Pirâmide mais antiga do Egito reabre ao público após 14 anos

Foto por Mohamed el-Shahed / AFP via Getty Images

Construída há quase 4.700 anos como uma tumba para o faraó Djoser, a estrutura passou por mais de uma década de restaurações intermitentes.

Cerca de 4.700 anos atrás, um homem chamado Imhotep decidiu perseguir um objetivo especialmente grandioso. Encarregado de projetar a tumba elaborada que abrigaria seu faraó, Djoser, o arquiteto decidiu construir uma vasta estrutura de absorção de espaço, diferente de tudo que já havia visto antes – uma forma que se estenderia não apenas para fora, mas para cima.

O resultado – um edifício impressionante composto por seis camadas escalonadas com mais de 60 metros de altura – tornou-se o primeiro edifício de pedra colossal conhecido do Egito e continua sendo a pirâmide mais antiga ainda em pé hoje. Agora, após a conclusão de um projeto de restauração de 14 anos e quase US$ 6,6 milhões, o local de descanso final de Djoser reabriu ao público.

“Estamos admirados com a forma como Imhotep conseguiu criar essa estrutura, que permaneceu em pé por 4.700 anos”, disse Khaled al-Anany, ministro de Antiguidades e Turismo do Egito, em entrevista coletiva na semana passada, citada por Reuters.

Montada entre 2630 e 2611 aC em Saqqara, no Egito, a pirâmide, onde Djoser e 11 de suas filhas foram enterradas após a morte, contém aproximadamente 11,6 milhões de pés cúbicos de pedra e argila. O looping através das câmaras funerárias é uma rede de túneis sinuosos que provavelmente foi projetada para impedir o roubo, mas aparentemente enfraqueceu a integridade estrutural do edifício, de acordo com o Atlas Obscura. Quando o século 21 chegou, as autoridades temiam que a pirâmide – atingida por ventos durante milênios e desastres naturais, incluindo um terremoto de 1992 – estivesse à beira do colapso.

Os trabalhadores começaram a reformar a pirâmide em 2006, fazendo uma breve pausa de 2011 a 2013, depois que uma revolta derrubou o ex-presidente egípcio Hosni Mubarak. O trabalho dentro da estrutura antiga mostrou-se difícil: para impedir que as paredes de pedra se desmoronassem, os engenheiros inflaram airbags que sustentavam os telhados de seus seis terraços empilhados. Reivindicações controversas de que o trabalho de restauração estava exacerbando, em vez de desfazendo, os danos à pirâmide também ameaçaram o projeto, relata James Pasley, da Business Insider.

Mas, quando as autoridades revelaram a pirâmide na última semana, tudo parecia estar bem. Embora não tenha sido totalmente restaurada à sua antiga glória, a estrutura mais uma vez possui tetos estáveis ​​e corredores que podem ser percorridos. A restauração também adicionou algumas vantagens modernas, incluindo um novo sistema de iluminação e uma entrada acessível a pessoas com deficiência. Os visitantes já entraram ansiosamente no monumento para explorar suas três milhas de passagens labirínticas.

“Estamos trabalhando duro para construir um novo Egito … e a restauração de nossa herança está no topo de nossas prioridades”, disse o primeiro-ministro egípcio Mostafa Madbouli em uma entrevista coletiva na semana passada, conforme reportado pelo Business Insider.

Ele acrescentou: “Embora, obviamente, tenhamos muito orgulho de que seja um legado egípcio, também sabemos muito bem que é a herança mundial e que estamos muito empenhados em manter”.

Compartilhar:
Notícias - 11/01/2021

Artista mineira Marina Amaral entra para lista da Forbes

A colorista mineira Marina Amaral entrou para a lista da Forbes dos jovens mais influentes do ano.  A Under 30 …

Notícias - 11/01/2021

Iphan e Polícia Federal resgatam material arqueológico no Acre

Na manhã do dia 5 de janeiro, uma ação conjunta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no …

Notícias - 11/01/2021

Exposição do estilista Tomo Koizumi inicia o Departamento de Moda, Design e Arquitetura da Fundação Iberê

Em 2021, a Japan House São Paulo (JHSP) vai expandir sua presença pelo Brasil, por meio de um projeto de …

Notícias - 11/01/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2021

 

Em 2021, a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, …

Notícias - 28/12/2020

Os universos díspares da Rússia contemporânea pelas lentes de Serguei Maksimishin em “O Último Império”

A exposição “O Último Império – Serguei Maksimishin”, que esteve no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, entre dezembro de …

Notícias - 20/12/2020

Consciência diante do perigo: as representações do medo ao longo da História da Arte

Quando Susan Sontag fala que fotografia é sobre dor, ela fala sobre Arte. Quando Susan afirma que “fotos são um …

Notícias - 19/12/2020

São Paulo ganha mural em homenagem às comunidades indígenas afetadas pela pandemia

As Nações Unidas e a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela, em São Paulo, se unem …

Notícias - 18/12/2020

Farol Santander abre hoje mostra do artista chileno Iván Navarro

Abre hoje, 18 de dezembro, no Farol Santander São Paulo, a exposição ExFinito, primeira grande mostra individual no país do …

Notícias - 17/12/2020

Conheça os 91 projetos selecionados do Rumos Itaú Cultural 2019/2020

A Dasartes participou na última quarta-feira, 16 de dezembro, na coletiva de imprensa do Itaú Cultural, que anunciou os projetos selecionados …

Notícias - 17/12/2020

REGINA BONI ANUNCIA INAUGURAÇÃO DA GALERIA SÃO PAULO FLUTUANTE EM 2021

Para quem afrontou militares e a extrema direita em plena ditadura nos anos 60, não seria uma pandemia em escala …

Notícias - 17/12/2020

Itaú Cultural lança publicação com trabalhos de artes visuais selecionados em edital

No dia 15 de dezembro entrou no ar, no site do Itaú Cultural, www.itaucultural.org.br, uma publicação virtual que reúne as …

Notícias - 17/12/2020

CASA FIAT DE CULTURA DIVULGA SELECIONADOS PARA EXPOR NA PICCOLA GALLERIA

O 4º Programa de Seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura já tem os nomes dos artistas selecionados …