FARGO – Feira de Arte Goiás chega a sua terceira edição

Felipe Berger - FAV/UFG/GO

Chegamos à terceira edição da FARGO- Feira de Arte Goiás num momento difícil, quando não apenas o segmento das artes, mas todos os setores sociais e comerciais passam por transformações e adaptações em função da pandemia mundial de COVID 19. O rastro do vírus foi devastador e, por onde passou, deixou marcas profundas de tristeza e dor. Mas deixou também aprendizados, exemplos de ressignificações, empatia e humanidade. A cultura e a arte tiveram um papel fundamental na sustentação dos humores, da esperança e da sanidade; na forma de entretenimento, de registro, de protesto, de resistência. Milhares de manifestações artísticas espontâneas ou programadas lembraram ao mundo o caráter humano da existência. A grande maioria dessas manifestações aconteceu de forma remota e virtual, em plataformas digitais, como foi o caso de vários eventos de arte, entre concursos, mostras exibitivas e feiras de negócios.

A exemplo dos mais importantes eventos de arte nesse formato pelo mundo que, a partir de março de 2020, vem realizando suas edições de forma virtual. A FARGO repetirá esse modelo acreditando no êxito diante da possibilidade de ampliação do alcance na plataforma da internet. A feira será hospedada em um site próprio, contendo, além das imagens das obras, textos críticos, ensaios temáticos e vídeos (lives, entrevistas, depoimentos, obras de vídeo arte), ação educativa e recursos de interatividade; todo conteúdo será linkado às redes sociais (youtube, instagram e facebook), de modo que as atualizações possam ser acompanhadas em tempo real pelo público. No entendimento dos organizadores, a feira, apesar de virtual, não perderá suas principais características de difusão e escoamento de produção artística.

A expressiva participação de galerias e representantes de serviços e produtos para produção artística nas duas primeiras edições, fez com que a feira adquirisse o respaldo e a legitimidade junto aos profissionais do setor e também junto ao numeroso público visitante.  O mercado das artes na região Centro-Oeste, particularmente em Goiás, é exponencialmente crescente, com notável aumento nas demandas relacionadas nos últimos anos. A FARGO, desde 2017, passou a ter um papel de importante relevância na consolidação desse ambiente favorável para os negócios em arte e atua diretamente no incremento dessas relações.

Kazuo Okubo – A Casa da Luz Vermelha/DF

A organização da feira mais uma vez é de responsabilidade da Arte Plena Produção em Cultura, empresa goiana especializada em projetos e eventos eminentemente culturais, com foco em artes visuais, cuja premissa, desde 2007,  é atuar na implantação e produção cultural, com ética e profissionalismo; a produtora é responsável por implantar e realizar alguns eventos importantes no segmento das artes visuais, como a Cow Parade Goiânia, Mostra Múltiplo Leminski, Mostra de Arte Urbana no Brasil Central e MOVA Goiânia, por exemplo. Os empresários e produtores Wanessa Cruz e Sandro Tôrres, respectivamente produtora e coordenador da feira, estão otimistas com o novo formato e novas possibilidades de parcerias. Afinal, se não o encontro físico, há a ausência de limite geográfico que a internet proporciona. E também, mais uma vez, o principal apoiador financeiro é o Fundo Estadual de Cultura de Goiás, através dos editais de fomento de Artes Visuais.        A expectativa de público, nos 33 dias de evento, é de 20.000 visitantes virtuais, entre estudantes, profissionais das artes, colecionadores e público em geral; essa estimativa leva em consideração o potencial de negócios do nicho, as parcerias estabelecidas e também a gratuidade e facilidade de acesso ao site.  A feira surge num momento de demanda reprimida dos segmentos e de grandes possibilidades de interesse e expansão dos negócios com arte.

A FARGO, além desse público especializado descrito acima, também oferece grande potencial como evento de entretenimento e formação em gestão e negócios, com ações e atrações para variados públicos e faixas etárias. A feira de arte, em si, já leva um numeroso e indistinto público; as falas segmentadas atrairão aficionados e pesquisadores nos temas propostos; os expositores de diversas áreas também terão interesse e responsabilidade em convidar seu público e ampliar a divulgação do evento.  A FARGO Goiás sempre se preocupou em representar para o segmento mais que um espaço expositivo, mas, para além disso, servir como local e um momento de reflexão e debate; serão convidados profissionais das artes e áreas tangentes e para a edição 2021, a proposta é um recorte para os temas em consonância com os eventos do gênero e outras reflexões contemporâneas, como: produção, ensino  e escoamento em tempos de pandemia, produções e narrativas enviesadas, ativismo cultural, diversidade e gênero, rumos do mercado artístico, produção textual e crítica e outros. A feira contará com um espaço específico de falas, aberto a convidados locais e nacionais, profissionais reputados no área artística e em campos de conhecimento tangentes; 12 convidados já estão pré-agendados, entre eles Brenda Valansi, diretora da Art Rio, Andrea Rehder, galerista e criadora do projeto Rizoma, Lizandra Alvim, diretora da Blombô, maior site de market place e leilões de arte do país, Kazuo Okubo, fotógrafo, Nei Vargas, crítico e curador de arte, Márcio Pizarro, professor e pesquisador de arte, dentre outros importantes nomes do meio. Outros parceiros importantes são a FAV/UFG (desde a primeira edição) e o Centro Livre de Artes, da Prefeitura de Goiânia, que disponibilizou um grupo de professores para aulas gravadas (teóricas e práticas), a serem exibidas juntamente com os demais conteúdos.

