O caso do Picasso milionário perfurado acidentalmente ainda rende polêmica

Dois anos atrás, o magnata do cassino e o colecionador de arte Steve Wynn retirou uma tela de Pablo Picasso na véspera de um leilão na Christie’s em Nova York depois que a pintura foi danificada, chegando a um prejuízo de US$ 20 milhões no valor da obra. Agora, a companhia de seguros que reembolsou a Christie’s depois que a casa de leilões pagou a Wynn está processando o empreiteiro responsável pelo caro acidente que abriu um buraco na obra-prima.

O processo, movido pela Steadfast Insurance Co., está pedindo US$ 18,4 milhões em indenizações, além de honorários legais, da TF Nugent , uma empresa familiar de pintura comercial, informa a Bloomberg.

A pintura, Le Marin, foi uma das várias obras de destaque que Wynn colocou à venda em maio de 2018, pouco antes de anunciar que se estabeleceria como comerciante de arte através de uma empresa chamada Sierra Fine Art LLC. O auto-retrato de 1943 possuía uma garantia de terceiros e era vendido por pelo menos US$ 70 milhões. Então, quando a casa de leilões se preparou para exibir o trabalho antes da venda, ocorreu este desastre.

Um funcionário da TF Nugent, que havia sido contratado para pintar as galerias da Christie’s antes da exposição, deixou uma haste de extensão para um rolo de pintura encostado a uma das paredes. Segundo a denúncia, a haste não estava presa e escorregou e caiu, colidindo com Le Marin, que estava apoiado em almofadas de espuma contra a parede, em preparação para a instalação. A haste rasgou um buraco de dez centímetros e meio na tela.

Após o incidente, a Christie’s teve o trabalho restaurado, gastando US$ 487.625 para fechar o buraco e os danos ao redor, uma área total de 17cm de comprimento e 5cm de largura.

A Steadfast contratou dois especialistas em arte para avaliar o trabalho restaurado e avaliar quanto o acidente afetou seu valor. O processo argumenta que os avaliadores descobriram que a pintura já havia valido até US$ 100 milhões, mas que o acidente havia diminuído seu valor em 20%, ou US$ 20 milhões, “dada a extensão dos danos físicos ao Le Marin e ao danos à reputação que acompanham.”

Com base nesse número, a Christie’s negociou um acordo com a empresa de Wynn, Sierra Fine Art, pagando US$ 18,74 milhões – dinheiro que foi reembolsado pela Steadfast, a companhia de seguros da casa de leilões.

A ação da Steadfast argumenta que “Le Marin foi danificado devido a atos negligentes e / ou descuidados” por parte da TF Nugent, e que a empresa de pintura quebrou seu contrato com a Christie’s por não cumprir seu “dever de agir com cuidado e com respeito” ao desempenho de seus deveres de pintar as galerias de Christie’s.” A companhia de seguros alega que a TF Nugent deve reembolsá-la pelas despesas de US$ 18,4 milhões incorridas como resultado da “negligência” da empresa de pintura.

Wynn, certa vez danificou uma outra obra-prima de Picasso de sua coleção, o retrato de 1932, Le Rêve, acidentalmente colocando o cotovelo nele em 2006. Felizmente, o dano foi reparável e Wynn o vendeu ao gerente de fundos de hedge Steve Cohen por US$ 155 milhões em 2013. (Ele processou sua companhia de seguros primeiro).

Fonte e tradução: Artnet News

Compartilhar:
Notícias - 26/11/2021

Steve McCurry e a resiliência da infância em fotos

De meninas enfrentando o Mar de Sulu a crianças em idade escolar no Afeganistão, no novo livro Stories and Dreams …

Notícias - 26/11/2021

Veja resenha de nova biografia de Magritte, um homem de mistério

Ao contrário de seus contemporâneos surrealistas, René Magritte tendia a manter Freud à distância de sua obra – embora poucos artistas ofereçam …

Notícias - 26/11/2021

A 'amizade íntima' de Basquiat e Warhol é explorada em drama

A exposição prometia ser de tirar o fôlego, com os dois artistas usando luvas de boxe no pôster. Mas a ansiosamente …

Notícias - 26/11/2021

Imagem da semana: Um espírito emerge de um depósito de lixo no Senegal

Outside Dakar, capital do Senegal, é um depósito de lixo com seu próprio nome: Mbeubeuss. O terreno onde fica situado foi …

Notícias - 26/11/2021

A moda esquisita de Helmut Newton - em imagens

As sessões inusitadas do fotógrafo para revistas como Vogue e Vanity Fair tiveram uma influência duradoura nas artes visuais – …

Notícias - 18/11/2021

Frida Kahlo bate recorde em leilão da Sotheby's

Três lágrimas escorrem pelo rosto de Kahlo, seu cabelo solto sobre os ombros, enquanto a imagem de seu marido, o …

Notícias - 18/11/2021

artistas se unem em projeto pela descriminalização do aborto

“Eu acho que a arte sintetiza uma maneira de falar as coisas que atinge o coração das pessoas de um …

Notícias - 17/11/2021

Revelado o comprador do Giacometti de US$ 78,4 milhões

O chinês Justin Sun, de 31 anos, bilionário em tecnologia e fundador da plataforma de criptomoeda TRON, anunciou-se como o …

Notícias - 17/11/2021

Casa Fiat de Cultura abre seleção para a Piccola Galleria

A Casa Fiat de Cultura está com inscrições abertas para o 5º Programa de Seleção da Piccola Galleria. Artistas brasileiros …

Notícias - 17/11/2021

Artistas cubanos boicotam a Bienal de Havana

Antes da abertura da Bienal de Havana deste ano, artistas e ativistas cubanos estão fazendo um apelo veemente ao boicote …

Notícias - 12/11/2021

4ª Bienal recebe Maria Gadú e BNegão em ativação de obra

Um dos destaques da programação pública da 34ª Bienal de São Paulo – Faz escuro mas eu canto são as …

Notícias - 12/11/2021

Galerias brasileiras marcam presença na Artissima XYZ e na Paris Photo

Os eventos de arte continuam em alta pelo mundo e a participação de galerias brasileiras nesse circuito internacional artístico ganha …