Novas obras e artistas estão disponíveis no Programa Convida do Instituto Moreira Sales

Midia Ninja, Qual é a sua máscara?

Já estão disponíveis, no site do Instituto Moreira Salles, novos trabalhos de artistas e coletivos produzidos para o Programa Convida. As obras, em formato virtual, podem ser acessadas gratuitamente na seguinte página: convida.ims.com.br. Entre as novidades, estão trabalhos inéditos dos cineastas Karim Aïnouz e Grace Passô, dos cartunistas Angeli e Allan Sieber, dos coletivos Mídia Ninja e Slam das Minas RJ, das artistas Giselle Beiguelman e Rosa Luz, entre outros.

Lançado no dia 15 de abril, o Programa Convida é um projeto de apoio à produção artística, no contexto da epidemia da covid-19. Numa primeira etapa, foram comissionados cerca de 60 artistas e coletivos para produzirem obras inéditas para o site do IMS. Eles foram convidados segundo critérios que levam em conta a diversidade de identidades presentes no Brasil – de raça, gênero, regionalidade, contexto social e cultural.

A plataforma do programa é atualizada diariamente, conforme a chegada dos trabalhos. Grande parte já está disponível. Entre os destaques, está o curta-metragem Missão Perséfone, do diretor cearense Karim Aïnouz. O filme se passa em 3020, cem anos após a vida animal ter sido extinta na Terra, em 2020. Com um viés distópico, tece uma forte crítica à devastação do meio-ambiente. Outra novidade é o curta República, da atriz e dramaturga mineira Grace Passô. Entre ficção e realidade, o filme aponta a dimensão surreal do atual momento do Brasil.

O site também apresenta três desenhos coloridos inéditos de Angeli, um dos principais cartunistas brasileiros, conhecido por suas charges políticas. Já o cartunista Allan Sieber publica a série Utopia delirante, com três ilustrações sobre as expectativas de futuro após a epidemia. O artista João Pinheiro, por sua vez, assina a história em quadrinhos Farol de Quebrada, na qual retrata as consequências da epidemia na vida dos moradores do Jardim Brasília, na Zona Leste de São Paulo.
Há também um projeto desenvolvido pelo Mídia Ninja. O coletivo reúne imagens e vídeos postados pelo público, no Instagram, com a hashtag #QuarentenaProjetada. As obras – registros íntimos e politizados sobre o atual momento – são redirecionadas para o site do IMS. Outro trabalho feito de forma colaborativa é o do Slam das Minas RJ. O coletivo publica uma série de vídeos com apresentações de poesia falada feitas por artistas convidadas. Elas refletem sobre temas como desigualdade, corpos dissidentes e a emancipação feminina.

Com uma produção engajada, a cantora mineira Brisa Flow apresenta a canção inédita Hija de Kuyen, procurando o sol. Na música, canta sobre a vida em quarentena e a passagem do tempo, numa visão inspirada nas tradições da etnia Mapuche, da qual é descendente. Em diálogo, o site apresenta também um videoclipe do Brô MC´s, primeiro grupo de rap indígena do Brasil, formado por jovens das etnias Guarani e Kaiowa. Intitulado Retomada, o clipe é uma defesa da demarcação de terras indígenas.

Também já está disponível o projeto de net art Coronário, da artista e professora paulista Giselle Beiguelman. O trabalho aborda o tema da vigilância, tendo como ponto de partida um pequeno glossário, com as palavras mais acessados no Google, no contexto da covid-19. Outro destaque é o vídeo Quaren$onho, da artista e youtuber brasiliense Rosa Luz. Em um retrato íntimo de sua rotina em seu apartamento em Carapicuíba, São Paulo, a artista reflete sobre as dificuldades do atual momento e a luta de autoafirmação da comunidade trans.

Além das obras citadas, há vários outros trabalhos no site. O público pode acompanhar as atualizações na página: convida.ims.com.br. Desse modo, mesmo com seus centros culturais (São Paulo, Rio de Janeiro e Poços de Caldas) fechados e suas equipes trabalhando em casa, o IMS busca trazer interpretações muito particulares de uma grande diversidade de criadores.

