Homem que comprou Rothko pela Sotheby’s usando uma identidade roubada é condenado

Mark Rothko, Untitled, 1964

O homem da Flórida que comprou um Rothko da Sotheby’s usando uma identidade roubada foi condenado recentemente a 4,5 anos de prisão.

O designer de interiores Antonio diMarco foi condenado por conspiração por cometer fraude eletrônica na compra de arte em galerias, casas de leilão e colecionadores, usando os documentos de seus ricos clientes.

Em um leilão da Sotheby’s em Nova York em novembro de 2017, DiMarco e um associado identificado pelo FBI como consultor de arte Joakim von Ditmar usaram a identidade de um rico aposentado octogenário de Bal Harbour para fazer os lances vencedores em uma pintura sem título de Mark Rothko, vendida por US$ 6,4 milhões, e uma pintura de Ad Reinhardt intitulada nº 12 , por US$ 1,2 milhão. No momento do leilão, DiMarco e Von Ditmar apresentaram à Sotheby’s as informações do passaporte e da conta bancária do aposentado, além de documentos falsificados indicando que ela havia autorizado o par a fazer lances em seu nome. “Nossas discussões com os compradores levantaram suspeitas e preocupações significativas com o cliente idoso que eles pretendiam representar e achamos que era necessário entrar em contato com o FBI”, disse a Sotheby’s ao Sun Sentinel, em 2018.

De acordo com uma declaração feita pelo Ministério Público dos EUA no Distrito Sul de Nova York, DiMarco e Von Ditmar continuaram a tentar comprar arte fraudulentamente após esse leilão até pelo menos outubro de 2018. Eles usaram uma variedade de métodos, incluindo a apropriação da identidade das vítimas e “criação e apresentação uma série de documentos fraudulentos”. Durante um período de quase um ano, a dupla tentou comprar obras de arte de aproximadamente 20 galerias e colecionadores em todo o mundo, nunca pagando pelas obras, mas chegando ao ponto de acordos de venda concluídos para “mais de 60 obras de arte que totalizam mais de US$ 150 milhões”, de acordo com o Ministério Público dos EUA. Entre eles, peças de Pablo Picasso, Edward Hopper e Henri Matisse, este último avaliado em US$ 16,5 milhões.

“Antonio DiMarco foi um vigarista e enganador em série que roubou as identidades das pessoas, colocou ofertas vencedoras em obras de arte de renome que ele não podia pagar e fraudou credores e seguradoras com falsas reivindicações de propriedade”, diz o procurador dos EUA Geoffrey S. Berman em comunicado. “Como o Tribunal observou hoje, DiMarco mentiria para qualquer um se isso se adequasse aos seus interesses.”

Além de sua sentença de prisão, DiMarco foi condenado a pagar US$ 2,4 milhões em restituição àqueles que fraudou. O advogado de Von Ditmar se recusou a comentar, e não ficou claro quem representou DiMarco.

Fonte e tradução: The Art newspaper

Compartilhar:
Notícias - 04/08/2021

Justiça embarga projeto de túnel rodoviário perto de Stonehenge

Um tribunal anulou os planos de construir uma estrada perto de Stonehenge em uma decisão que está sendo saudada por …

Notícias - 02/08/2021

Artista transforma boate em um pântano 3D

Parece familiar e estranho ao mesmo tempo. Muitos berlinenses passaram pela Berghain, a casa noturna mais famosa da Alemanha, mas …

Notícias - 30/07/2021

Artefatos indígenas falsos estão sendo vendidos por museus e galerias canadenses

Um negociante canadense admitiu vender arte indígena fraudulenta a várias lojas de museus e outras empresas de arte na Colúmbia …

Notícias - 30/07/2021

Em chamas: Trágedia atinge a história da Cinemateca Brasileira

Na noite de quinta-feira, 29 de julho de 2021, a Cinemateca Brasileira foi engolida pelas chamas na zona oeste de …

Notícias - 29/07/2021

road-movie de Lúcia Murat investiga artistas latinoamericanas

Livremente inspirado na peça “Há mais futuro que passado” o road-movie “Ana. Sem Título”, da diretora Lúcia Murat (“Praça Paris”, …

Notícias - 29/07/2021

Conheça alguns dos artistas já definidos para a Bienal de Veneza

O fluxo de e-mails anunciando quais artistas estão representando seus respectivos países na Bienal de Veneza de 2022 tem sido …

Notícias - 29/07/2021

Galeria Marília Razuk exibe projeto a partir de diálogo entre artistas

Trazer ao público o processo de uma exposição que se desdobra no espaço e no tempo por meio de módulos …

Notícias - 29/07/2021

Prêmio PIPA anuncia Exposição dos Vencedores de 2020

Com uma trajetória de mais de dez anos no cenário da arte contemporânea, o Prêmio PIPA, uma iniciativa do Instituto …

Notícias - 28/07/2021

Sesc São Paulo promove exposição com obras de artistas indígenas

Encontros Ameríndios, exposição que entra em cartaz no Sesc Vila Mariana a partir do dia 31 de julho, traz um …

Notícias - 27/07/2021

Galeria Arte132 abre em São Paulo com exposição de Alex Flemming

Com foco na produção artística brasileira, a Arte132, galeria comandada por Telmo Porto abre suas portas em Moema, zona sul …

Notícias - 27/07/2021

Conheça os artistas e as obras da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Enquanto a estrela do tênis japonesa Naomi Osaka carregava a tocha olímpica escada acima durante a cerimônia de abertura dos …

Notícias - 27/07/2021

Instituto Artium abre as portas em São Paulo

O Instituto Artium, entidade cultural sem fins lucrativos, fundada em 2019, abre as portas para o público com exposição coletiva …