Exposição comemorativa de Rafael reabre em Roma

Fornarina, la célebre amante de Rafael

A grande exposição da temporada, dedicada aos 500 anos da morte do gênio renascentista Rafael, na Las Escuderías del Quirinal, reabre adaptada ao novo mundo e com a ideia de prolongar as visitas até de madrugada.

Tragédias, grandes histórias em geral, podem ser contadas desde o final. O spoiler, visto assim, é uma invenção moderna para justificar um trabalho fracassado. Vale a pena conhecer antes de entrar na grande exposição que comemora o 500º aniversário da morte de Rafael, que morreu em Roma em 1520 quando tinha apenas 37 anos e foi enterrado no Panteão, com todas as honras de um semideus. Tantas tochas chegaram ao seu funeral que Roma certamente podia ser vista de Marte. A convulsão na cidade foi tão grande que o acolheu que o chão tremeu e o Palácio Apostólico do Vaticano rachou, de onde eram pagas as grandes obras artísticas do pintor, escultor e arquiteto. Assim, no final, foi como a maior exposição da história dedicada ao gênio da Renascença começou até que a covid-19 decidiu que deveria terminar apenas três dias após o início.

– “Foi devastador, é claro. Trabalhamos nisso há três anos. Empréstimos cruzados de museus de todo o mundo e um design cuidadoso para contar sobre o gênio. Mas três dias depois … ”, lamenta Mario de Simoni, presidente das Equipas Quirinal, onde a exposição é realizada.

Raffaelo 1520-1483 (o passeio começa a partir da data da morte) seria a grande exposição da temporada artística europeia. Os organizadores esperavam cerca de 600.000 visitas e já havia 75.000 ingressos vendidos. Agora eles dizem que cerca de 100.000 poderiam vê-lo. A reabertura desta grande exposição dá a medida exata de como será o novo mundo dos museus. Controles de temperatura na entrada, posições marcadas no chão, tempo limitado. “Poderemos ter 72 pessoas a cada hora visitando o museu … e elas terão um pouco mais de uma hora para vê-lo inteiro”, explica Simoni, ao iniciar um passeio pelas salas ainda vazias antes de reabrirem ao público. As restrições, no entanto, poderiam ter um antídoto contracultural nestes tempos de toque de recolher.

“Rafael tinha tudo na época: ele era bonito, tinha talento infinito, era rico… talvez seja por isso que, por um tempo, nossa geração tenha se inclinado mais para outros artistas mais ligados ao tormento”, diz De Simoni, evocando a grande exposição de Caravaggio realizada no mesmo local em 2010, cujo registro de visitas eles esperavam exceder pela primeira vez. Rafael morreu no melhor momento de sua carreira. Ele teve projetos impressionantes em Villa Madama, também para a reconstrução de San Pedro. A grande questão é o que teria acontecido se ele tivesse vivido mais algumas décadas, como fizeram alguns de seus contemporâneos.

A última hora de Rafael foi uma entrega interrompida que teve consequências diplomáticas. A complexa arquitetura dos empréstimos – algumas pinturas vêm do Prado, do Louvre, do Vaticano, dos Uffizi ou da Galeria Nacional – também teve que ser renegociada para prolongar a exposição por mais três meses do que o esperado. Há uma das tapeçarias projetadas para a Capela Sistina, os retratos de Leão X e Júlio II. Todos os museus concordaram em estender seu empréstimo.

Rafael é uma figura-chave para entender Roma e seus projetos de mutação urbana. Mas também para decifrar o senso moderno de conservação da arte e do patrimônio cultural, conforme exigido pelo Papa Leão X em uma carta histórica assinada com Baldassare Castiglione (a carta é exibida ao lado do famoso retrato do Conde de Casatico). Quinhentos anos depois, a cidade recupera hoje seu pulso vital após a pandemia também através da arte. Juntamente com a exposição de Rafael, os Museus do Vaticano e o restante de grandes monumentos como o Coliseu também foram reabertos.

Compartilhar:
Notícias - 22/01/2021

Em sincronia ao aniversário de SP, artista resgata história do bairro da Liberdade

Liberdade. Liberdade. Liberdade. Essas foram as palavras proferidas por uma multidão de pessoas pretas ao verem a corda que enforcava …

Notícias - 20/01/2021

Horrana de Kássia Santoz assume vaga de curadora na Pinacoteca

Pinacoteca do Estado de São Paulo e a Coleção Ivani e Jorge Yunes comemoram a parceria com a chegada de …

Notícias - 20/01/2021

Curso gratuito de Artes Integradas e Acessibilidade abre inscrições

Já estão abertas as inscrições para o curso Artes Integradas + Educação + Acessibilidade, do projeto Um Novo Olhar. A …

Notícias - 11/01/2021

Artista mineira Marina Amaral entra para lista da Forbes

A colorista mineira Marina Amaral entrou para a lista da Forbes dos jovens mais influentes do ano.  A Under 30 …

Notícias - 11/01/2021

Iphan e Polícia Federal resgatam material arqueológico no Acre

Na manhã do dia 5 de janeiro, uma ação conjunta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no …

Notícias - 11/01/2021

Exposição do estilista Tomo Koizumi inicia o Departamento de Moda, Design e Arquitetura da Fundação Iberê

Em 2021, a Japan House São Paulo (JHSP) vai expandir sua presença pelo Brasil, por meio de um projeto de …

Notícias - 11/01/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2021

 

Em 2021, a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, …

Notícias - 28/12/2020

Os universos díspares da Rússia contemporânea pelas lentes de Serguei Maksimishin em “O Último Império”

A exposição “O Último Império – Serguei Maksimishin”, que esteve no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, entre dezembro de …

Notícias - 20/12/2020

Consciência diante do perigo: as representações do medo ao longo da História da Arte

Quando Susan Sontag fala que fotografia é sobre dor, ela fala sobre Arte. Quando Susan afirma que “fotos são um …

Notícias - 19/12/2020

São Paulo ganha mural em homenagem às comunidades indígenas afetadas pela pandemia

As Nações Unidas e a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela, em São Paulo, se unem …

Notícias - 18/12/2020

Farol Santander abre hoje mostra do artista chileno Iván Navarro

Abre hoje, 18 de dezembro, no Farol Santander São Paulo, a exposição ExFinito, primeira grande mostra individual no país do …

Notícias - 17/12/2020

Conheça os 91 projetos selecionados do Rumos Itaú Cultural 2019/2020

A Dasartes participou na última quarta-feira, 16 de dezembro, na coletiva de imprensa do Itaú Cultural, que anunciou os projetos selecionados …