Rachaduras em pinturas antigas como a Mona Lisa ajudam as obras de arte a sobreviver por séculos

Leonardo da Vinci, Mona Lisa (1503-1517). Cortesia do Louvre, via Wikipedia Commons.

Rachaduras em pinturas antigas, como a Mona Lisa, parecem feias, mas podem ser a chave para manter as obras estáveis ​​ao longo dos séculos, segundo uma nova pesquisa.

A pesquisa descobriu que os restauradores devem ser cautelosos ao preencher as rachaduras, pois a rede de fraturas impede mais danos à obra de arte.

A rede de fissuras permite que a superfície se expanda e contraia sem descascar a tinta e oferece proteção contra a degradação.

Pictured, the cracks on the face of a figure depicted in The Last judgement by Hans Memling which is more than 500 years old. researchers found the cracks may be the key to its strength

Na foto acima, as rachaduras no rosto de uma figura retratada no julgamento de Hans Memling com mais de 500 anos de idade. Pesquisadores descobriram que as rachaduras podem ser a chave para sua força.

Rachaduras em pinturas antigas, como a Mona Lisa (na foto abaixo) parecem feias, mas podem ser a chave para manter as obras estáveis ​​ao longo dos séculos, de acordo com uma nova pesquisa

Antes do século XVI, a maioria das pinturas era pintada em painéis de madeira.

A superfície preenchida de pinturas a óleo colocadas em painéis de madeira oferece maior resistência a mudanças de umidade no ar do que outras telas.

A Mona Lisa, por exemplo, de Leonardo da Vinci, é pintada em um painel de álamo e possui uma superfície altamente rachada, conhecida como craquelure na restauração de arte.

Rachaduras em pinturas antigas, como a Mona Lisa (na foto) parecem feias, mas podem ser a chave para manter as obras estáveis ​​ao longo dos séculos, de acordo com uma nova pesquisa

Uma equipe da Academia Polonesa de Ciências, da Universidade de Estrasburgo e da Universidade de Yale investigou rachaduras na camada aplicada a um painel de madeira como base.

Este chamado gesso é uma mistura de cola animal e pigmento branco.

Quando a madeira se expande devido ao aumento da umidade, ou quando encolhe quando o ar fica seco, o gesso se quebra.

Os pesquisadores prepararam painéis de madeira e juntaram-se a eles com gesso preparado de acordo com receitas tradicionais.

As amostras foram armazenadas a 25 °C e com umidade relativa de 30, 50, 75 e 90% por duas semanas antes de serem submetidas a testes de divisão, que medem a resistência dos gessos à fissuração.

Compartilhar:
Notícias - 30/10/2020

Museu Oscar Niemeyer reabre em Curitiba com três novas exposições

O Museu Oscar Niemeyer (MON) inaugura mais uma nova exposição: “A Violência sob a Delicadeza”, da artista visual Vera Martins. …

Notícias - 30/10/2020

10ª edição da Mostra 3M de Arte discute o coletivo e o urbano com esculturas no Parque Ibirapuera

Em 2020, a Mostra 3M de Arte realiza sua décima edição e escolheu um dos espaços públicos mais importantes da …

Notícias - 30/10/2020

Um espetáculo maravilhoso e estrondoso: vejam o que estão dizendo sobre a exposição retrospectiva de William Turner

Da representação mais devastadora do comércio de escravos a um naufrágio eroticamente carregado, dos redemoinhos do mar de tirar o …

Notícias - 30/10/2020

Heróis LGBTQIA+ da África do Sul, os sacrifícios de uma feminista romana destemida

Tate Modern apresenta a primeira grande pesquisa do Reino Unido sobre o ativista visual Zanele Muholi

VEJA AQUI matéria completa sobre …

Notícias - 30/10/2020

Os museus dos EUA ainda estão em crise?

Imagem: Lucretia, de Lucas Cranach, foi à venda na Christie’s em 15 de outubro. Foto: Christie’s.

Na crise Corona, o Museu …

Notícias - 28/10/2020

Em fotografia: como a pandemia ressignificou o cotidiano

Por Milena Buarque Lopes Bandeira (Itáu Cultural)
Com o mundo em suspensão, olhares vacilantes e temerosos voltaram-se para dentro. O silêncio …

Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …