Visitante quebra escultura de Antonio Canova enquanto tenta tirar uma selfie

A estátua danificada é o molde de gesso original usado para fazer uma estátua de mármore de Paolina Bonaparte (na Galeria Borghese, Roma).

Um visitante do Museu Antonio Canova, em Possagno, Itália, danificou um modelo de gesso de uma escultura do século 19 enquanto tentava tirar uma selfie com a obra de arte. De acordo com um post na página do Facebook da instituição, um turista austríaco estava sentado na obra, causando a quebra de dois dedos da escultura.

O modelo que foi danificado corresponde à escultura de mármore de Canova, Pauline Bonaparte, como Venus Victrix, que faz parte da coleção da Galleria Borghese em Roma e retrata a irmã de Napoleão Bonaparte como a deusa romana do amor. O Museu Antonio Canova disse em seu post no Facebook que o visitante se afastou rapidamente do trabalho danificado e não alertou a equipe sobre o incidente em 31 de julho. Um guarda viu os dedos dos pés quebrados e as imagens de vigilância confirmaram o que havia acontecido.

“Nossa herança deve ser protegida: adotar um comportamento responsável dentro do Museu, respeitando as obras e os bens preservados, não é apenas um dever cívico, mas um sinal de respeito pelo que nossa história e cultura testemunham e que devem ser orgulhosamente transmitidas para o futuro. gerações ”, escreveu o museu no Facebook.

O museu está planejando restaurar a escultura danificada, e o visitante foi identificado como resultado de um requisito de registro de nome relacionado a uma pandemia ao entrar nos museus italianos. O turista ainda não foi encontrado após sua saída da instituição.

Moira Mascotto, diretora do Museu Antonio Canova, disse à Agência de Imprensa da Áustria que o museu está de posse das “partes quebradas do gesso. Isso nos ajudará na restauração. ”

Fonte e tradução: ARTFIXdaily

Atualização 05.08.2020

O visitante do museu que se inclinou e danificou a escultura deitada de Antonio Canova foi localizado pela polícia na Itália. O homem de 50 anos da Áustria foi identificado por vídeo de vigilância e por medidas de registro implementadas durante a crise do COVID-19.

Ao ver a estátua de Paolina Borghese, de Canova, no Museu Gipsoteca, em Possagno, o homem tirou uma selfie com a peça e, posteriormente, quebrou os dedos dos pés do elenco de gesso de 200 anos. Ele parece ter notado o dano e se afastou, relatando várias fontes. Desde então, o homem confessou a “atitude estúpida”, segundo comunicado de Treviso Carabinieri.

O caso será analisado pelos promotores criminais em Treviso.

Vittorio Sgarbi, presidente da Fundação Antonio Canova, escreveu no Facebook que espera que o homem não fique impune, pois “as cicatrizes de um Canova são inaceitáveis”.

Fonte e tradução: ARTnews

Compartilhar:
Notícias - 03/12/2021

Jeff Koons e Cicciolina voltam aos holofotes

Um artista que fez a escultura de uma serpente enrolada em uma pedra para a estrela do cinema adulto italiano …

Notícias - 03/12/2021

Lista de mais poderosos da arte contemporânea traz líder surpreendente

ERC-721, a especificação para o “token não fungível” na rede Ethereum, está em primeiro lugar no ranking anual dos mais …

Notícias - 02/12/2021

Fotografiska pretende se tornar o maior museu privado do mundo

Fotografiska, o museu sueco com fins lucrativos, está adicionando três novos locais à sua lista de unidades já existentes: além …

Notícias - 01/12/2021

Restauro de obras de arte do Metrô de São Paulo vira documentário

Em curso desde 2019 e com as primeiras etapas registradas em um documentário disponível no YouTube com aproximadamente …

Notícias - 01/12/2021

Obra icônica de Banksy vai a leilão pela Bolsa de Arte SP

Pela primeira vez, uma obra de Banksy irá a leilão na América Latina – no dia 10 de fevereiro, na …

Notícias - 30/11/2021

Inhotim recebe o Museu de Arte Negra idealizado por Abdias Nascimento

Poeta, escritor, dramaturgo, curador, artista plástico, professor universitário, pan-africanista e parlamentar, Abdias Nascimento (1914-2011), indicado oficialmente ao prêmio Nobel da …

Notícias - 30/11/2021

Museu Judaico de São Paulo é inaugurado

A partir do dia 5 de dezembro de 2021, abre para visitação o Museu Judaico de São Paulo (MUJ), espaço …

Notícias - 29/11/2021

Festival de performances abre convocatória

Festival Atos de Fala completa 10 anos e sua sexta edição – que acontece de 19 de janeiro a 02 …

Notícias - 29/11/2021

Prêmio Arcanjo de Cultura divulga indicados e retoma cerimônia presencial

Valorizar e premiar nossa cultura e seus artistas em tempos tão difíceis é a missão do Prêmio Arcanjo de Cultura, …

Notícias - 26/11/2021

Steve McCurry e a resiliência da infância em fotos

De meninas enfrentando o Mar de Sulu a crianças em idade escolar no Afeganistão, no novo livro Stories and Dreams …

Notícias - 26/11/2021

Veja resenha de nova biografia de Magritte, um homem de mistério

Ao contrário de seus contemporâneos surrealistas, René Magritte tendia a manter Freud à distância de sua obra – embora poucos artistas ofereçam …

Notícias - 26/11/2021

A 'amizade íntima' de Basquiat e Warhol é explorada em drama

A exposição prometia ser de tirar o fôlego, com os dois artistas usando luvas de boxe no pôster. Mas a ansiosamente …