Veja abaixo a lista completa de artistas e coletivos convidados do programa:

Ação Educativa, SP
Adirley Queirós, cineasta, Ceilândia, GO

Agência de Redes para Juventude, RJ
Aleta Valente, artista, Rio de Janeiro, RJ
Allan Sieber, cartunista, Rio de Janeiro, RJ
Ana Paula Maia, escritora carioca, vive em Curitiba, PR

Ana Pi, coreógrafa e pedagoga mineira, vive na França
Angeli, cartunista, São Paulo, SP

Brisa Flow, compositora/rapper mineira, vive em São Paulo, SP

Brô MCs, rappers das etnias Guarani e Kaiowa, Dourados, MS
Castiel Vitorino Brasileiro, artista visual, macumbeira e psicóloga, natural de Vitória, ES, vive em São Paulo, SP

Cidinha da Silva, escritora, Belo Horizonte, MG

Davi de Jesus do Nascimento, artista, Pirapora, MG

Débora Bolsoni, artista visual carioca, vive em São Paulo, SP

Denilson Baniwa, artista, Barcelos, AM
Desali, artista visual, Contagem, MG

Edgar, multiartista, Guarulhos, SP

Edmilson Ferreira e Antonio Lisboa, repentistas, Várzea Grande, PI, e Marcelino Vieira, RN

Família Ernest Dias, músicos, Brasília, DF, Rio de Janeiro, RJ, e Belo Horizonte, MG

Feira Preta, SP

Geovani Martins, escritor, Rio de Janeiro, RJ

Giselle Beiguelman, artista visual, São Paulo, SP

Grace Passô, atriz, dramaturga e cineasta, Belo Horizonte, MG
Grupo EmpreZa, coletivo de artes visuais e ações performáticas, vários estados
Gustavo Caboco, artista visual Wapichana, Curitiba, PR

Helena Ignez, atriz e cineasta baiana, vive em São Paulo, SP
Ilê Sartuzi, artista visual, São Paulo, SP

Ilessi, cantora e compositora, Rio de Janeiro, RJ

Imagens do povo, Rio de Janeiro, RJ

Itamar Vieira Junior, escritor, Salvador, BA

Jaider Esbell, artista visual, Normandia, RR

João Pinheiro, artista visual e autor de histórias em quadrinhos, SP

Karim Aïnouz, diretor de cinema, roteirista e artista visual cearense, vive em Berlim, Alemanha

Leona Vingativa, artista visual, Belém, PA

Limitrofe Television (Enantios Dromos e Pedro Ferreira), coletivo, Bagé, RS, e Jundiaí, SP

Linoca Souza, ilustradora, São Paulo, SP

Lorran Dias, cineasta, artista e curador independente, Rio de Janeiro, RJ

Marcelo Rocha, fotógrafo e ativista em educação e negritude, Mauá, SP

Micheli Kaiowá (MS), Graciela Guarani (CE), Patrícia Ferreira Pará Yxapy (RS) e Sophia Pinheiro (GO), coletivo de cineastas

Mídia Ninja, coletivo, vários estados

Miguel Chikaoka, fotógrafo paulista, reside em Belém, PA

Milena Manfredini, antropóloga e cineasta, Nova Iguaçu, RJ

Mulambö, artista visual, Rio de Janeiro, RJ

Musa Michelle Mattiuzzi, performer, diretora de cinema, escritora, São Paulo, SP

Nelson da Rabeca e Dona Benedita, compositores, Marechal Deodoro, AL

Panmela Castro, artista visual, Rio de Janeiro, RJ

Paulo Scott, escritor nascido em Porto Alegre (RS), vive em São Paulo, SP

Projeto Retratistas do Morro, fotógrafos, Belo Horizonte, MG

Radio Diaspora, músicos, São Paulo, SP

Redes da Maré / Escola Livre de Dança, Rio de Janeiro, RJ

Rocinha Resiste, Favela da Rocinha, Rio de Janeiro, RJ

Roger Cipó, fotógrafo, São Paulo, SP

Rosa Luz, artista, natural de Gama, DF, vive em Carapicuíba, SP

Sallisa Rosa, artista, Goiânia, GO; Renata Tupinambá, jornalista, Niterói, RJ; Davi Marworno, cineasta, Oiapoque, AP; e Edgar Kanaykõ Xakriabá, fotógrafo, MG

Slam das Minas, RJ

Socorro Acioli, escritora, Fortaleza, CE

Takumã Kuikuro, cineasta, Alto Xingu, MT

Thelmo Cristovam, artista sonoro, Olinda, PE

Ventura Profana, artista, Salvador, BA

Verónica Valenttino, atriz e cantora, natural de Fortaleza, CE, vive em São Paulo, SP

Vinicius Silva, cineasta, São Paulo, SP

Yasmin Thayná, cineasta, Nova Iguaçu, RJ

Compartilhar:
Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …

Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …