Museu de Connecticut é acusado de censura após remover obra considerada “imprópria”

A Coalizão Nacional Contra a Censura (NCAC) publicou uma carta aberta ao Museu de Arte Lyman Allyn em New London, Connecticut, exigindo o retorno de uma obra de arte retirada no final de junho. A videoinstalação de Rebecca Goyette, “My Snake Is Bigger Than Your Snake” (2021), incluída na mostra The Will to Change: Gathering as Praxis, foi removida apenas três dias após a abertura do programa devido ao fato de o conteúdo ser considerado “impróprio para crianças” e por estar  “perturbando o público”.

Dedicada a críticos, The Will to Change é o sexto evento da série de exposições anuais com curadoria de Nasty Women Connecticut, e reúne 65 trabalhos de artistas feministas e queer contemporâneos. O diretor executivo do NCAC, Christopher Finan, elogiou a disposição do museu de se comprometer em substituir incluir um código QR para o vídeo completo de Goyette, mas lamentou a “triste ironia” de remover um trabalho que eleva a positividade sexual e de gênero para pessoas queer de meia-idade.

“Referências à sexualidade estão presentes em muitas obras, tanto clássicas quanto contemporâneas”, escreveu Finan. “Nus sedutores e cenas de violência e estupro enfeitam os corredores da maioria dos museus. Crianças e grupos escolares visitam e saem ilesos. Os tratamentos feministas contemporâneos da sexualidade estão, talvez, mais na sua cara, mas, sem dúvida, apresentam um ponto de vista mais saudável, muitas vezes mais engraçado e mais equitativo.”

My Snake Is Bigger Than Your Snake” é um filme extravagante e surrealista baseado na experiência de Goyette vendendo a casa de seu falecido pai para um homem com uma camisa em que está escrita a frase do título. Ela aparece como uma rainha lagosta com uma vagina escultural macia se posicionando contra um “homem-cobra” com um chapéu vermelho. Ao longo do caminho, a Virgem Maria aparece e dá à luz uma criança que pertence à comunidade da rainha e não a uma mãe e pai específicos. Segundo o artista, o filme explora o luto como um processo criativo.

Goyette disse que muitas vezes percebe “atritos” por elidir os ideais heteronormativos dessa maneira. “Estou explorando como tirar a sexualidade do armário secreto sem ficar com vergonha. Este é um reino consentido e generativo para todos nós, ligados à procriação ou não. Quanto mais falarmos sobre o tema, mais controle teremos e maior será a probabilidade de evitarmos a violência sexual e a discriminação”.

O diretor da Lyman Allyn, Sam Quigley, afirma que este não foi um ato de censura, mas de “curadoria”. Em entrevista, ele afirmou que todas as 65 obras chegaram pouco antes da abertura, deixando pouco tempo para revisão.

“Quando oferecemos a galeria, não sabíamos que eles estariam montando uma exposição sem passar por um júri”, disse Quigley. “Senti que esse trabalho em particular chamou muito a atenção, o que foi um desserviço para os outros artistas em exibição nas imediações”, acrescentou. “Estou totalmente confortável com esse compromisso e lamento que a artista esteja chateada.”

Em um comunicado postado em suas redes sociais e site, Nasty Women Connecticut contestou a caracterização de que o trabalho de Goyette estava ofuscando outras peças. “Esses trabalhos são mostrados lado a lado para desafiar as hierarquias construídas no sistema do mundo da arte e priorizar o compartilhamento de ideias, o pensamento comunitário e a alegria de fazer e olhar arte”, disseram os organizadores.

A declaração, que agora foi colocada ao lado da peça removida, também fornece informações sobre como a mostra anual se reúne.

“A cada ano organizamos uma chamada aberta para convidar artistas a refletirem sobre como o movimento liderado por artistas é feminista”, diz o texto. “Interrogamos a história do movimento feminista com os olhos abertos, chamando a atenção para as maneiras como ele tem sido uma agenda liderada por brancos, servindo a brancos e capacitada, com a exclusão de comunidades negras, pardas, indígenas e LGBTQIA+”.

