São Paulo recebe 1ª edição do NaLata Festival Internacional de Arte Urbana

Obra de Pri Barbosa em execução na Rua dos Pinheiros Crédito: @nalata.festival

15 artistas nacionais e internacionais criam simultaneamente o maior museu brasileiro de grafite a céu aberto. As obras serão realizadas no entorno do Largo da Batata

São Paulo, agosto de 2020 – Reconhecida como a capital mundial do grafite, São Paulo recebe o NaLata Festival Internacional de Arte Urbana, com a participação de quinze artistas consagrados nacional e internacionalmente, dos mais diferentes estilos e correntes culturais. Os grafiteiros realizarão doze obras de arte urbana únicas pintadas em empenas da região do Largo da Batata. Os trabalhos irão compor o maior museu  brasileiro de grafite a céu aberto. São 3689m² de arte que serão entregues à população da capital no dia 20 de agosto.

O NaLata promove um movimento democrático de arte urbana em São Paulo, com acesso irrestrito às obras, que podem ser vistas gratuitamente por pedestres, por quem está dentro dos ônibus ou dos carros. Trata-se de um evento icônico que

entrega um inestimável legado artístico cultural para a cidade, criando um novo eixo de turismo, lazer e cultura permanentes na capital paulista.

Com realização da Agência InHaus e curadoria do Luan Cardoso, o NaLata conta com a presença dos artistas brasileiros: Alex Senna, Enivo, Evol, Marcelo Eco, Mari Mats, Mateus Bailon, Pri Barbosa e Rafael Sliks. E ainda, Gleo, muralista colombiana que usa tinta látex, pincéis e rolos de pintura para criar personagens imaginativos e vibrantes; e da muralista mexicana Paola Delfín, uma das artistas mais reconhecidas em ascensão mundial, que traz em suas obras a proposta de criar consciência social.

Obra de Mari Mats em execução na Rua Capitão Prudente Crédito: @nalata.festival

Em respeito ao isolamento social, o festival no formato físico foi adiado para 2021, e se adaptou neste ano para difundir arte pelas ruas apesar da pandemia, trazendo mais vida à cidade. As criações dos artistas convidados darão ao público a chance de apreciar, nas paredes dos prédios, a diversidade de abordagens artísticas presentes na arte de rua.

Além dos artistas renomados que participam desta edição, o NaLata realizou o concurso “Novos Talentos Murais SP” com o intuito de apresentar novos nomes à cena. Cinco nomes selecionados, dentre os 234 inscritos, foram convidados para fazer pinturas em murais e fachadas que integram o festival. São eles: Selon, Thiago Nevs, Pixote Mushi, Fe Ikehara e Serifa.

“A arte tem o poder de transformar a vida das pessoas e o nosso objetivo é trazer um pouco de esperança e cores com essas pinturas, depois de tantos momentos difíceis que passamos coletivamente. E poder contar com a participação de grandes artistas nesse momento é essencial.”, comenta Luan Cardoso, sócio e curador do NaLata Festival.

Obra de Alex Senna em andamento na Rua Artur de Azevedo Crédito: @nalata.festival

“As paredes têm sua própria identidade, contam suas histórias. O corredor cultural promovido pelo NaLata, com suas empenas e murais, é a oportunidade de estar conectado com a forte presença da arte urbana, desenvolver novos negócios, fortalecer o turismo e admirar a cidade por este outro ângulo”, afirma Juliano Libman, sócio da agência InHaus.

Ao falar do festival, Luiz Restiffe, também sócio da Agência InHaus, diz: “Por conta de sua relação íntima com a arte urbana, São Paulo é considerada a capital mundial do grafite. Durante a quarentena, grande parte da população teve suas opções de entretenimento reduzidas . A visibilidade do grafite é popular e livre. O NaLata é um presente para a cidade! Um sinal verde para que as pessoas, após a pandemia, apreciem as cores da cidade, nesse corredor de arte a céu aberto.”

