Destino trágico de musa de Van Gogh é revelado em novo livro

Uma representação de Vincent van Gogh de Sien Hoornik, a única namorada do artista, de 1882. Cortesia: Kröller-Müller Museum, Otterlo.

O especialista em Van Gogh, Martin Bailey, relata a difícil vida de Sien Hoornik.

Em sua curta vida de 37 anos, Vincent van Gogh teve apenas uma namorada, Sien Hoornik, uma prostituta que ele contratou para ser sua modelo. E apenas 21 anos depois do artista ter se matado em um campo no norte da França, Hoornik também morreu por conta própria – assim como ela disse que faria ao artista.

A história, contada no novo livro do especialista em Van Gogh, Martin Bailey, Vivendo com Vincent van Gogh: As casas e paisagens que modelaram o artista (publicado pela White Lion Publishing), desenvolve mais completamente uma história que só era conhecida anteriormente em parte.

Quando Hoornik conheceu o artista, ela era uma mãe solteira grávida. Eventualmente, ela e sua jovem filha mudaram-se para o seu humilde apartamento em Haia, onde ela deu à luz um filho, chamado Willem, em homenagem ao nome do meio do artista, embora ele não fosse o pai.

Cerca de um ano depois que eles começaram a viver juntos, Hoornik disse a Van Gogh que ela havia se tornado uma “prostituta” por acomodação, prevendo que “estava fadada a acabar pulando na água”, relata Bailey.

Hoornik finalmente se afogou em 1904. Embora a acadêmica de Van Gogh, Jan Hulsker, tenha escrito anteriormente sobre seu suicídio, a data e as circunstâncias exatas nunca haviam sido identificadas. Bailey rastreou sua certidão de óbito no arquivo municipal de Roterdã, combinando a data da morte com relatos em um jornal local sobre uma mulher que se afogou.

Hoornik não teve uma vida fácil. Ela perdeu dois filhos na infância, e cada um dos quatro homens que a engravidaram acabou abandonando-a. Embora Van Gogh tenha expressado o desejo de se casar com ela, eles nunca se casaram.

“Eu não quero que ela se sinta abandonada e sozinha por mais uma vez… Eu sinto um amor terno por ela e abraço seus filhos”, escreveu o artista em uma carta para seu irmão, Theo. Van Gogh reconheceu o estado frágil de Hoornik, acrescentando que temia que, se não se casassem, “as dificuldades a farão seguir o mesmo caminho que termina no abismo”.

O atestado de óbito da antiga namorada de van Gogh, Clasina (Sien) Maria Hoornik (22 de novembro de 1904). © Collectie Staadsarchief Roterdão.

Os dois se separaram cerca de 18 meses depois de se conhecerem, em parte porque Hoornik não compartilhava o amor voraz de Van Gogh por arte e literatura – mas também por causa da oposição de Theo ao relacionamento (ele se opunha a que seu irmão se casasse com uma ex-prostituta). Depois que eles terminaram, Hoornik enviou seus dois filhos vivos para serem criados por membros da família.

Em 1901, aos 51 anos, ela finalmente se casou pela primeira vez com Arnoldus Franciscus van Wijk, 11 anos mais novo do que ela. A pesquisa de Bailey revelou um artigo de jornal no qual ele foi solicitado a identificar o corpo exumado de sua esposa uma semana após sua morte, altura em que o corpo estava em estado de decadência.

Compartilhar:
Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …

Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …