Homem que comprou Rothko pela Sotheby’s usando uma identidade roubada é condenado

Mark Rothko, Untitled, 1964

O homem da Flórida que comprou um Rothko da Sotheby’s usando uma identidade roubada foi condenado recentemente a 4,5 anos de prisão.

O designer de interiores Antonio diMarco foi condenado por conspiração por cometer fraude eletrônica na compra de arte em galerias, casas de leilão e colecionadores, usando os documentos de seus ricos clientes.

Em um leilão da Sotheby’s em Nova York em novembro de 2017, DiMarco e um associado identificado pelo FBI como consultor de arte Joakim von Ditmar usaram a identidade de um rico aposentado octogenário de Bal Harbour para fazer os lances vencedores em uma pintura sem título de Mark Rothko, vendida por US$ 6,4 milhões, e uma pintura de Ad Reinhardt intitulada nº 12 , por US$ 1,2 milhão. No momento do leilão, DiMarco e Von Ditmar apresentaram à Sotheby’s as informações do passaporte e da conta bancária do aposentado, além de documentos falsificados indicando que ela havia autorizado o par a fazer lances em seu nome. “Nossas discussões com os compradores levantaram suspeitas e preocupações significativas com o cliente idoso que eles pretendiam representar e achamos que era necessário entrar em contato com o FBI”, disse a Sotheby’s ao Sun Sentinel, em 2018.

De acordo com uma declaração feita pelo Ministério Público dos EUA no Distrito Sul de Nova York, DiMarco e Von Ditmar continuaram a tentar comprar arte fraudulentamente após esse leilão até pelo menos outubro de 2018. Eles usaram uma variedade de métodos, incluindo a apropriação da identidade das vítimas e “criação e apresentação uma série de documentos fraudulentos”. Durante um período de quase um ano, a dupla tentou comprar obras de arte de aproximadamente 20 galerias e colecionadores em todo o mundo, nunca pagando pelas obras, mas chegando ao ponto de acordos de venda concluídos para “mais de 60 obras de arte que totalizam mais de US$ 150 milhões”, de acordo com o Ministério Público dos EUA. Entre eles, peças de Pablo Picasso, Edward Hopper e Henri Matisse, este último avaliado em US$ 16,5 milhões.

“Antonio DiMarco foi um vigarista e enganador em série que roubou as identidades das pessoas, colocou ofertas vencedoras em obras de arte de renome que ele não podia pagar e fraudou credores e seguradoras com falsas reivindicações de propriedade”, diz o procurador dos EUA Geoffrey S. Berman em comunicado. “Como o Tribunal observou hoje, DiMarco mentiria para qualquer um se isso se adequasse aos seus interesses.”

Além de sua sentença de prisão, DiMarco foi condenado a pagar US$ 2,4 milhões em restituição àqueles que fraudou. O advogado de Von Ditmar se recusou a comentar, e não ficou claro quem representou DiMarco.

Fonte e tradução: The Art newspaper

Compartilhar:
Notícias - 11/01/2021

Artista mineira Marina Amaral entra para lista da Forbes

A colorista mineira Marina Amaral entrou para a lista da Forbes dos jovens mais influentes do ano.  A Under 30 …

Notícias - 11/01/2021

Iphan e Polícia Federal resgatam material arqueológico no Acre

Na manhã do dia 5 de janeiro, uma ação conjunta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no …

Notícias - 11/01/2021

Exposição do estilista Tomo Koizumi inicia o Departamento de Moda, Design e Arquitetura da Fundação Iberê

Em 2021, a Japan House São Paulo (JHSP) vai expandir sua presença pelo Brasil, por meio de um projeto de …

Notícias - 11/01/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2021

 

Em 2021, a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, …

Notícias - 28/12/2020

Os universos díspares da Rússia contemporânea pelas lentes de Serguei Maksimishin em “O Último Império”

A exposição “O Último Império – Serguei Maksimishin”, que esteve no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, entre dezembro de …

Notícias - 20/12/2020

Consciência diante do perigo: as representações do medo ao longo da História da Arte

Quando Susan Sontag fala que fotografia é sobre dor, ela fala sobre Arte. Quando Susan afirma que “fotos são um …

Notícias - 19/12/2020

São Paulo ganha mural em homenagem às comunidades indígenas afetadas pela pandemia

As Nações Unidas e a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela, em São Paulo, se unem …

Notícias - 18/12/2020

Farol Santander abre hoje mostra do artista chileno Iván Navarro

Abre hoje, 18 de dezembro, no Farol Santander São Paulo, a exposição ExFinito, primeira grande mostra individual no país do …

Notícias - 17/12/2020

Conheça os 91 projetos selecionados do Rumos Itaú Cultural 2019/2020

A Dasartes participou na última quarta-feira, 16 de dezembro, na coletiva de imprensa do Itaú Cultural, que anunciou os projetos selecionados …

Notícias - 17/12/2020

REGINA BONI ANUNCIA INAUGURAÇÃO DA GALERIA SÃO PAULO FLUTUANTE EM 2021

Para quem afrontou militares e a extrema direita em plena ditadura nos anos 60, não seria uma pandemia em escala …

Notícias - 17/12/2020

Itaú Cultural lança publicação com trabalhos de artes visuais selecionados em edital

No dia 15 de dezembro entrou no ar, no site do Itaú Cultural, www.itaucultural.org.br, uma publicação virtual que reúne as …

Notícias - 17/12/2020

CASA FIAT DE CULTURA DIVULGA SELECIONADOS PARA EXPOR NA PICCOLA GALLERIA

O 4º Programa de Seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura já tem os nomes dos artistas selecionados …