Rachaduras em pinturas antigas como a Mona Lisa ajudam as obras de arte a sobreviver por séculos

Leonardo da Vinci, Mona Lisa (1503-1517). Cortesia do Louvre, via Wikipedia Commons.

Rachaduras em pinturas antigas, como a Mona Lisa, parecem feias, mas podem ser a chave para manter as obras estáveis ​​ao longo dos séculos, segundo uma nova pesquisa.

A pesquisa descobriu que os restauradores devem ser cautelosos ao preencher as rachaduras, pois a rede de fraturas impede mais danos à obra de arte.

A rede de fissuras permite que a superfície se expanda e contraia sem descascar a tinta e oferece proteção contra a degradação.

Pictured, the cracks on the face of a figure depicted in The Last judgement by Hans Memling which is more than 500 years old. researchers found the cracks may be the key to its strength

Na foto acima, as rachaduras no rosto de uma figura retratada no julgamento de Hans Memling com mais de 500 anos de idade. Pesquisadores descobriram que as rachaduras podem ser a chave para sua força.

Rachaduras em pinturas antigas, como a Mona Lisa (na foto abaixo) parecem feias, mas podem ser a chave para manter as obras estáveis ​​ao longo dos séculos, de acordo com uma nova pesquisa

Antes do século XVI, a maioria das pinturas era pintada em painéis de madeira.

A superfície preenchida de pinturas a óleo colocadas em painéis de madeira oferece maior resistência a mudanças de umidade no ar do que outras telas.

A Mona Lisa, por exemplo, de Leonardo da Vinci, é pintada em um painel de álamo e possui uma superfície altamente rachada, conhecida como craquelure na restauração de arte.

Rachaduras em pinturas antigas, como a Mona Lisa (na foto) parecem feias, mas podem ser a chave para manter as obras estáveis ​​ao longo dos séculos, de acordo com uma nova pesquisa

Uma equipe da Academia Polonesa de Ciências, da Universidade de Estrasburgo e da Universidade de Yale investigou rachaduras na camada aplicada a um painel de madeira como base.

Este chamado gesso é uma mistura de cola animal e pigmento branco.

Quando a madeira se expande devido ao aumento da umidade, ou quando encolhe quando o ar fica seco, o gesso se quebra.

Os pesquisadores prepararam painéis de madeira e juntaram-se a eles com gesso preparado de acordo com receitas tradicionais.

As amostras foram armazenadas a 25 °C e com umidade relativa de 30, 50, 75 e 90% por duas semanas antes de serem submetidas a testes de divisão, que medem a resistência dos gessos à fissuração.

Compartilhar:
Notícias - 14/04/2021

Passagem - por Maria Fernanda Paes de Barros

Que é a arte, afinal, do ponto de vista emotivo, senão a linguagem das forças inconscientes que atuam dentro de …

Notícias - 13/04/2021

Médico e artista plástico expõe obra feita de raio-x na Igreja Presbiteriana do Butantã

Moradores e visitantes da região do Butantã têm se deparado com uma cena inusitada ao circularem a Praça Vicente Rodrigues, …

Notícias - 13/04/2021

Após reclamações, outdoors de Steven Shearer são retirados de festival em Vancouver

Uma série de sete outdoors com fotos de pessoas dormindo foi encoberta depois que os organizadores do Capture Photography Festival …

Notícias - 13/04/2021

Sotheby's e Niftygateway oferecem edição ilimitada de criptoarte

A criptoarte segue sendo assunto quente no mercado. De olho na tendência, a Sotheby’s e o site Niftygateway estão oferecendo …

Notícias - 12/04/2021

FAMA Museu lança edital para exposições no espaço

A fim de incentivar a produção artística contemporânea e valorizar a diversidade cultural por meio da multiplicidade de expressões artísticas …

Notícias - 09/04/2021

Inhotim e Arte1 firmam parceria para exibição da série Diálogos

Duas instituições voltadas para a arte acabam de se unir para disseminar conteúdos de qualidade para o público. O Instituto …

Notícias - 08/04/2021

Conheça Bruna Pessoa de Queiroz, presidente da “Usina da Arte”

Ancorada numa tradição cultural “artistocrática”, a família Pessoa de Queiroz revive desde 2015 uma antiga fábrica de cana-de-açúcar perto do …

Notícias - 08/04/2021

Galeria Nara Roesler representa o Brasil na EXPO CHGO ONLINE

Com o apoio do projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad, uma parceria da ABACT (Associação Brasileira de …

Notícias - 08/04/2021

INSTITUTO TOMIE OHTAKE ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O 5º PRÊMIO TERRITÓRIOS

Iniciativa idealizada e coordenada pelo Instituto Tomie Ohtake, com patrocínio da Estácio e do Grupo GPS, em parceria com o …

Notícias - 07/04/2021

Conheça o jovem que saiu da Vila Vintém para defender o acesso à cultura em Boston

Como já vem sendo feito há alguns anos, a Brazil Conference at Harvard & MIT 2021, evento criado por …

Notícias - 07/04/2021

Nova galeria de arte vende obras com o tema "identidade"

Inaugurada no mês de celebração ao Dia Mundial das Mulheres, a Pequena Galeria apresenta cinco artistas mulheres de diferentes regiões …

Notícias - 06/04/2021

Obras de Antony Gormley colocadas na praia dividem opiniões

Esperava-se que incentivassem a apreciação da arte contemporânea. Mas, em vez disso, quatro esculturas de ferro de Antony Gormley parecem …