Ocupa Beauvoir seleciona ilustradoras para exposição multimídia

Ocupa Beauvoir, coletivo criada para valorizar a presença das mulheres na literatura, lança, em 2020, uma ação especial: a exposição interativa e itinerante Ocupa Minas, com homenagem a 10 escritoras mineiras em uma exposição inédita. Para começar, está aberta uma convocatória para ilustradoras. As interessadas em participar da seleção podem enviar o portifólio até o dia 15 de fevereiro através do site do projeto www.ocupabeauvoir.com/

As ilustradoras selecionadas deverão criar, a partir de elementos enviados pela produção do projeto, homenagens às autoras selecionadas. Depois de prontas, as homenagens em cartazes, estarão disponíveis na exposição multimídia, que ocorrerá na Biblioteca Municipal Centenário, em Poços de Caldas (MG), cidade escolhida como sede do projeto e depois passará pelas escolas estaduais David Campista e Padrão.

A seleção das autoras para a Ocupa Minas será feita a partir de curadoria entre a idealizadora do projeto, Leila Vilhena, e a jornalista especializada em literatura escrita por mulheres, Jéssica Balbino. Ao todo, 10 autoras nascidas no estado de Minas Gerais serão celebradas na instalação, que além de contar um pouco da história de vida de cada uma e da obra, trará entrevistas, leituras na voz das autoras e cartazes disponíveis para doação ao público.

“Estamos muito felizes de poder homenagear escritoras mineiras nessa nova série de cartazes, onde vamos dar destaque a escritoras contemporâneas. Queremos selecionar através da chamada uma pluralidade não só de traços, mas de mulheres de diversas regiões do Brasil, com suas diferentes linguagens e influências de um Brasil tão grande e criativo”, diz Leila Vilhena.

A Ocupa Minas é um projeto que conta com apoio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e acontece durante o ano de 2020 em Poços de Caldas, com patrocínio do DME e apoio do Acervo Móvel. A Ocupa Beauvoir é um coletivo criada em 2018 como um movimento de apoio e fomento ao ativismo contra a desigualdade de gênero no mercado literário, dedicado a estimular o uso de arte urbana como manifesto e também como meio de acesso a leitura de escritoras mulheres.

Em 2019, a Ocupa Beauvoir realizou uma série com mulheres ativistas pelos direitos de outras mulheres assassinadas pelo Estado. Com o nome “de Rosa Luxemburgo à Marielle Franco: quem mandou matar?”, o projeto foi exposto na Festa Literária de Paraty, a Flip e teve distribuição gratuita de cartazes, bem como leituras das cartas escritas a estas mulheres pelas autoras convidadas. As cartas e ilustrações podem ser vistas no link http://margens.com.br/ocupa-beauvoir/

Além disso, no ano em que foi criado, foi selecionado pelo programa Laboratório de Inovação Cidadã, promovido pela Secretaria Íbero-americana, em Rosário, Argentina. Para 2019 o movimento feminista pretende ainda promover intervenções urbanas inspiradas em escritas mineiras e mulheres da ciência e da tecnologia.ção, corpo, política, velhice, ancestralidade, etc.

Compartilhar:
Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …

Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …