Documentários sobre artistas em nova série televisiva

Celeida Tostes - FOTOS: Divulgação

A cineasta Malu de Martino estréia, na próxima quinta-feira, dia 18 de fevereiro, a primeira temporada da série de documentários “Tela sobre Tinta”. Composta por cinco episódios, retrata a trajetória de artistas brasileiros de grande importância no cenário das artes plásticas: Anna Bella Geiger, Luiz Aquila, Athos Bulcão, Celeida Tostes e Farnese de Andrade. O primeiro capítulo, dedicado à Anna Bella Geiger,  será exibido na UTV (canal 11 da NET) dia 18/2 às 21h com reprises nos dias 20/02 às 17h e 21/02 às 19h30. Os demais episódios serão exibidos nas próximas quintas-feiras consecutivas e disponibilizados posteriormente nas plataformas de vídeo.

Malu de Martino é uma das mais importes cineastas brasileiras em atividade. Dirigiu os longas Margaret Mee e a flor da lua (2012), Como esquecer (2010) e Mulheres do Brasil (2006). Desde o início de sua carreira Malu é ligada às artes plásticas e realizou diversos documentário a para o MAM, Parque Lage e CCBB. Em 2001 dirigiu o premiado média  Ismael & Adalgisa que mistura ficção e documentário ao descrever o intenso amor do pintor Ismael Nery e sua mulher Adalgisa.

episódio #1 – ANNA BELLA GEIGER

Estreia: 18/02 às 21H. Reprises: 20/02 às 17H e 21/02 às 19H30

A artista fala sobre seu trabalho e de onde nascem as ideias para suas obras. Em seu atelier no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro, Anna Bella dispõe desordenadamente seus materiais de trabalho. Uma mistura de tintas, telas, fios, chapas metálicas e velas compõem um curioso universo que convida o espectador a um mergulho em seu processo de trabalho. A câmera acompanha a artista na escolha desses materiais para a confecção de uma obra. Anna Bella comenta sobre a imensa variedade de suportes escolhidos por ela, a relação das suas obras a serviço da denúncia do fato político e como forma de protesto diante das circunstâncias por ela presenciadas. De que forma a arte pode influir nos processos políticos? Até que ponto é possível usar a arte para interferir? O uso da arte como agente acompanhado de imagens do trabalho de Anna Bella ao longo de diferentes momentos políticos é o tema central desse documentário. A produção também acompanhou a última montagem da obra “Circa 2018” montada na Mansão dos Abacaxis, para a Arte Rio. Anna Bella gosta de discorrer sobre a efemeridade do que chama sua “geopoética”, obras que refletem o espaço e suplantam os conceitos de limite e tempo. Nas palavras da artista: “Essa geografia me remete para uma história, a própria história do Brasil. Essa história do Brasil aparece em alguns  trabalhos meus, em gravuras, nas gavetas que eu chamo de fronteiriço, sempre a uma referência de situações, quais são essas situações? Depende…, mas eu estou tratando da arte, eu sou artista. ”

episódio #2 – LUIZ AQUILA

Estreia: 25/02 às 21H. Reprises: 27/02 às 17H e 28/02 às 19H30

No seu atelier, diante da tela branca, o artista Luiz Aquila comenta suas motivações e como lida com o início do processo. O historiador Lauro Cavalcanti afirma que, para Aquila, o processo é tão importante quanto o resultado. O artista começa a pintura de uma tela, acompanhada por esta produção e concluída na sequência final. O making of de um quadro é o ponto de partida na condução da narrativa pontuada pelo retorno ao atelier nas sequências posteriores. Aquila comenta sua opção pela Serra Fluminense – Petrópolis – e mostra seus cantos preferidos: “as trincheiras de cores”. Ele relaciona o seu cotidiano ao processo criativo, fala sobre a luz natural e seus efeitos, de um olhar diferente a cada dia sobre o mesmo objeto, sobre a mesma cor. “A pintura trabalha durante a noite”, diz o artista. Por sua produção artística e também pela atuação como diretor e professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro, o professor Luiz Aquila é  considerado um dos grandes incentivadores e uma referência para o grupo de artistas conhecido como Geração 80. No documentário são entrevistados Lauro Cavalcanti, historiador, antropólogo e escritor, amigo de Aquila e organizador do livro “Luiz Aquila – Quase Tudo, a neverending tour ”, e Luiz Pizarro, artista plástico, professor e ex-aluno de Aquila. Juntos, travam um diálogo sobre “quase tudo”: sobre o ensino de arte, sobre o título das telas e, sobretudo, sobre a importância de saber olhar. O filme propicia um mergulho na obra e no cotidiano do artista de maneira informal, para que permaneça, na audiência, a curiosidade de acompanhar e conhecer o trabalho deste grande artista.

