Na quarentena, Instagrafite cria o Women on Walls (WOW), o primeiro programa gratuito que profissionaliza exclusivamente mulheres artistas visuais

Com aulas online, projeção em São Paulo e festival de muralismo com line-up só de mulheres, programa lança 86 artistas da nova geração da arte urbana e contemporânea

Com curadoria e produção de diversos projetos disruptivos e internacionais que garantiram visibilidade para artistas ao longo de quase uma década de atuação, esse ano o Instagrafite, mergulha na valorização de mulheres artistas através do WOW (Women On Walls), o primeiro programa internacional gratuito de capacitação para artistas visuais.

O apoio à comunidade artística feminina inicialmente teria as aulas presenciais em São Paulo, mas que, por conta da quarentena, foram migradas para o espaço digital via Zoom e com transmissão ao vivo, hospedada no Youtube. Mostrando que “Art Is Female”, o programa tem levado conteúdo sobre “Mercado de Arte Urbana”, “Arte e Feminismo”, “Arte e Ancestralidade”, e demais assuntos, para acesso público no Youtube e para as 86 alunas, que foram selecionadas pelo projeto como expoentes da nova geração de arte pública brasileira, espalhadas por quase todos os estados do Brasil, de norte a sul. Não é somente um acesso ao conteúdo pelas alunas, a aproximação e troca é muito grande. Este apoio de mentoria abre espaço para a troca com 32 professoras, entre elas, artistas e curadoras reconhecidas mundialmente que se dedicaram ao WOW sem remuneração, pela causa de enaltecer uma narrativa em direção à evolução da mulher que tem o sonho de performar na rua. Entre algumas professoras, podemos citar Panmela Castro, Criola, Hanna Lucatelli, Lídia Viber, Paola Delfin, Anne Galante, Gleo, Faith47, Tatiana Suarez, Jasmin Siddiqui (Herakut), Rosana Paulino e Nina Pandolfo.

Aula com artista Rosana Paulino ZOOM final – despedida WOW – dia 24/7

 

“Antes da pandemia eu já estava tendo uma crise artística e pessoal. Sentia uma falta de confiança no meu trabalho, o que refletiu na minha produção artística. Então, quando eu vi que o WOW estaria disponível no Youtube, fiquei muito feliz! As aulas sempre me passam uma energia, uma vontade de conquistar. Eu olho essas mulheres maravilhosas palestrando e penso: vou chegar lá. Me dá esperança”, conta Camila Siren, artista da cena, que não é aluna, mas que acompanha todo o conteúdo pelo Youtube.

 

O projeto foi idealizado, conduzido e teve curadoria do braço feminino do hub artístico: “O distanciamento físico, com a pandemia, nos fez refletir e colocar em prática o maior propósito do Instagrafite: ser um canal de expansão à comunidade artística. Eu, como curadora mulher, me vi na obrigação de criar o WOW – um projeto necessário às mulheres que querem desbravar às ruas do mundo com sua arte. A mulher é muito autocrítica, muito mais exigente consigo que o homem, tem uma bagagem extra por sua agenda de afazeres domésticos, responsabilidade emocional e cuidados com a família/filhos. Proporcionar este programa é criar uma base sólida de apoio a estas artistas, mostrando que não estão sozinhas e que juntas podemos conquistar mais espaços de trabalho e visibilidade. É a pura tecnologia ancestral que estamos resgatando, a egrégora da arte.” divide Marina Bortoluzzi sócia do Instagrafite.

Marina Bortoluzzi sócia do Instagrafite

 

“O WOW mudou minha vida, minha perspectiva e meu olhar em relação ao meu trabalho. Eu já estava estudando sozinha, tentando buscar respostas, tentando me conhecer mais profundamente e o universo me trouxe este presente. Não há palavras que possam expressar toda a minha gratidão, é imensurável. Agradeço, especialmente, o cuidado de terem pensado nas mulheres negras. O Instagrafite fez um trabalho incrível, nunca tinha tido aulas online, e amei a experiência, fizeram tudo com muito carinho e dedicação.” – Railde Diniz, uma das alunas, de São Luís, Maranhão.

