Novo estudo descobre os motivos dos delírios de Van Gogh antes do suicídio

Um estudo pioneiro sobre a saúde psiquiátrica de Vincent van Gogh nos anos anteriores ao seu suicídio descobriu que o artista estava delirando, em parte devido à abstinência do álcool após cortar sua orelha e ser internado no hospital.

Um artigo publicado por pesquisadores no International Journal of Bipolar Disorders apontou para evidências de que Van Gogh era cada vez mais dependente de vinho e absinto de 1886 até sua morte em 29 de julho de 1890 aos 37 anos.

Os últimos três anos da vida do artista foram alguns dos mais produtivos, durante os quais o artista holandês pintou mais de 30 autorretratos e a série de sete pinturas de girassóis.

Depois de dar ouvidos a uma mulher em um bordel, Van Gogh foi hospitalizado três vezes consecutivas em Arles, França, entre dezembro de 1888 e maio de 1889, e posteriormente transferido para o asilo de Saint-Rémy-de-Provence em maio de 1889.

Durante duas de suas internações, Van Gogh escreveu que sofreu “alucinações insuportáveis”, ansiedade e pesadelos. Ele descreveu como uma “febre ou loucura mental ou nervosa, não sei bem o que dizer ou como nomear”.

Os pesquisadores sugerem que os sintomas estão ligados a um período forçado sem álcool. Eles acrescentam que os dois delírios relacionados à abstinência foram seguidos por “episódios depressivos graves (dos quais pelo menos um com características psicóticas) dos quais ele não se recuperou totalmente, levando finalmente ao suicídio”.

“Aqueles que consomem grandes quantidades de álcool em combinação com a desnutrição, correm o risco de comprometimento da função cerebral, incluindo problemas mentais”, escreveram os pesquisadores. “Além disso, a interrupção abrupta do consumo excessivo de álcool pode levar a fenômenos de abstinência, incluindo delírio.

“Portanto, é provável que pelo menos a primeira breve psicose em Arles nos dias após o incidente na orelha durante o qual ele provavelmente parou de beber abruptamente, foi na verdade um delírio de abstinência de álcool. Só mais tarde em Saint-Rémy, quando foi forçado a minimizar ou mesmo parar de beber, provavelmente conseguiu e também não teve mais problemas de abstinência.”

O artigo esvazia uma série de outras teorias relacionadas à saúde mental de Van Gogh. Um dos primeiros diagnósticos após sua morte foi esquizofrenia, mas os pesquisadores descobriram que ele não exibia nenhum sintoma psicótico antes do incidente no ouvido aos 35 anos, nem durante os intervalos entre seus episódios psicóticos nos últimos 15 meses de vida. Eles observam a falta de sintomas relevantes, como diminuição da expressão emocional.

Os pesquisadores também sugerem que é improvável que Van Gogh tivesse sífilis, mesmo tendo recebido tratamento para gonorréia e Theo morrido seis meses depois dessa infecção. Eles não encontraram nenhuma sugestão de sífilis nos papéis dos médicos de Van Gogh.

Eles também duvidam da teoria de que ele sofreu envenenamento por monóxido de carbono de lâmpadas a gás em sua casa em Arles. “Não há outros relatos de (possível) envenenamento por monóxido de carbono em Arles”, disse o estudo.

Os autores, porém, não descartam que ele teve epilepsia nos últimos meses, “resultando em uma expressão altamente variável de ansiedade, delírios e alucinações”.

O estudo acrescentou: “Apesar de todos esses problemas que contribuíram para suas doenças, nós também gostaríamos de enfatizar que Van Gogh não foi apenas um grande e influente pintor, mas também um homem inteligente com uma enorme força de vontade, resiliência e perseverança.”

Fonte: The Guardian

Compartilhar:
Notícias - 25/02/2021

Carlos Bracher fará retrato ao vivo e à distância com exibição online

Dando continuidade ao projeto Ateliê Casa Bracher, no dia 27 de fevereiro, o pintor mineiro Carlos Bracher fará uma pintura …

Notícias - 25/02/2021

ArtRio abre inscrições para edição 2021

A ArtRio confirma sua 11ª edição, em 2021, e abre inscrições para as galerias nacionais e internacionais que desejarem participar …

Notícias - 24/02/2021

Obras de artistas contemporâneos estão com valores especiais em ação da ABACT

A Associação Brasileira de Arte Contemporânea (ABACT) começa o ano com uma oportunidade única para colecionadores e amantes de arte …

Notícias - 24/02/2021

Obras de arte de Edvard Munch ganham novo museu em Oslo

A primavera foi uma fonte recorrente de inspiração para Edvard Munch, e agora a estação marca um começo especialmente novo …

Notícias - 24/02/2021

O Realismo Mágico em exposição do Georgia Museum of Art

Há muito obscurecido pela ascensão do expressionismo abstrato na década de 1950, o realismo mágico está em alta novamente. O …

Notícias - 24/02/2021

Desenhos não publicados de Dalí lançam luz sobre as conexões dos surrealistas com obras de antigos mestres

Uma nova pesquisa revelou uma estreita ligação entre Salvador Dalí e Leonardo da Vinci. De acordo com um relatório do …

Notícias - 23/02/2021

Série do Inhotim mostra os bastidores do restauro de obra de Hélio Oiticica

Um episódio especial da série Bastidores, do Inhotim, entrou no ar no último sábado, dia 20. Nele, você fica sabendo …

Notícias - 23/02/2021

Eduardo Kobra cria obra com cilindro de oxigênio para arrecadar fundos para o Amazonas

O UniãoBR, movimento de voluntários de todo o Brasil, realizou uma parceria inédita com o artista urbano Eduardo Kobra. Conhecido …

Notícias - 23/02/2021

Espetáculo online apresenta inventário sobre José Leonilson

O espetáculo Ser José Leonilson ganha versão audiovisual ao vivo para ser transmitida em tempos de teatros fechados e programações …

Notícias - 23/02/2021

MIS Experience: destaques da mostra de Leonardo da Vinci

O MIS Experience está novamente aberto para visitas presenciais, e agora com preços reduzidos. Até o dia 28 deste mês …

Notícias - 18/02/2021

Documentários sobre artistas em nova série televisiva

A cineasta Malu de Martino estréia, na próxima quinta-feira, dia 18 de fevereiro, a primeira temporada da série de documentários …

Notícias - 13/02/2021

Flávia Junqueira promove intervenções em quadras de escolas de samba

O vazio deixado nas quadras das escolas de samba e no Sambódromo do Rio de Janeiro será preenchido com intervenções …