episódio #3 – ATHOS BULCÃO

Estreia: 04/03 às 21H. Reprises: 06/03 às 17H e 07/03 às 19H30

O documentário visita as obras de Athos em Brasília e no Rio de janeiro. Não há como não relacionar Brasília a Oscar Niemeyer e a Athos Bulcão. Nas palavras do professor e arquiteto JC Coutinho: ”a obra de Atos é a presença dessas obras nos espaços externos na cidade”, e cria uma perenidade que poucos artistas alcançaram. Na exposição comemorativa dos 100 anos de Athos Bulcão no CCBB do Rio de Jaineiro, as imagens das muitas facetas de Athos são comentadas pela curadora, Marilia Panitz e por Valéria Cabral, amiga do artista e diretora da Fundathos – Fundação Athos Bulcão. Das fotomontagens aos figurinos para teatro, do Sambódromo a Catedral de Brasília, o documentário visita a obra de Athos em seu amplo espectro. Nas palavras de Marcus Lontra: “A obra de Athos Bulcão pode ser considerada um dos últimos desdobramentos do Modernismo de 22, influenciada pelo ideário modernista e pela renovação provocada pelo Abstracionismo Geométrico e Informal”. Nas palavras de Athos Bulcão, em entrevista gravada pela diretora Malu De Martino, em Brasília, em 1998: “Não tem esse negócio de inspiração não! Arte é como dizia Leonardo da Vinci: Arte é cosa mentale ”.

episódio #4 – CELEIDA TOSTES

Estreia: 11/03 às 21H. Reprises: 13/03 às 17H e 14/03 às 19H30

“Em sua sala de aula/atelier na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Celeida Tostes fazia seu grande laboratório experimental, um terreno alquímico, local de ação coletiva”, afirma Marcus Lontra. Essa professora/artista, com sua vivacidade e fala mansa, conquistou uma liberdade invejável e transformou o ensino de arte não só no Parque Lage como também na UFRJ. Alguns de seus colegas e alunos foram entrevistados para esse documentário. No fim do ano de 1979, Celeida instalou, com as mulheres da comunidade do Morro do Chapéu Mangueira, o piloto do projeto ‘Formação de Centros de Cerâmica Utilitária nas Comunidades da Periferia Urbana’ – chamadas Favelas. Para lá levou seus alunos e, em uma ação coletiva, transformou também a vida daquela comunidade por meio da afirmação de sua identidade cultural. Dona Agostinha descreve a experiência com emoção: “Eu me sentia gente, sabe? ” Felizmente a trajetória de Celeida Tostes é fartamente documentada com inúmeras fotos e slides dos processos criativos e das obras, bem como de mostras, exposições e publicações. Em 2015, foi lançado um catálogo completo das obras da  artista, produzido pela jornalista e pesquisadora Raquel Silva, que colabora com esta série, ao colocar todo o material iconográfico de sua pesquisa à disposição de “Tela sobre Tinta”.

episódio #5 – FARNESE DE ANDRADE

Estreia: 18/03 às 21H. Reprises: 20/03 às 17H e 21/03 às 19H30

“Farnese sempre foi uma pessoa muito peculiar. Ele tinha uma coisa, para terceiros, para quem não o conhecia bem, uma coisa meio de bruxo, né?” Essa foi a afirmação do cineasta e crítico de arte Olívio Tavares de Araújo, sobre seu filme, e o principal incentivo para a inclusão do nome de Farnese de Andrade no elenco dessa série. A partir do filme de Olívio: “Farnese”, de 1970, e da  exposição, “Farnese de Andrade – Arqueologia Existencial”, com a curadoria de Marcus Lontra para a Caixa Cultural, em 2018, o documentário busca, através dos depoimentos destes dois conhecedores da obra de Farnese, elaborar o pensamento do controverso artista. As assemblages , as esculturas e até os desenhos de Farnese são os destaques desse episódio. Na visão de Marcus, os objetos são capazes de revelar segredos profundos da psique do artista, “mas persiste neles alguma coisa obscura, intransponível, misteriosa, permanente dialética. ” Nas palavras de Olívio Tavares de Araújo: “Eu tenho a impressão que 70% dos artistas, mesmo quando a obra não parece tão exorcista, quando ela não é tão visceral, no fundo estão buscando organizar seu próprio universo interior. Porque ao conhecer o universo interior, ele cria uma ponte para o conhecimento do universo exterior. Porque toda obra de arte, na verdade, é uma forma de conhecimento. ”

Sobre a série “Tela sobre Tinta”

A série “Tela sobre Tinta” cria um acervo documental de Arte Brasileira para os espectadores alcançados pela ASSOCIAÇÃO DE TELEVISÃO DAS UNIVERSIDADES DO RIO DE JANEIRO – UTV (canal 11 da NET), com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre os maiores influenciadores do atual panorama das artes plásticas no Brasil. Juntos, esses artistas influenciaram grande parte dos nomes que atuam hoje no mercado nacional e internacional, ora como professores, ora como agentes de experimentação em linguagens e estilos pouco explorados. A série é composta por cinco episódios independentes, de 30 minutos cada, e constrói o perfil de um artista convidado por capítulo. Através de material de arquivo, extraído de uma extensa pesquisa, é possível delinear a trajetória e o legado dessas personalidades. “Tela sobre Tinta” é uma experiência de descoberta para as novas gerações de artistas e educadores. O espectador conhecerá a natureza e a função da linguagem das Artes Visuais, além de suas diferentes manifestações, de acordo com os contextos sociocultural e histórico nos quais foram criadas. Produzida pela ML Produções, dirigida e  idealizada por Malu De Martino, a primeira temporada conta com nomes de reconhecida importância no cenário das artes plásticas. Anna Bella Geiger, Luiz Aquila, Athos Bulcão, Celeida Tostes e Farnese de Andrade são os protagonistas. “Tela sobre Tinta” também apresenta depoimentos que ajudam na composição do perfil deste elenco, trazendo nomes como Marcus Lontra, Lauro Cavalcanti, Olivio Tavares do Araújo, Fernando Cocchiarale e Luiz Pizarro, entre outros.

 

 

Compartilhar:
Notícias - 25/02/2021

Carlos Bracher fará retrato ao vivo e à distância com exibição online

Dando continuidade ao projeto Ateliê Casa Bracher, no dia 27 de fevereiro, o pintor mineiro Carlos Bracher fará uma pintura …

Notícias - 25/02/2021

ArtRio abre inscrições para edição 2021

A ArtRio confirma sua 11ª edição, em 2021, e abre inscrições para as galerias nacionais e internacionais que desejarem participar …

Notícias - 24/02/2021

Obras de artistas contemporâneos estão com valores especiais em ação da ABACT

A Associação Brasileira de Arte Contemporânea (ABACT) começa o ano com uma oportunidade única para colecionadores e amantes de arte …

Notícias - 24/02/2021

Obras de arte de Edvard Munch ganham novo museu em Oslo

A primavera foi uma fonte recorrente de inspiração para Edvard Munch, e agora a estação marca um começo especialmente novo …

Notícias - 24/02/2021

O Realismo Mágico em exposição do Georgia Museum of Art

Há muito obscurecido pela ascensão do expressionismo abstrato na década de 1950, o realismo mágico está em alta novamente. O …

Notícias - 24/02/2021

Desenhos não publicados de Dalí lançam luz sobre as conexões dos surrealistas com obras de antigos mestres

Uma nova pesquisa revelou uma estreita ligação entre Salvador Dalí e Leonardo da Vinci. De acordo com um relatório do …

Notícias - 23/02/2021

Série do Inhotim mostra os bastidores do restauro de obra de Hélio Oiticica

Um episódio especial da série Bastidores, do Inhotim, entrou no ar no último sábado, dia 20. Nele, você fica sabendo …

Notícias - 23/02/2021

Eduardo Kobra cria obra com cilindro de oxigênio para arrecadar fundos para o Amazonas

O UniãoBR, movimento de voluntários de todo o Brasil, realizou uma parceria inédita com o artista urbano Eduardo Kobra. Conhecido …

Notícias - 23/02/2021

Espetáculo online apresenta inventário sobre José Leonilson

O espetáculo Ser José Leonilson ganha versão audiovisual ao vivo para ser transmitida em tempos de teatros fechados e programações …

Notícias - 23/02/2021

MIS Experience: destaques da mostra de Leonardo da Vinci

O MIS Experience está novamente aberto para visitas presenciais, e agora com preços reduzidos. Até o dia 28 deste mês …

Notícias - 13/02/2021

Flávia Junqueira promove intervenções em quadras de escolas de samba

O vazio deixado nas quadras das escolas de samba e no Sambódromo do Rio de Janeiro será preenchido com intervenções …

Notícias - 12/02/2021

Mostra disponibiliza playlist ouvida por artistas na quarentena

A exposição “Una(S)+”, em cartaz no Oi Futuro até 28 de março de 2021 tem uma trilha sonora, formada pelas …