KAWS lança esculturas virtuais gigantes de realidade aumentada em 11 cidades

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em São Paulo, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

O artista também está abrindo novos caminhos para a comercialização de obras de arte de RA.

Isso é um pássaro? É um avião? Ou é … uma escultura de realidade aumentada do KAWS?

O artista de rua que se tornou queridinho do mercado, cujo nome verdadeiro é Brian Donnelly, está mergulhando no mundo da arte digital com um projeto de arte AR que trará versões virtuais de sua obra de marca registrada “Companion” para 11 cidades ao redor do mundo.

O artista fez uma parceria com a produtora de RV e RA, Acute Art, no projeto, que inclui uma exposição pública de uma dúzia de esculturas monumentais de realidade aumentada – bem como a disponibilidade de duas edições de escultura de RA disponíveis para compra no novo aplicativo da Acute Art.

“Quando percebi a qualidade que poderia ser alcançada e experimentada em RA, fui imediatamente atraído por seu potencial”, afirmou o KAWS em comunicado. “Eu tenho criado objetos e exibido obras em espaços públicos ao longo da minha carreira, e isso me permite expandir isso em uma dimensão totalmente nova. As possibilidades de localização e escala são infinitas, e estou animado para iniciar um novo diálogo neste meio.”

A exposição pública, intitulada “COMPANION (EXPANDED)”, ocorrerá por duas semanas, de 12 a 26 de março, em cidades como Nova York, Catar e Tóquio. As esculturas – que apresentam a figura companheira do KAWS flutuando no céu, cobrindo seu rosto – serão visíveis no aplicativo da Acute Art, que é gratuito para download.

A iniciativa também possui um componente comercial que poderia estabelecer um precedente sobre como comercializar a arte RA. KAWS está oferecendo várias maneiras de comprar uma parte do projeto. A primeira é uma edição, chamada “COMPANION (EXPANDED)”, de 25 esculturas de AR com quase um metro e meio de altura que estarão disponíveis para compra por US$ 10.000 no site da Acute Art. Os colecionadores poderão colocar as esculturas onde quiserem usando o aplicativo e podem optar por mantê-las em sigilo ou torná-las visíveis ao público para outras pessoas que o usam.

O segundo elemento colecionável, chamado “NESTE MOMENTO (EXPANDIDO)”, apresenta um modelo alternativo para comercializar esse tipo de arte. É uma edição aberta de esculturas de AR de 1,5 metro de altura que estão disponíveis em três cores e podem ser compradas no aplicativo por um período de sete ou 30 dias por vez. O preço será de US$ 6,99 para uma escultura por sete dias ou US$ 29,99 para as três esculturas por 30 dias.

O executivo-chefe da Acute Art, Jacob de Geer, diz que o KAWS é o artista “perfeito” para lançar o aplicativo Acute Art por causa de sua base de fãs global leal. “Suas edições demonstram que as obras de arte no espaço virtual podem ser tão preciosas e procuradas quanto as de nosso ambiente físico”, diz Geer.

As obras de AR também podem ser trocadas e revendidas “com o apertar de um botão”, observa ele, pelo preço que o proprietário escolher (embora uma comissão de 30% seja aplicada, dividida igualmente entre o vendedor e o comprador).

Embora o KAWS seja um artista que muitos no mundo da arte gostam de odiar, o ambicioso projeto fornece um modelo para vender e comercializar obras de arte de AR, e a exposição oferece um modelo ecológico para a arte pública que acaba com a necessidade de transporte e viagem.

As esculturas públicas serão exibidas no aplicativo Acute Art nos seguintes locais, entre 12 e 26 de março. Veja uma prévia de cada instalação abaixo.

Doha (MIA Park – Museu de Arte Islâmica), Catar 

Hong Kong (roda de observação), Hong Kong 

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Hong Kong, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Hong Kong, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Londres (Millennium Bridge), Reino Unido 

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Londres, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Londres, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Melbourne (Galeria Nacional de Victoria), Austrália 

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Melbourne, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Melbourne, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Nova York (Brooklyn Museum), EUA 

KAWS, COMPANION (EXPANDIDO) no Brooklyn, Nova York, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANION (EXPANDIDO) no Brooklyn, Nova York, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Nova Iorque (Times Square), EUA

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Times Square, Nova York, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Times Square, Nova York, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

 

Paris (pirâmide do Louvre), França

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Paris, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Paris, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

 

São Paulo (Parque Ibirapuera), Brasil 

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em São Paulo, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em São Paulo, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Seul (Dongdaemun Design Plaza), Coréia 

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Seul, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Seul, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Taipei (Salão Memorial Nacional Chiang Kai-shek), Taiwan 

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Taipei, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Taipei, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Tanzânia (Parque Nacional Serengeti) 

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Serengeti, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Serengeti, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Tóquio (Shibuya Crossing), Japão

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Tóquio, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

KAWS, COMPANHEIRO (EXPANDIDO) em Tóquio, 2020, realidade aumentada. Cortesia: KAWS e Agute Art.

Fonte e tradução: Artnet news

Compartilhar:
Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …

Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …