Seguradoras lutam contra reivindicações de US $ 107 milhões por pinturas de Modigliani apreendidas pela polícia italiana

Amedeo Modigliani, Ritratto di Maria (c. 1918). Cortesia do Palazzo Ducale

Um negociante dos EUA diz que é devido a milhões de corretores de seguros por 12 obras que foram confiscadas pelas autoridades do Palazzo Ducale em 2017 como suspeitas de falsificação

Um grupo de pinturas que foram confiscadas pelas autoridades italianas em 2017 como supostas falsificações estão agora no centro de uma disputa de seguros em Nova York. Seis corretores de seguros europeus pediram a um tribunal federal de Manhattan que rejeitasse uma ação movida por um negociante dos Estados Unidos, que está pedindo centenas de milhões de dólares em cobertura para pinturas atribuídas a Amedeo Modigliani e Moïse Kisling.

Joseph Guttman, dono da Global Art Exhibitions Inc, alega que as seguradoras, lideradas pela corretora alemã de seguros de belas artes Kuhn & Bülow, se recusaram a cobrir os custos de recuperação das obras apreendidas, apesar de segurá-las por mais de US$ 107 milhões. As pinturas incluem seis atribuídas a Amedeo Modigliani, três ao pintor francês Moïse Kisling e outras três supostamente colaborações dos dois artistas, de acordo com a reclamação original do traficante, apresentada ao tribunal em fevereiro.

Em uma contra-ação movida este mês, no entanto, as seguradoras, lideradas por Ergo Versicherungs AG, alegam que o caso de Guttman é uma disputa de cobertura sobre se as seguradoras europeias deveriam cobrir as contas legais de sua empresa sob uma apólice emitida na Alemanha e regida pela lei alemã. Portanto, eles argumentam, o caso não deve ser ouvido diante de um júri de Nova York.

As obras no centro da polêmica faziam parte de um cache de 21 pinturas apreendidas pela polícia italiana em uma exposição de Modigliani realizada no Palazzo Ducale de Gênova em 2017 depois que um crítico de arte, Carlo Pepi, levantou suspeitas sobre sua autenticidade. A mostra foi encerrada três dias antes e os especialistas concluíram mais tarde que 20 das obras podem ser falsificações após uma investigação preliminar de meses de duração.

Em sua reclamação, Guttman, que emprestou uma dúzia de obras para a exposição e agora está sendo investigado pela polícia italiana, diz que as seguradoras provavelmente se recusam a pagar sua cobertura de apólice na tentativa de “influenciar o governo italiano a determinar que as peças são falsificações”, o que os deixaria livres de pagar a ele e a outros proprietários das obras apreendidas.

“A Global e os outros emprestadores de pinturas para a exposição estão e foram prejudicados em relação à propriedade de seus objetos de arte e em sua defesa contra as acusações infundadas de falsificação em virtude de terem sido privados de suas obras e por serem privados de os recursos para obter sua restituição e comprovar sua autenticidade”, alega a ação.

Entre as obras listadas no processo estão Nudo desteso, segurado por € 42 milhões ($ 43,3 milhões); Ritratto di Maria Modigliani , segurado por US$ 28 milhões; e Cariatide Rouge, segurado por US$ 22 milhões.

Fonte e tradução: The Art Newspaper

 

Compartilhar:
Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …

Notícias - 16/10/2020

Famoso artista chinês desafia fronteira EUA-México para pintar e mostra processo em vídeo

Para o artista contemporâneo Liu Xiaodong, a história pessoal é a maior fonte de inspiração. Sua infância na China rural e …

Notícias - 16/10/2020

Foto impressionante de Vik Muniz é uma homenagem a um grande artista americano

Se você está familiarizado com a arte americana contemporânea, a imagem de uma estação da Standard Oil pode trazer imediatamente …

Notícias - 16/10/2020

A história de vida de Artemisia Gentileschi será tema de uma série de tv

A vida de Artemisia Gentileschi (1593-1652), a grande pintora barroca que é o tema da tão aclamada exposição da London National Gallery, será …

Notícias - 15/10/2020

Exposição na Paulista chega à sexta edição com o tema “Liberdade e Democracia”

Uma realização da União Geral dos Trabalhadores – UGT, A Exposição na Paulista traz 15 obras de 18 artistas de …

Notícias - 13/10/2020

Artistas colorem empenas em BH e marcam maior mural assinado por uma artista indígena no mundo

Em menos de duas semanas, artistas negros e indígenas pintaram empenas gigantes na capital de Minas Gerais levando resistência e afeto …

Notícias - 02/10/2020

Como a arte inspira o cinema e o cinema inspira a arte?

Como os artistas contemporâneos do cinema conseguiram trazer os temas e técnicas das maiores pinturas para o grande ecrã

O 77º …