O WOW tem a pretensão de acontecer anualmente. Este ano, a primeira edição compôs de 24 aulas online, que estão disponíveis no Youtube, e mentoria com análise de 60 portfólios pelo Instagrafite e por curadoras convidadas, como Carollina Lauriano, além de grupo de apoio às artistas por Whatsapp. Para a classe de 2020, projeções com artes das artistas do WOW estamparam um prédio da Consolação, em parceria com o projeto Falando pelas Paredes: https://www.youtube.com/watch?v=Ty9s9bpDJ9I

West Side Gallery 2ª edição: 400 m de pintura feitas por e para mulheres

Além da capacitação de mulheres artistas, mais do que nunca, o Instagrafite reforça a importância da arte como ferramenta social para a manifestação por direitos das mulheres, não apenas na esfera profissional e artística, mas dentro da sociedade. Numa velocidade instantânea, introduziu diversas alunas do WOW para a II Edição da West Side Gallery, um dos maiores corredores de arte urbana da região metropolitana do Estado de São Paulo e do Brasil. Serão grafitados 1.290,35 m² (435 metros lineares) nos muros no Corredor Oeste, feita por 17 artistas mulheres, deixando uma tela em branco para cada artista realizar o seu trabalho. Desta vez, os grafites serão pintados na Avenida Feres Nacif Chaluppe no trecho entre a delegacia de polícia e a parada de ônibus, próximo da estação de trem da CPTM Itapevi.

Entre elas, escolhidas por sua curadoria e produção: Ana Mandalas, Tuka, Ju Vomero, Jess Vieira, Aline Awel, Ziza, Afolego, Kelly Reis, Carol Murayama, Jady Salvático, Gi Favetta, Mônica Barbosa e Chermie.

Com idealização da Prefeitura de Itapevi, pela segunda vez, o Instagrafite levará ao projeto sua expertise em conectar arte e inovação para revitalizar áreas públicas como uma galeria a céu aberto que anuncia, como uma carta aberta, uma mensagem positiva à retomada da cidade, pós-quarentena.

Alunas do WOW pintando murais da II Edição da West Side Gallery

Alunas do WOW pintando murais da II Edição da West Side Gallery

Alunas do WOW pintando murais da II Edição da West Side Gallery

Alunas do WOW pintando murais da II Edição da West Side Gallery

Alunas do WOW pintando murais da II Edição da West Side Gallery

Alunas do WOW pintando murais da II Edição da West Side Gallery

A revitalização da região central de Itapevi contará com a arte urbana de mulheres locais e de demais regiões da Grande São Paulo. Os estilos serão variados, entre figurativo e abstrato/geométrico. As pinturas serão realizadas com o material típico do grafite spray e tintas látex. Os conteúdos apresentarão a força, sensibilidade e intuição feminina em obras originais e autorais das artistas convidadas.

Compartilhar:
Notícias - 30/10/2020

Museu Oscar Niemeyer reabre em Curitiba com três novas exposições

O Museu Oscar Niemeyer (MON) inaugura mais uma nova exposição: “A Violência sob a Delicadeza”, da artista visual Vera Martins. …

Notícias - 30/10/2020

10ª edição da Mostra 3M de Arte discute o coletivo e o urbano com esculturas no Parque Ibirapuera

Em 2020, a Mostra 3M de Arte realiza sua décima edição e escolheu um dos espaços públicos mais importantes da …

Notícias - 30/10/2020

Um espetáculo maravilhoso e estrondoso: vejam o que estão dizendo sobre a exposição retrospectiva de William Turner

Da representação mais devastadora do comércio de escravos a um naufrágio eroticamente carregado, dos redemoinhos do mar de tirar o …

Notícias - 30/10/2020

Heróis LGBTQIA+ da África do Sul, os sacrifícios de uma feminista romana destemida

Tate Modern apresenta a primeira grande pesquisa do Reino Unido sobre o ativista visual Zanele Muholi

VEJA AQUI matéria completa sobre …

Notícias - 30/10/2020

Os museus dos EUA ainda estão em crise?

Imagem: Lucretia, de Lucas Cranach, foi à venda na Christie’s em 15 de outubro. Foto: Christie’s.

Na crise Corona, o Museu …

Notícias - 28/10/2020

Em fotografia: como a pandemia ressignificou o cotidiano

Por Milena Buarque Lopes Bandeira (Itáu Cultural)
Com o mundo em suspensão, olhares vacilantes e temerosos voltaram-se para dentro. O silêncio …

Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …