O Realismo Mágico em exposição do Georgia Museum of Art

Brian Connelly, A Night Garden, 1955

Há muito obscurecido pela ascensão do expressionismo abstrato na década de 1950, o realismo mágico está em alta novamente. O Georgia Museum of Art, da University of Georgia, apresenta a exposição “Extra Ordinary: Magic, Mystery and Imagination in American Realism” até  dia 13 de junho, buscando reexaminar como é definido o realismo mágico e expandir o cânone dos artistas que trabalharam nesta categoria.

O termo “realismo mágico” foi popularizado em 1943 durante a exposição “American Realists and Magic Realists” no Museu de Arte Moderna (MoMA), organizada pela curadora Dorothy C. Miller com assistência do diretor do museu Alfred H. Barr Jr e o empresário Lincoln Kirstein. A exposição do Georgia Museum of Art inclui obras originalmente apresentadas na mostra do MoMA, como pinturas de Ivan Albright, Paul Cadmus, Z. Vanessa Helder e Patsy Santo, bem como outros objetos de muitos dos artistas apresentados.

O realismo mágico é freqüentemente comparado ao surrealismo, mas enquanto o surrealismo se concentra na vida da mente, o realismo mágico é baseado no mundo real, mostrando elementos fantásticos como parte da vida cotidiana. O clima destas obras é frequentemente assustador e estranho. Os componentes místicos aumentam seu mistério e convidam os espectadores a olhar mais de perto. Os realistas mágicos se inspiraram no movimento alemão conhecido como Nova Objetividade e também adaptaram aspectos do surrealismo europeu para uma linguagem visual americana.

Colleen Browning , Mother and Child, Ibiza, Spain, 1951

Jeffrey Richmond-Moll, curador de arte americana do museu, organizou a exposição. Ele disse: “O realismo mágico estava muito enraizado na vida comum e comentava muito diretamente sobre a experiência cotidiana das pessoas nos Estados Unidos – desde a vida em tempo de guerra e suas consequências a questões sociais importantes, como raça e direitos civis ou direitos dos trabalhadores, a questões ambientais urgentes da época ”.

A mostra assume o desafio de definir o realismo mágico e organizar um grupo diversificado de artistas em um estilo que pode ser desconhecido para o público americano e muitas vezes esquecido. A exposição também enfatiza, nas palavras do crítico Clement Greenberg, “o extremo ecletismo agora prevalecente” no mundo da arte americana em meados do século XX. Ao fazer isso, ele destaca uma constelação mais ampla de artistas – incluindo mulheres, como Gertrude Abercrombie e Honoré Sharrer, artistas negros como Eldzier Cortor e Hughie Lee-Smith e outros artistas de regiões distantes, como Everett Spruce e Patrick Sullivan – que também se voltou para o misterioso, sobrenatural e hiperreal para examinar as principais questões sociais da época. Esses artistas abraçaram a magia ou a fantasia não como um meio de escapar da realidade cotidiana, mas como uma forma de se envolver mais diretamente com ela.

Robert Vickrey, The Coils, 1950

Fonte: ArtfixDaily

Compartilhar:
Notícias - 15/10/2021

Ruas de São Luís recebem performances

Quando corpo e rua se encontram, muitas histórias podem ser contadas e, mais do que isso, podem ser sentidas e …

Notícias - 15/10/2021

Centro do Rio ganha novo espaço de arte

Os cariocas e o Centro do Rio de Janeiro ganham uma nova opção de cultura com conteúdo e lazer. Com …

Notícias - 12/10/2021

Projeto Latitude apoia participação de galerias brasileiras na Frieze London, FIAC Paris 2021 e SP-Arte 2021

Marcando presença em importantes feiras internacionais, cinco galerias brasileiras figurarão em dois eventos de grande prestígio no mês de outubro, …

Notícias - 12/10/2021

Leilão de fotos em NFT destinará arrecadação para ações do SOS Pantanal

Até o dia 16/10 ocorre, virtualmente, o primeiro leilão de fotos em NFT 100% beneficente para ajudar em ações de …

Notícias - 12/10/2021

Museu em Roterdã inaugura ambicioso projeto e abre sua reserva técnica para visitação

O Depot [depósito] Boijmans Van Beuningen deve abrir suas portas no dia 6 de novembro de 2021 – tornando toda …

Notícias - 08/10/2021

Sotheby's anuncia obra prima de Botticelli em leilão

 

Primeiro, em julho de 2019, houve o especulativo Retrato de um Jovem, catalogado como “No estilo de Botticelli”, que foi …

Notícias - 08/10/2021

Feira em Dubai é acusada de censurar "Davi", de Michelangelo

Uma cópia impressa em 3D do David de Michelangelo está no centro da controvérsia em Dubai, onde expositores obscureceram os …

Notícias - 06/10/2021

Descoberta versão casta da "Madonna" de Munch

Na década de 1890, a representação erótica da Madona por Edvard Munch, retratada com as mãos levantadas atrás das costas …

Notícias - 06/10/2021

Mercado de arte contemporânea se recupera com quase três bilhões em vendas no último ano

O mercado de arte contemporânea arrecadou um recorde de US $ 2,7 bilhões em vendas entre junho de 2020 e …

Notícias - 06/10/2021

Inhotim apresenta obra de Rivane Neuenschwander nas ruas de Belo Horizonte

As ruas de Belo Horizonte foram tomadas por retratos, desenhos daqueles que ocuparam o posto de primeiro amor na vida …

Notícias - 01/10/2021

Artista gera polêmica ao receber verba e devolver telas em branco para museu

O artista Jens Haaning causou polêmica ao enviar telas em branco para o museu de arte na Dinamarca. A nova …

Notícias - 01/10/2021

Após mostras de Van Gogh, vem aí a experiência imersiva de Frida Kahlo

As experiências de imersão de Vincent van Gogh acontecidas recentemente nos Estados Unidos (VEJA AQUI) atraíram milhões de visitantes em …