Sobre NaLata

Idealizado e curado por Luan Cardoso, com produção de Juliano Libman e Luiz Restiffe, sócios da InHaus, o Na Lata Festival Internacional de Arte Urbana traz para a população paulistana a oportunidade da vivência da arte urbana, por meio de obras de muralistas importantes da cena do grafite mundial. Esta edição tem o apoio da Suvinil, Microsoft, Iguatemi, TNT e Kanui. Os interessados podem acompanhar a cobertura do festival pela internet, através do site nalatafestival.com.br ou pelas redes sociais @nalata.festival.

As obras podem ser conferidas nos seguintes endereços:

– Rua dos Pinheiros, 1474. Artistas: Mateus Bailon, Paola Delfin, Gleo e Pri Barbosa – Av Faria Lima, 1134. Artistas: Selon e Marcelo Eco

– Rua Artur de Azevedo, 985. Artistas: Alex Senna e Selon

– Rua Capitão Prudente, 151. Artista: Mari Mats

– Rua Campo Alegre, 60. Artista: Enivo

– Rua Dos Pinheiros 2767. Artista: Thiago Nevs

– Largo da Batata (metrô). Artistas: Sliks e Evol.

Compartilhar:
Notícias - 20/01/2021

Horrana de Kássia Santoz assume vaga de curadora na Pinacoteca

Pinacoteca do Estado de São Paulo e a Coleção Ivani e Jorge Yunes comemoram a parceria com a chegada de …

Notícias - 20/01/2021

Curso gratuito de Artes Integradas e Acessibilidade abre inscrições

Já estão abertas as inscrições para o curso Artes Integradas + Educação + Acessibilidade, do projeto Um Novo Olhar. A …

Notícias - 11/01/2021

Artista mineira Marina Amaral entra para lista da Forbes

A colorista mineira Marina Amaral entrou para a lista da Forbes dos jovens mais influentes do ano.  A Under 30 …

Notícias - 11/01/2021

Iphan e Polícia Federal resgatam material arqueológico no Acre

Na manhã do dia 5 de janeiro, uma ação conjunta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no …

Notícias - 11/01/2021

Exposição do estilista Tomo Koizumi inicia o Departamento de Moda, Design e Arquitetura da Fundação Iberê

Em 2021, a Japan House São Paulo (JHSP) vai expandir sua presença pelo Brasil, por meio de um projeto de …

Notícias - 11/01/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2021

 

Em 2021, a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, …

Notícias - 28/12/2020

Os universos díspares da Rússia contemporânea pelas lentes de Serguei Maksimishin em “O Último Império”

A exposição “O Último Império – Serguei Maksimishin”, que esteve no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, entre dezembro de …

Notícias - 20/12/2020

Consciência diante do perigo: as representações do medo ao longo da História da Arte

Quando Susan Sontag fala que fotografia é sobre dor, ela fala sobre Arte. Quando Susan afirma que “fotos são um …

Notícias - 19/12/2020

São Paulo ganha mural em homenagem às comunidades indígenas afetadas pela pandemia

As Nações Unidas e a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela, em São Paulo, se unem …

Notícias - 18/12/2020

Farol Santander abre hoje mostra do artista chileno Iván Navarro

Abre hoje, 18 de dezembro, no Farol Santander São Paulo, a exposição ExFinito, primeira grande mostra individual no país do …

Notícias - 17/12/2020

Conheça os 91 projetos selecionados do Rumos Itaú Cultural 2019/2020

A Dasartes participou na última quarta-feira, 16 de dezembro, na coletiva de imprensa do Itaú Cultural, que anunciou os projetos selecionados …

Notícias - 17/12/2020

REGINA BONI ANUNCIA INAUGURAÇÃO DA GALERIA SÃO PAULO FLUTUANTE EM 2021

Para quem afrontou militares e a extrema direita em plena ditadura nos anos 60, não seria uma pandemia em escala …