No Concílio de Trento em 1563, membros da Igreja Católica decretaram que toda lascívia retratada na arte religiosa deveria ser coberta com folhas de figueira cuidadosamente colocadas.

Compartilhar:
Notícias - 24/11/2020

Escavação revela restos preservados de homens envoltos em cinzas vulcânicas

Arqueólogos da cidade romana de Pompéia recorreram a uma técnica centenária para conservar os corpos de dois homens recentemente desenterrados …

Notícias - 24/11/2020

Desenho recém-descoberto é um verdadeiro da Vinci, afirma especialista

Um desenho que esteve em uma coleção privada por anos foi atribuído a Leonardo da Vinci. O jornal italiano La …

Notícias - 23/11/2020

Virgínia Di Lauro aborda feminino e ancestralidade na galeria Simone Cadinelli

Simone Cadinelli Arte Contemporânea apresenta “Em Suspensão”, ocupação feita pela artista Virgínia Di Lauro em sua vitrine voltada para a …

Notícias - 23/11/2020

4º Prêmio Aliança Francesa de Arte Contemporânea apresenta mostra com finalistas

Na terça-feira, 24 de novembro, às 19h, acontece a inauguração virtual da Mostra Coletiva do 4º Prêmio Aliança Francesa de …

Notícias - 19/11/2020

Bruno Barbey, Fotógrafo da Magnum Photos, morre aos 79 anos

Bruno Barbey, fotógrafo francês da agência Magnum Photos que produziu trabalhos poderosos e empáticos em zonas de guerra, bem como …

Notícias - 19/11/2020

Arqueólogos egípcios fazem a 'maior descoberta de 2020'

Arqueólogos egípcios anunciaram a descoberta de mais de 100 caixões pintados na antiga necrópole de Saqqara, ao sul do Cairo. …

Notícias - 19/11/2020

Sonia Gomes figura na lista de artistas da Bienal de Gwangju, na Coreia do Sul

A Bienal de Gwangju, na Coreia do Sul, revelou a lista completa de artistas participantes de sua 13ª edição, programada …

Notícias - 18/11/2020

Art Basel Hong Kong adiada dois meses por causa de Covid-19

A edição de 2021 da Art Basel Hong Kong — aguardada como a primeira feira presencial a ser realizada pela …

Notícias - 18/11/2020

Eduardo Kac fala de sua produção em painel do Instituto Cisneros do MoMA

O artista Eduardo Kac apresentará, em painel organizado pelo Instituto Cisneros do MoMA, suas explorações da Bio Arte e seu …

Notícias - 17/11/2020

Festival Novas Frequências comemora 10 anos

A 10ª edição do Festival Novas Frequências, considerado o principal evento sul-americano de música experimental e arte sonora, irá acontecer …

Notícias - 17/11/2020

Arquiteto negro ganha escultura afro-futurista em São Paulo para o Dia da Consciência Negra

A Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo entrega à cidade, em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, uma …

Notícias - 17/11/2020

Uma rixa familiar e a obra-prima de Botticelli que desapareceu

É uma obra-prima do Renascimento Italiano retratando uma das imagens mais célebres da civilização. Supostamente propriedade de Imelda Marcos, Madonna …