Além dos expositores virtuais – galerias, escritórios de arte, coletivos de artistas e artistas solo-, também comporão o mix de atrações da feira os parceiros de negócios, entre representantes de insumos, fornecedores de produtos e serviços, escolas e faculdades, instituições e autarquias. O evento exibirá  mais de 500 obras de centenas de artistas, cerca de 28 stands virtuais (entre galerias, escritórios e/ou coletivos de arte, 1/3 de outros estados), e está sendo pensado para otimizar a experiência do visitante, com variedade de atrações: galerias, espaço de interatividade (lives, entrevistas, depoimentos), ação educativa (aulas práticas e teóricas), FARGO tv, Blog da FARGO, e uma série conteúdos de formação e pesquisa. Todo material estará disponível, conforme dito, no site e nas demais plataformas digitais e redes sociais.

A FARGO digital  acontecerá no período  de 15 de março a 18 de abril de 2021, tempo suficiente para que se estabeleçam os contatos profissionais e também para que o público interessado possa visitar os conteúdos do site e artistas preferidos. No site há um campo de pesquisa de público, onde os visitantes poderão deixar sua opinião, sugerir pautas e profissionais para edições futuras, tudo no sentido de otimizar a experiência e tornar o evento mais orgânico e interativo.

Evandro Prado – Mapa das Artes/SP

Compartilhar:
Notícias - 16/04/2021

As pinturas de Cézanne e Degas podem render milhões em leilão

Obras dos artistas franceses Paul Cézanne e Edgar Degas são os sucessos de um leilão em Nova York e podem …

Notícias - 15/04/2021

Arte pelos Oceanos reúne artistas visuais em prol da preservação das praias cariocas

Não é novidade que as praias cariocas, que eternizaram o Rio de Janeiro no imaginário turístico mundial, sofrem com a …

Notícias - 14/04/2021

Passagem - por Maria Fernanda Paes de Barros

Que é a arte, afinal, do ponto de vista emotivo, senão a linguagem das forças inconscientes que atuam dentro de …

Notícias - 13/04/2021

Médico e artista plástico expõe obra feita de raio-x na Igreja Presbiteriana do Butantã

Moradores e visitantes da região do Butantã têm se deparado com uma cena inusitada ao circularem a Praça Vicente Rodrigues, …

Notícias - 13/04/2021

Após reclamações, outdoors de Steven Shearer são retirados de festival em Vancouver

Uma série de sete outdoors com fotos de pessoas dormindo foi encoberta depois que os organizadores do Capture Photography Festival …

Notícias - 13/04/2021

Sotheby's e Niftygateway oferecem edição ilimitada de criptoarte

A criptoarte segue sendo assunto quente no mercado. De olho na tendência, a Sotheby’s e o site Niftygateway estão oferecendo …

Notícias - 12/04/2021

FAMA Museu lança edital para exposições no espaço

A fim de incentivar a produção artística contemporânea e valorizar a diversidade cultural por meio da multiplicidade de expressões artísticas …

Notícias - 09/04/2021

Inhotim e Arte1 firmam parceria para exibição da série Diálogos

Duas instituições voltadas para a arte acabam de se unir para disseminar conteúdos de qualidade para o público. O Instituto …

Notícias - 08/04/2021

Conheça Bruna Pessoa de Queiroz, presidente da “Usina da Arte”

Ancorada numa tradição cultural “artistocrática”, a família Pessoa de Queiroz revive desde 2015 uma antiga fábrica de cana-de-açúcar perto do …

Notícias - 08/04/2021

Galeria Nara Roesler representa o Brasil na EXPO CHGO ONLINE

Com o apoio do projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad, uma parceria da ABACT (Associação Brasileira de …

Notícias - 08/04/2021

INSTITUTO TOMIE OHTAKE ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O 5º PRÊMIO TERRITÓRIOS

Iniciativa idealizada e coordenada pelo Instituto Tomie Ohtake, com patrocínio da Estácio e do Grupo GPS, em parceria com o …

Notícias - 07/04/2021

Conheça o jovem que saiu da Vila Vintém para defender o acesso à cultura em Boston

Como já vem sendo feito há alguns anos, a Brazil Conference at Harvard & MIT 2021, evento criado por …