Entenda porque residência de artista foi cancelada por uma pintura com referência à Palestina

Danielle SeeWalker, “G is for Genocide” (2024), acrílico, aerossol e bastão de óleo sobre tela, 18 x 24 polegadas

Em 9 de maio, a cidade de Vail, no Colorado, compartilhou uma atualização sobre sua próxima residência artística Art in Public Places (AIPP) com a artista Húŋkpapȟa Lakȟóta Danielle SeeWalker, que foi convidada para pintar um mural na cidade destacando a cultura nativa americana. O breve anúncio transmitiu a decisão da cidade de rescindir a oferta de residência, que deveria começar no próximo mês.

“Embora a cidade de Vail adote suas mensagens e obras de arte em torno dos nativos americanos, nas últimas semanas sua arte e suas mensagens públicas se concentraram na crise de Israel/Gaza”, dizia o comunicado. “A missão da AIPP é criar uma experiência artística pública diversificada e significativa em Vail, mas não usar fundos públicos para apoiar qualquer posição sobre uma questão geopolítica polarizadora”.

A arte em questão era a pintura “G is for Genocide” (2024), que SeeWalker transformou em impressões editadas para arrecadar doações para o Fundo de Alívio de Crise das Nações Unidas para ajudar civis em Gaza e na Cisjordânia Ocupada. A pintura retrata a vista de perfil de uma mulher cujas feições são amplamente abstratas, com exceção de um olho muito detalhado fixado no observador. A mulher está usando um keffiyeh, uma espécie de lenço palestino na cabeça, uma trança vermelha e uma pena. Linhas geométricas abstratas características da arte Lakota aparecem no rosto da mulher.

SeeWalker abordou o cancelamento da residência em seu Instagram, escrevendo: “A obra de arte ‘G if for Genocide‘ trata de expressar os paralelos entre o que está acontecendo com as pessoas inocentes em Gaza e o genocídio das populações nativas americanas aqui em nossas terras”.

A pintura, que foi apresentada por ela para uma exposição de membros na organização sem fins lucrativos Babe Walls para o Mês da História da Mulher, foi criada a partir de imagens e relatos da guerra em Gaza.

“Meu feed de notícias estava repleto de fotos horríveis de mulheres e crianças; Pintei em 24 horas, inspirada nas coisas que estavam passando pela minha cabeça no momento”, disse ela. A história gerou muita atenção tanto para SeeWalker quanto para a cidade de Vail. “Esgotei a edição e abri outra, mas também recebi muitas cartas de ódio”.

SeeWalker disse que foi informada da decisão em um telefonema de três minutos e que não teve a oportunidade de falar sobre sua origem como artista.

“No geral, não se trata nem de mim, trata-se de censurar os artistas em geral, de os artistas serem capazes de se expressarem abertamente”, disse SeeWalker. “Eu me pergunto se este evento deixará uma cicatriz residual para outros artistas negros… Eles apoiarão apenas pessoas que se encaixem e se alinhem com o molde de sua comunidade?”.

A cidade de Vail emitiu uma declaração pública sobre o caso em 14 de maio.

“Nossa decisão de não prosseguir com a residência de SeeWalker não foi tomada no vácuo; depois de divulgar o seu nome num anúncio, os membros da comunidade, incluindo representantes das nossas comunidades religiosas locais, levantaram preocupações aos funcionários da cidade em torno da recente retórica de SeeWalker na sua plataforma de redes sociais sobre a guerra Hamas-Israel”, afirmou o comunicado. “Como representantes públicos, não apoiaremos mensagens direcionadas a um grupo de residentes ou hóspedes em detrimento de outro, pois somos uma comunidade acolhedora e inclusiva para todos”.

Outro espaço em Vail, onde SeeWalker estava programada para palestrar, reafirmou seu compromisso com a artista. Megan McGee Bonta, diretora de programa do Simpósio de Vail, a contactou para reiterar o convite para um simpósio em 19 de junho – uma conversa sobre sua arte e ativismo com The Red Road Project. A artista diz que ficará feliz em abordar abertamente a decisão da cidade de Vail de cancelar sua residência se o tema surgir durante a conversa. “Sou muito franca sobre temas controversos”, disse ela. “O objetivo é desafiar, perturbar ou fazer você se sentir desconfortável. Também nunca foi segredo para Vail que era isso que eu defendia”.

Compartilhar:
Notícias - 18/07/2024

Busão das Artes retorna a São Paulo com exposição interativa

Com sua personalidade enigmática e uma linguagem poética e inovadora, Clarice Lispector (1920-1977) é, merecidamente, cultuada em todo o mundo …

Notícias - 18/07/2024

Artista pinta paredes do Louvre

Convidado pelo Chefe de Programas Contemporâneos do Louvre, Donatien Grau, para pintar diretamente nas paredes do museu mais visitado do …

Notícias - 18/07/2024

Escultura gigante é instalada em Paris para as olimpiadas

Sempre há um bom motivo para ir à piscina. Porque está calor, porque queremos esquecer o quotidiano, porque queremos relaxar… …

Notícias - 18/07/2024

Seis telas danificadas no 8 de janeiro são restauradas

Seis das 11 telas vandalizadas nos ataques de 8 de janeiro de 2023 ao Palácio do Planalto, em Brasília (DF), …

Notícias - 18/07/2024

Artista inclui forno de pizza em sua exposição

Um artista contemporâneo e multifacetado, Eli Russell Linnetz apresenta a exposição MONUMENTS na Jeffrey Deitch Gallery. Ele quebra as barreiras …

Notícias - 17/07/2024

14ª Bienal do Mercosul já tem nova data definida

A 14ª Bienal do Mercosul irá acontecer entre 27 de março a 01 de junho de 2025. A mostra, que …

Notícias - 17/07/2024

Cientistas reproduzem cheiro de obra-prima de Da Vinci. Mas como é este cheiro?

Qual seria o cheiro da Dama com Arminho (ca. 1489–91) de Leonardo da Vinci? Tinta e verniz velhos? Um depósito …

Notícias - 17/07/2024

Entenda porque pintura de Cristo como um personagem dos 'Looney Tunes' causou alvoroço

Uma pintura representando Jesus Cristo como um personagem dos Looney Tunes causou alvoroço durante uma competição de arte em Sydney. …

Notícias - 17/07/2024

Comitiva visita Foz do Iguaçu consolidar construção da filial do Centro George Pompidou

Uma comitiva do Centro Nacional de Arte e Cultura George Pompidou, de Paris, França, fez uma visita técnica institucional na …

Notícias - 16/07/2024

Um tubo de metal exposto em museu polonês é uma cápsula do tempo de 150 anos

Por décadas, um tubo de metal descoberto em uma rua na Polônia ficou intocado em um museu. Um estudo recente …

Notícias - 16/07/2024

Escultura da Virgem Maria dando à luz foi decapitada

Uma escultura representando a Virgem Maria dando à luz Jesus foi decapitada na Catedral de Santa Maria em Linz, Áustria, …

Notícias - 16/07/2024

O que significam estas esculturas de homens sem partes do corpo?

Entre a 34th Street e a 38th Street ao longo da Park Avenue de Manhattan, várias esculturas figurativas de bronze …