DASARTES 53 /

Artes visuais em revista

Nesta edição comemorativa, para a matéria de CAPA, demos voz aos 15 jovens artistas contemporâneos que participam da primeira mostra da Dasartes “Artes Visuais em Revista: A exposição”, em cartaz até 26 de novembro no Espaço Cultural BNDES no Rio de Janeiro. Os artistas falam de suas produções e processo de criação. Leia, entenda e visite a exposição.

Criada em 2008, a revista Dasartes surgiu em um momento especialmente profícuo nas artes visuais no país. Testemunhava-se uma revigoração no circuito brasileiro, que consolidava então novos espaços e plataformas para uma produção que, até aquele momento, basicamente, só dispunha de salões, alguns poucos programas de apoio (importantes, vale ressaltar) e eventos intermitentes. No campo editorial, a Dasartes preencheu uma lacuna sentida há muito tempo, propondo-se como uma revista especializada voltada para o grande público. Amantes da arte que queriam se manter informados de forma prazerosa, sem a necessidade de conhecer de antemão o vocabulário técnico dos periódicos acadêmicos e um passo além do restrito conteúdo dos cadernos culturais, passaram a ter sua própria revista. O sucesso foi imediato e sua circulação rapidamente disparou, alcançando todo o país.

Em 2016, a Dasartes completa oito anos, que permitiram aos seus leitores acompanhar a conformação da linguagem de artistas então em início ou meio de carreira, assim como a emergência de novos talentos de nossa arte contemporânea, hoje internacionalmente reconhecida. Além disso, sempre apoiou iniciativas dedicadas à ampliação e à inovação no meio de arte, sejam institucionais ou individuais. Hoje, tal postura se amplia, com sua presença em diferentes meios digitais.

Esta exposição procura ser, portanto, um perfil, a um só tempo, de sua história, mas, naturalmente, de aspectos da recente produção brasileira nesses anos de existência da revista. Em virtude disso, era mais do que imperativo privilegiar a variedade de linguagens e pesquisas individuais, reafirmando nossa pluralidade. Os artistas convidados representam uma seleção daqueles inúmeros apresentados na revista. Desejamos com esse recorte – afortunadamente destinado a adesões, complementos, questionamentos, alternativas – que ele sirva de impulso para iniciativas semelhantes, vindo a enriquecer ainda mais nossa cultura.

Compartilhar:

Confira outras matérias

Resenha

SANDRA VÁSQUEZ DE LA HORRA

A VIAGEM IMAGINÁRIA
A obra de Sandra Vasquez de la Horra reflete seu legado sócio-cultural. A artista nasceu no Chile em …

Reflexo

MAXWELL ALEXANDRE

AOS 30 ANOS, MAXWELL ALEXANDRE RETRATA EM SUA OBRA UMA POÉTICA QUE PASSA PELA CONSTRUÇÃO DE NARRATIVAS E CENAS ESTRUTURADAS A PARTIR …

Garimpo

MARJÔ MIZUMOTO

“MINHA PINTURA VEM DA IDEALIZAÇÃO ROMÂNTICA DO TRIVIAL, DO ORDINÁRIO, DO COTIDIANO, DA BANALIDADE. SINTO QUE EXISTE UMA POTÊNCIA NO …

Flashback

MAX KLINGER

PIONEIRO DO SIMBOLISMO ALEMÃO, MAX KLINGER (1857-1920) FOI UMA DAS PERSONALIDADES ARTÍSTICAS MAIS PROEMINENTES E, AO MESMO TEMPO, MAIS CONTROVERSAS …

Destaque

KRIS MARTIN

KRIS MARTIN CRIA IMAGENS A PARTIR DE OBJETOS QUE LEVANTAM QUESTÕES SOBRE CONCEITOS COMO TRANSITORIEDADE, IDENTIDADE E MORTE. DENTRO DE TEMAS …

Alto relevo

GEORGES BRAQUE

O MUSEU BUCERIUS KUNST FORUM ESTÁ DEDICANDO UMA RETROSPECTIVA A GEORGES BRAQUE, A PRIMEIRA PESQUISA ABRANGENTE DE SUAS PINTURAS NA …

Reflexo

VIVIAN CACURI

VIVIAN CACCURI CRIA OBJETOS, INSTALAÇÕES E PERFORMANCES QUE BUSCAM REFORMULAR A EXPERIÊNCIA COTIDIANA E, POR EXTENSÃO, PERTURBAM AS NARRATIVAS TRADICIONAIS. EM …

Flashback

ARTEMISIA GENTILESCHI

ARTEMISIA GENTILESCHI FOI UMA DAS MAIORES PINTORAS DO PERÍODO CONHECIDO COMO BARROCO ITALIANO. NASCIDA NA ÚLTIMA DÉCADA DO SÉCULO 16, …

Capa

LYNETTE YIADOM-BOAKYE

AS FIGURAS NAS PINTURAS DE LYNETTE YIADOM-BOAKYE NÃO SÃO PESSOAS REAIS – ELA AS CRIA A PARTIR DE IMAGENS ENCONTRADAS …

Destaque

JUDY CHICAGO

MUSEU DE SÃO FRANCISCO CELEBRA A ARTISTA FEMINISTA PIONEIRA JUDY CHICAGO COM A PRIMEIRA RETROSPECTIVA DE SEU TRABALHO. DESDE O SEU …

Alto relevo

KATHARINA GROSSE

A PINTURA DE KATHARINA GROSSE PODE APARECER EM QUALQUER LUGAR. SEUS EXTENSOS TRABALHOS SÃO MUNDOS VISUAIS MULTIDIMENSIONAIS NOS QUAIS PAREDES, TETOS, …

Alto relevo

AQUILO QUE NÃO SE VÊ - PARA OXÓSSI

“Fungos e liquens aniquilam as nossas categorias de gênero. Eles reorganizam nossas ideias de comunidade e cooperação. Ferram com o …

Garimpo

JANA EULER

CONSTRUINDO FABULAÇÕES PICTÓRICAS EXCÊNTRICAS, AS INÚMERAS TÉCNICAS DE CRIAÇÃO DE IMAGENS DA ARTISTA ALEMÃ JANA EULER EXAMINAM E EXAGERAM AS …

Reflexo

Ana Paula Oliveira

A ARTISTA MINEIRA RADICADA EM SÃO PAULO, ANA PAULA OLIVEIRA CRIA SITUAÇÕES POR MEIO DE DIVERSAS LINGUAGENS E MATERIAIS E …

Flashback

JAMES TISSOT

PINTOR BRILHANTE DA ALTA CLASSE SOB O SEGUNDO IMPÉRIO E DOS COSTUMES DA SOCIEDADE VITORIANA INGLESA, DOS ARISTOCRATAS ELEGANTES E …