Em um e-mail enviado a Goyette em 21 de junho, Jane LeGrow, de Lyman Allyn, admitiu que uma “falha de tecnologia” durante a instalação a impediu de ver o vídeo completo de 13 minutos.

Goyette afirma que essa confusão administrativa, combinada com o momento, criou uma situação difícil não apenas para ela, mas para Nasty Women Connecticut e artistas em geral, à medida que funcionários do governo retiram direitos que garantem autonomia corporal.

“O museu realmente atrapalhou muito, porque agora as Nasty Women [organizadoras] não estão promovendo a mostra ou postando imagens nas mídias sociais”, disse Goyette. “Mas não estou tentando ferir outros artistas – estou procurando justiça. Não acho que isso tenha sido tratada adequadamente e acredito que todos os artistas que passam por isso precisam se manifestar.”

Compartilhar:
Notícias - 09/08/2022

Olafur Eliasson cria impressionante pavilhão de degustação para vinícola na Califórnia

O artista e arquiteto islandês-dinamarquês Sebastian Behmann projetou um pavilhão caleidoscópico para o Donum Estate, um dos principais produtores do …

Notícias - 09/08/2022

Brasileira recebe prêmio internacional de fotografia

A brasileira Verônica Alkmim França é a responsável por uma das 20 imagens vencedoras do British Journal of Photography’s FEMALE …

Notícias - 09/08/2022

Orgia artística de Hermann Nitsch é apresentada na Áustria

O Castelo Prinzendorf em Mistelbach, Baixa Áustria, local idílico do Orgien-Mysterien-Theater de Hermann Nitsch, é um lugar de intenso “ser”. …

Notícias - 09/08/2022

Oferendas de Arte de Jeff Koons a Apolo, Deus do Sol, são expostas em Ilha Grega

A imagem de Apolo é a peça central do espetáculo multissensorial do artista Jeff Koons na ensolarada ilha grega de …

Notícias - 09/08/2022

I Bienal Carioca de Arte Indígena com atrações gratuitas

Artistas indígenas de todo o Brasil relembram as lutas dos povos originários do Brasil na I Bienal Carioca de Arte …

Notícias - 08/08/2022

Quando os esportes imitam a arte

O que uma falta da NBA e uma pintura de Pietà renascentista compartilham em comum? Muito, na verdade.

“A vida imita …

Notícias - 08/08/2022

Andy Warhol: Cars - Exposição combina carros coloridos das pinturas de Warhol com automóveis clássicos que os inspiraram

Foi a encomenda final de Andy Warhol: em 1986, a montadora alemã Mercedes-Benz ficou sabendo das serigrafias do artista pop …

Notícias - 08/08/2022

Lourdes Grobet, icônica fotógrafa mexicana de Lucha Libre, morre aos 81 anos

Lourdes Grobet, a artista mexicana cujas fotografias celebravam o mundo da lucha libre com dignidade e franqueza, morreu em 15 …

Notícias - 08/08/2022

'Falo de três metros': escultura de Antony Gormley cai em desgraça com estudantes universitários

Os planos de instalar uma escultura de Antony Gormley no Imperial College, em Londres, causaram preocupação entre os estudantes da …

Notícias - 08/08/2022

Artista italiano afirma ser Pak, criador do NFT mais caro de todos os tempos

A identidade de um dos criadores mais proeminentes da arte criptográfica foi revelada. Bem, talvez. Em um tweet enigmático , …

Notícias - 08/08/2022

Alemanha registra mais de 1.500 crimes politicamente motivados contra memoriais

Na Alemanha, as autoridades registraram 1.514 crimes politicamente motivados contra memoriais nos últimos cinco anos. Até 26 de julho de …

Notícias - 05/08/2022

Atores de musical apresentam a vida de van Gogh em mostra imersiva

A exposição “Van Gogh Live 8k” chegou à Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Em formato imersivo, são mais de …