MAC USP lança projeto em parceria com São Paulo Companhia de Dança e OSESP

Foto: Marcos Alonso

O Museu de Arte Contemporânea da USP pretende promover de forma efetiva uma série de diálogos entre as artes visuais e outras linguagens artísticas. A primeira experiência pode ser vista na criação audiovisual Amálgama, desenvolvida pela São Paulo Companhia de Dança (SPCD) em parceria com o MAC USP e o Quarteto Osesp, formado por membros da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. As obras da exposição permanente do Museu, localizada no 7º e 6º andares do prédio, inspiram o cenário para o trabalho concebido durante o contexto de distanciamento social, em um projeto que estabelece um diálogo entre dança contemporânea, música de câmara, moda e a coleção do museu e está em sintonia com o tema da Temporada 2020 da SPCD, inspirada em Clarice Lispector e batizada de Permanência e Inovação.

Conduzidos por coreografia inédita assinada por Henrique Rodovalho e trajando figurinos de Ricardo Almeida, os bailarinos da Companhia investigam novos modos de interação entre os movimentos e a música com as formas, cores e texturas de 23 obras selecionadas por Ana Magalhães, diretora e curadora do MAC USP, de artistas como Umberto Boccioni, Anita Malfatti, Regina Silveira, Simon Benetton, Henry Moore, Tarsila do Amaral e Amedeo Modigliani, entre outros. “A interação entre as diferentes manifestações artísticas é algo muito importante para o MAC USP. Esse diálogo é ainda mais lindo porque trabalha com o universo do sensível, convidando o público a perceber o acervo do Museu de uma maneira completamente nova”, diz Ana Magalhães.

“Busquei acrescentar uma camada a mais de percepção das obras ora com movimentos logo à frente dos quadros, refletindo sobre a provocação das telas, ora com gestos por entre as esculturas, expandindo suas conexões e ampliando as emoções que elas provocam no observador”, explica Rodovalho. A performance é acompanhada por obras dos compositores brasileiros Francisco Mignone (1897-1986) e Rafael Amaral, em  repertório proposto pelo maestro da Osesp, Antonio Carlos Neves Pinto, coordenador do Centro de Documentação Musical, de forma a valorizar criações brasileiras de diferentes períodos, evocando elementos nacionalistas em um diálogo rítmico com as linhas e cores das telas e esculturas e com os gestos precisos da dança.

Foto: Marcos Alonso

Para Inês Bogéa, diretora artística da Companhia, “este é um trabalho extremamente colaborativo, para o qual cada parceiro trouxe suas contribuições e percepções específicas. As telas, esculturas, músicas e a arquitetura presentes no vídeo falam sobre o século XX e reverberam até o século XXI, ganhando novos significados por meio da contemporaneidade da coreografia de Henrique Rodovalho. Esse diálogo com o passado sob o olhar do presente busca evidenciar como nós olhamos para a nossa memória de uma maneira viva e presente em cada um de nós”.

A exibição gratuita de Amálgama acontece nos canais da Companhia no YouTube e Facebook no dia 4 de dezembro de 2020 (sexta-feira), às 20h. Pelo Instagram (@saopaulociadedanca) e o Twitter (@spciadedanca), o público vai poder conferir detalhes sobre os bastidores das gravações. Em paralelo será lançado um vídeo com entrevistas com Inês Bogéa, Ana Magalhães, Henrique Rodovalho e Emmanuele Baldini, comentando as relações estabelecidas entre as diferentes linguagens artísticas presentes no filme. Um hotsite na página do MAC USP na internet também apresentará detalhes sobre as obras do acervo destacadas no projeto.

Foto: Marcos Alonso

Compartilhar:
Notícias - 24/06/2021

Christie’s e Sotheby’s passam a aceitar criptomoeda para itens de grande valor

Em mais um sinal de que a criptomoeda está fazendo incursões nos escalões superiores do mercado de arte, a Sotheby’s …

Notícias - 24/06/2021

Mostra Brasileires entrega murais gigantes assinados por Laerte e Jean Wyllys

No mês em que se comemora o Orgulho LGBTQIA+, a Mostra Brasileires, conjunto de seis laterais de edifícios na região …

Notícias - 24/06/2021

Bandeira do arco-íris original de 1978 é instalada permanentemente em museu

Um segmento da bandeira do arco-íris original, projetada e criada pelo falecido artista Gilbert Baker para a Parada do Dia …

Notícias - 24/06/2021

Frestas - Trienal de Artes anuncia lista de artistas

Trazer para a prática o debate sobre economias de acesso, refletir sobre as políticas e poéticas de exibição, investigar quais …

Notícias - 23/06/2021

MUSEU TRANSGÊNERO DE HISTÓRIA E ARTE (MUTHA) INAUGURA SEU WEBSITE

O Museu Transgênero de História e Arte (MUTHA) inaugurou, dia 01 de Junho de 2021, seu primeiro Portal para a …

Notícias - 22/06/2021

Nasce a Zipper Open

Focada no mercado de arte secundário, a Zipper Open apresenta em sua exposição inaugural alguns dos grandes nomes da arte …

Notícias - 22/06/2021

Instituto de Arte Contemporânea de Ouro Preto lança Ocupa/ia com mostras virtuais de artistas

Em resposta aos desafios decorrentes do COVID-19 e seus efeitos no setor cultural, o ia – Instituto de Arte Contemporânea …

Notícias - 20/06/2021

ação performática que (d)enuncia as mortes por COVID-19 É reativada pela soma de 500 mil óbitos

A performance Quase-Oração realizará, de 25 de junho a 5 de julho, a sua última etapa de reativação com a …

Notícias - 17/06/2021

Edital seleciona artistas para residência na Fundação Iberê

A Fundação Iberê abre no dia 20 de junho (domingo) as inscrições para o Edital Iberê/CMPC 2021. Com patrocínio da …

Notícias - 17/06/2021

MIQUEL BARCELÓ realiza performances em MÁLAGA

As performances artísticas de Miquel Barceló são conhecidas por uma estética que fica a meio caminho entre as pinturas rupestres …

Notícias - 16/06/2021

Obra de Victor Brecheret será leiloada

A escultura de Victor Brecheret, uma das mais primorosas do artista, integrará leilão virtual (www.vmescritarteleiloes.com.br), nos dias 22 e 23 …

Notícias - 16/06/2021

Trabalho final e póstumo do artista Christo tem data confirmada

O trabalho final do artista plástico Christo, falecido no ano passado aos 84 anos, está um passo mais perto de …