Escultura de Vinnie Bagwell substituirá controverso monumento público no Central Park

Artista Vinnie Bagwell. Foto: Jonathan Lewis.

O Departamento de Assuntos Culturais da cidade de Nova York contratou a artista Vinnie Bagwell para criar uma obra pública para substituir a estátua de J. Marion Sims, o ginecologista do século XIX que fez experiências com mulheres negras escravizadas para alcançar seus avanços médicos.

Depois que a cidade votou por unanimidade para derrubar o monumento dos Sims em abril de 2018, o departamento fez uma chamada aberta para uma escultura de substituição. Os quatro finalistas foram Bagwell, Simone Leigh , Wangechi Mutu e Kehinde Wiley. No sábado, sete palestrantes selecionados pela cidade votaram 4-3 a favor da proposta de Leigh, uma figura de bronze cercada por sebes e flores de azevinho, intitulada After Anarcha, Lucy, Betsey, Henrietta, Laure and Anonymous.

A decisão de contratar Leigh imediatamente provocou protestos de alguns membros da comunidade local e ativistas de grupos como o Washington Street Advocacy Group e a East Harlem Preservation, alguns dos quais advogam a remoção da estátua dos Sims desde 2007. Eles disseram sentir que a comunidade havia expressado apoio esmagador à proposta de Bagwell, Victory Beyond Sims, um anjo monumental de 5 metros e meio.

Vinnie Bagwell, Victory Beyond Sims (renderização).

Marina Ortiz , fundadora da East Harlem Preservation, disse: “Fomos surpreendidos… O objetivo principal do evento era os próprios artistas se envolverem com a comunidade, e a única artista que realmente veio foi Vinnie Bagwell.” (Leigh, Mutu e Wiley enviaram representantes ou se apresentaram por vídeo, enquanto Bagwell se apresentou pessoalmente).

Em resposta, Leigh retirou sua inscrição, dizendo em um comunicado: “Aprecio muito que minha proposta tenha sido selecionada pelo comitê. No entanto, estou ciente de que há um sentimento significativo da comunidade por outra proposta. Como este é um monumento público no bairro deles, eu os apoio e retiro meu trabalho. ”

Observando que “os afro-americanos foram tremendamente marginalizados na arte pública”, Bagwell disse que espera “equilibrar a narrativa para as pessoas marginalizadas”. “O mais importante é que é arte pública, e é realmente importante envolver a comunidade e manter eles estão muito envolvidos no processo”, disse ela à Artnews . “Neste caso, estou muito satisfeita porque a comunidade mostrou um enorme favor ao meu trabalho, e esse é o meu objetivo.”

Fonte: Artforum

Compartilhar:
Notícias - 22/01/2021

Em sincronia ao aniversário de SP, artista resgata história do bairro da Liberdade

Liberdade. Liberdade. Liberdade. Essas foram as palavras proferidas por uma multidão de pessoas pretas ao verem a corda que enforcava …

Notícias - 20/01/2021

Horrana de Kássia Santoz assume vaga de curadora na Pinacoteca

Pinacoteca do Estado de São Paulo e a Coleção Ivani e Jorge Yunes comemoram a parceria com a chegada de …

Notícias - 20/01/2021

Curso gratuito de Artes Integradas e Acessibilidade abre inscrições

Já estão abertas as inscrições para o curso Artes Integradas + Educação + Acessibilidade, do projeto Um Novo Olhar. A …

Notícias - 11/01/2021

Artista mineira Marina Amaral entra para lista da Forbes

A colorista mineira Marina Amaral entrou para a lista da Forbes dos jovens mais influentes do ano.  A Under 30 …

Notícias - 11/01/2021

Iphan e Polícia Federal resgatam material arqueológico no Acre

Na manhã do dia 5 de janeiro, uma ação conjunta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no …

Notícias - 11/01/2021

Exposição do estilista Tomo Koizumi inicia o Departamento de Moda, Design e Arquitetura da Fundação Iberê

Em 2021, a Japan House São Paulo (JHSP) vai expandir sua presença pelo Brasil, por meio de um projeto de …

Notícias - 11/01/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2021

 

Em 2021, a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, …

Notícias - 28/12/2020

Os universos díspares da Rússia contemporânea pelas lentes de Serguei Maksimishin em “O Último Império”

A exposição “O Último Império – Serguei Maksimishin”, que esteve no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, entre dezembro de …

Notícias - 20/12/2020

Consciência diante do perigo: as representações do medo ao longo da História da Arte

Quando Susan Sontag fala que fotografia é sobre dor, ela fala sobre Arte. Quando Susan afirma que “fotos são um …

Notícias - 19/12/2020

São Paulo ganha mural em homenagem às comunidades indígenas afetadas pela pandemia

As Nações Unidas e a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela, em São Paulo, se unem …

Notícias - 18/12/2020

Farol Santander abre hoje mostra do artista chileno Iván Navarro

Abre hoje, 18 de dezembro, no Farol Santander São Paulo, a exposição ExFinito, primeira grande mostra individual no país do …

Notícias - 17/12/2020

Conheça os 91 projetos selecionados do Rumos Itaú Cultural 2019/2020

A Dasartes participou na última quarta-feira, 16 de dezembro, na coletiva de imprensa do Itaú Cultural, que anunciou os projetos selecionados …