Rapidinhas De Arte a Z

Um colecionador que foi enganado para vender um Brancusi por US$ 100 mil está processando por US$ 200 milhões

O New York Post tem os detalhes de um processo estranho e potencialmente grandioso entre um colecionador de Nova York e um homem que alegou ser um representante do Museu de Arte da Filadélfia.
De acordo com o relatório, o colecionador Stuart Piver afirma que foi enganado por um advogado chamado John McFadden a vender para ele um valioso bronze do escultor romeno Constantin Brancusi, Mademoiselle Pogany II, por US$ 100 mil. Aparentemente, McFadden se apresentou como curador e representante do Museu de Arte da Filadélfia, e estava preparado para vender o trabalho para a instituição ou através da Christie’s. Para fazer isso, McFadden disse à Pivar que seria “vantajoso” se ele fosse listado como o proprietário do trabalho.
Agora, de acordo com o relatório, McFadden está se recusando a devolver a escultura, alegando que ele é seu dono legal, apesar de pagar apenas a taxa de US$ 100 mil, quando as esculturas de Brancusi foram vendidas por mais de US$ 70 milhões em leilão.

 

Um tribunal dinamarquês ordenou a um revendedor da Volkswagen que pagasse a Ai Weiwei US$ 258 mil

Ai Weiwei processou a Volkswagen no início deste ano por usar sua instalação Soleil Levant (2017), uma obra composta por mais de 3.500 coletes salva-vidas coletados de refugiados, em um de seus anúncios. Ai ganhou o processo na quarta-feira e um revendedor da Volkswagen foi ordenado por um tribunal dinamarquês a pagar ao artista mais de 230 mil euros (cerca de US$ 258 mil) por danos.

 

O mega-colecionador francês Bernard Arnault é agora o segundo homem mais rico do mundo

Pela primeira vez em anos, Bill Gates foi eliminado dos dois primeiros lugares da lista das pessoas mais ricas da mundod. As ações do conglomerado de luxo LVMH subiram para um recorde nesta terça-feira, elevando o patrimônio líquido de seu proprietário, o magnata francês Bernard Arnault, para US$ 107,6 bilhões – cerca de US$ 200 milhões a mais que Gates, co-fundador da Microsoft.

 

O Louvre removeu o nome Sackler de suas galerias

O Louvre removeu oficialmente o nome Sackler de suas galerias, tornando-se o primeiro grande museu a fazê-lo. Desde 1997, o museu abrigou a Ala Sackler de Antiguidades Orientais, mas a partir de quarta-feira todas as referências dentro do museu à “Ala Sackler” foram cobertas com fita cinzenta e uma placa reconhecendo que as doações de Sacklers foram removidas na entrada da galeria.

Esta decisão do museu vem na sequência de protestos realizados no Louvre no início deste mês pelo grupo ativista PAIN (Prescription Addiction Intervention Now). No dia 1 de julho, o PAIN, grupo liderado pela fotógrafa Nan Goldin, junto com o grupo francês AIDES, entrou nas fontes além da icônica pirâmide projetada por IM Pei do Louvre e desenrolou faixas maciças que diziam: “Derrube o Nome Sackler” e “Vergonha” em Sackler.

Compartilhar:
Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …

Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …