Jennifer Bartlett, que abriu um novo caminho para a pintura, morre aos 81 anos

Jennifer Bartlett , cujos experimentos com a submissão da pintura a sistemas de regras predeterminados lhe renderam seguidores leais, morreu em 25 de julho em Amagansett, Nova York, aos 81 anos.

As pinturas de Bartlett são bem diferentes de quase todas as outras feitas por artistas de sua geração e, por esse motivo, sempre fizeram dela uma artista especial. Ela encontrou maneiras únicas de adaptar a abstração para uma era de minimalismo sem se mover totalmente para a arte conceitual. Ao mesmo tempo, ela também conseguiu o complicado ato de equilíbrio de trabalhar em um modo semi-abstrato sem deixar a figuração inteiramente.

Jennifer Bartlett nasceu em 1941 em Long Beach, Califórnia, filha de pai proprietário de uma construtora e mãe ilustradora de moda. Seus pais tinham uma visão específica para ela: “Acho que minha mãe gostaria que eu tivesse conseguido um emprego na Hallmark Cards, feito algumas pinturas paralelas, casado feliz, tido alguns filhos e morado em Long Beach”, ela disse. Mas o objetivo de Bartlett era se mudar para Nova York e se tornar artista lá.

Tendo efetivamente fomentado seu próprio interesse pela pintura, retratando Cinderela centenas de vezes quando criança, ela estudou arte no Mills College em Oakland como estudante de graduação. Ela então foi para a Universidade de Yale para um MFA e conheceu o estudante de medicina Edward Bartlett, com quem se casou. Seu casamento acabou se desfazendo quando Jennifer tentou ganhar uma posição na cena de Nova York enquanto Edward se concentrava em sua carreira em Connecticut.

Em Manhattan, Bartlett manteve um estúdio no SoHo e tornou-se amiga de artistas como Elizabeth Murray, Jonathan Borofsky e Barry LeVa. Em 1970, ela exibiu alguns de seus primeiros trabalhos que foram feitos especificamente evitando certas cores – “Eu não senti nenhuma necessidade de laranja, mas eu precisava de verde”, ela disse uma vez a Calvin Tomkins – e combinando e recombinando esses tons usando sistemas de sua própria concepção.

“O que ela estava fazendo parecia Arte Conceitual: ela estava usando sistemas matemáticos para determinar a colocação de seus pontos”, escreveu Tomkins. “Mas os resultados – todos aqueles pontos brilhantes e de cores pulando e formando aglomerados na grade – nunca pareceram Conceituais.”

A própria Bartlett colocou isso de uma maneira ainda mais direta em uma entrevista de 2013 ao New York Times: “A grade não é uma coisa estética, realmente. É um método de organização. Eu gosto de organizar as coisas.”

Comparações entre a arte de Bartlett dos anos 70 e outras formas de arte são comuns. O crítico Hal Foster destacou semelhanças entre essas pinturas e a música; outros viram alinhamentos entre a escrita de Bartlett — ela escreveu um livro de memórias de 1985 chamado A História do Universo — e suas pinturas. Mas a própria Bartlett ignorou qualquer uma dessas comparações.

Apesar de quaisquer conceitos que os historiadores da arte atribuíssem às pinturas de Bartlett, ela sempre descreveu seu processo como algo intuitivo.

“Passei 30 anos tentando convencer as pessoas e a mim mesma que eu era inteligente, que eu era uma boa pintora, que eu era isso ou aquilo”, disse ela à pintora Elizabeth Murray durante uma entrevista em 2005. “Isso não vai acontecer. A única pessoa para quem isso deveria acontecer sou eu. Isto é o que eu estava destinada a fazer.”

Compartilhar:
Notícias - 09/08/2022

Olafur Eliasson cria impressionante pavilhão de degustação para vinícola na Califórnia

O artista e arquiteto islandês-dinamarquês Sebastian Behmann projetou um pavilhão caleidoscópico para o Donum Estate, um dos principais produtores do …

Notícias - 09/08/2022

Brasileira recebe prêmio internacional de fotografia

A brasileira Verônica Alkmim França é a responsável por uma das 20 imagens vencedoras do British Journal of Photography’s FEMALE …

Notícias - 09/08/2022

Orgia artística de Hermann Nitsch é apresentada na Áustria

O Castelo Prinzendorf em Mistelbach, Baixa Áustria, local idílico do Orgien-Mysterien-Theater de Hermann Nitsch, é um lugar de intenso “ser”. …

Notícias - 09/08/2022

Oferendas de Arte de Jeff Koons a Apolo, Deus do Sol, são expostas em Ilha Grega

A imagem de Apolo é a peça central do espetáculo multissensorial do artista Jeff Koons na ensolarada ilha grega de …

Notícias - 09/08/2022

I Bienal Carioca de Arte Indígena com atrações gratuitas

Artistas indígenas de todo o Brasil relembram as lutas dos povos originários do Brasil na I Bienal Carioca de Arte …

Notícias - 08/08/2022

Quando os esportes imitam a arte

O que uma falta da NBA e uma pintura de Pietà renascentista compartilham em comum? Muito, na verdade.

“A vida imita …

Notícias - 08/08/2022

Andy Warhol: Cars - Exposição combina carros coloridos das pinturas de Warhol com automóveis clássicos que os inspiraram

Foi a encomenda final de Andy Warhol: em 1986, a montadora alemã Mercedes-Benz ficou sabendo das serigrafias do artista pop …

Notícias - 08/08/2022

Lourdes Grobet, icônica fotógrafa mexicana de Lucha Libre, morre aos 81 anos

Lourdes Grobet, a artista mexicana cujas fotografias celebravam o mundo da lucha libre com dignidade e franqueza, morreu em 15 …

Notícias - 08/08/2022

'Falo de três metros': escultura de Antony Gormley cai em desgraça com estudantes universitários

Os planos de instalar uma escultura de Antony Gormley no Imperial College, em Londres, causaram preocupação entre os estudantes da …

Notícias - 08/08/2022

Artista italiano afirma ser Pak, criador do NFT mais caro de todos os tempos

A identidade de um dos criadores mais proeminentes da arte criptográfica foi revelada. Bem, talvez. Em um tweet enigmático , …

Notícias - 08/08/2022

Alemanha registra mais de 1.500 crimes politicamente motivados contra memoriais

Na Alemanha, as autoridades registraram 1.514 crimes politicamente motivados contra memoriais nos últimos cinco anos. Até 26 de julho de …

Notícias - 05/08/2022

Atores de musical apresentam a vida de van Gogh em mostra imersiva

A exposição “Van Gogh Live 8k” chegou à Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Em formato imersivo, são mais de …