Pavilhão da Bienal de Veneza fecha por protesto

Negotiated Differences (2019), Shirley Tse. Part of Stakeholders, Hong Kong’s official presentation at the 58th Venice Biennale. Photo: Enid Tsui

O pavilhão de Hong Kong na Bienal de Veneza anunciou na manhã do dia 12 de junho, que estará encerrando sua atividades. O pavilhão suspendeu suas atividades para participar de uma greve em protesto contra a emenda proposta pelo governo de Hong Kong à sua lei de extradição. O pavilhão fecha quando dezenas de milhares de manifestantes se chocam com as forças policiais em Hong Kong em uma marcha contra o projeto de lei proposto.

Christina Li, curadora da exposição da artista Shirley Tse no pavilhão, anunciou a greve de um dia em um post no Facebook mostrando uma nota postada na entrada do pavilhão dizendo em inglês e italiano: “Devido a circunstâncias imprevistas, a exposição Shirley Tse: As partes interessadas, Hong Kong em Veneza, serão fechadas em 12 de junho de 2019. Por favor, desculpe-nos pelo inconveniente.”

No domingo, 10 de junho, mais de um milhão de manifestantes tomaram as ruas de Hong para se opor a um novo projeto de lei que permitiria a extradição de fugitivos para jurisdições com as quais Hong Kong não assinou um acordo de extradição. Os manifestantes estão especialmente preocupados com a transferência de fugitivos para a China continental, onde dizem que os tribunais carecem de independência e respeito pelos direitos humanos. Apesar das críticas públicas, a diretora executiva de Hong Kong, Carrie Lam, disse que vai seguir adiante com a emenda, insistindo que defenderá a justiça, protegerá os direitos humanos e cumprirá as obrigações internacionais da ilha, segundo um relatório da Associated Press . O projeto de lei chega ao Conselho Legislativo de Hong Kong para uma votação na quarta-feira, depois que foi adiado por causa dos protestos de domingo.

Playcourt (2019) by Shirley Tse. Photo: Enid Tsui

Playcourt (2019) by Shirley Tse. Photo: Enid Tsui

“Shirley e eu respeitamos o direito das pessoas à greve”, disse Li ao South China Morning Post (SCMP). “Pedimos aos três funcionários de plantão no pavilhão e ficou claro que não teremos a mão de obra para manter o pavilhão aberto hoje.”

O pavilhão de Hong Kong na Bienal de Veneza é co-organizado pelo Arts Development Council do governo e pelo M +, um museu em construção no Distrito Cultural de West Kowloon. O SCMP informou que o M + havia insistido anteriormente que o pavilhão continuasse aberto como de costume.

Cerca de 100 organizações artísticas de Hong Kong, incluindo galerias comerciais, aderiram à chamada para a greve na última quarta-feira. Várias galerias internacionais também participaram da greve, incluindo Lehmann Maupin, Simon Lee e Ben Brown Fine Art. A Pace Hong Kong disse a seus trabalhadores que eles estão livres para se juntar à greve. O Hong Kong Artist Union, um defensor da greve, está incentivando as 20 instituições culturais de Hong Kong a se juntarem à greve também.

Compartilhar:
Notícias - 02/08/2021

Artista transforma boate em um pântano 3D

Parece familiar e estranho ao mesmo tempo. Muitos berlinenses passaram pela Berghain, a casa noturna mais famosa da Alemanha, mas …

Notícias - 30/07/2021

Artefatos indígenas falsos estão sendo vendidos por museus e galerias canadenses

Um negociante canadense admitiu vender arte indígena fraudulenta a várias lojas de museus e outras empresas de arte na Colúmbia …

Notícias - 30/07/2021

Em chamas: Trágedia atinge a história da Cinemateca Brasileira

Na noite de quinta-feira, 29 de julho de 2021, a Cinemateca Brasileira foi engolida pelas chamas na zona oeste de …

Notícias - 29/07/2021

road-movie de Lúcia Murat investiga artistas latinoamericanas

Livremente inspirado na peça “Há mais futuro que passado” o road-movie “Ana. Sem Título”, da diretora Lúcia Murat (“Praça Paris”, …

Notícias - 29/07/2021

Conheça alguns dos artistas já definidos para a Bienal de Veneza

O fluxo de e-mails anunciando quais artistas estão representando seus respectivos países na Bienal de Veneza de 2022 tem sido …

Notícias - 29/07/2021

Galeria Marília Razuk exibe projeto a partir de diálogo entre artistas

Trazer ao público o processo de uma exposição que se desdobra no espaço e no tempo por meio de módulos …

Notícias - 29/07/2021

Prêmio PIPA anuncia Exposição dos Vencedores de 2020

Com uma trajetória de mais de dez anos no cenário da arte contemporânea, o Prêmio PIPA, uma iniciativa do Instituto …

Notícias - 28/07/2021

Sesc São Paulo promove exposição com obras de artistas indígenas

Encontros Ameríndios, exposição que entra em cartaz no Sesc Vila Mariana a partir do dia 31 de julho, traz um …

Notícias - 27/07/2021

Galeria Arte132 abre em São Paulo com exposição de Alex Flemming

Com foco na produção artística brasileira, a Arte132, galeria comandada por Telmo Porto abre suas portas em Moema, zona sul …

Notícias - 27/07/2021

Conheça os artistas e as obras da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Enquanto a estrela do tênis japonesa Naomi Osaka carregava a tocha olímpica escada acima durante a cerimônia de abertura dos …

Notícias - 27/07/2021

Instituto Artium abre as portas em São Paulo

O Instituto Artium, entidade cultural sem fins lucrativos, fundada em 2019, abre as portas para o público com exposição coletiva …

Notícias - 22/07/2021

Instituições anunciam iniciativa colaborativa para o mundo da arte no combate às mudanças climáticas

Os lobistas da indústria das artes Gallery Climate Coalition (GCC), a casa de leilões global Christie’s (membro do GCC) e …