Crítica de arte quebra acidentalmente uma escultura de 19 mil dólares na Zona Maco

Os truques ágeis e sinistros de Gabriel Rico (Para serem preservados sem escândalo e corrupção) I (2018) antes de serem destruídos. © GABRIEL RICO / CORTESIA OMR, CIDADE DO MÉXICO

Uma crítico de arte mexicana destruiu uma escultura de um dos artistas emergentes do país em sua mais importante feira de arte no sábado. A grande obra de vidro de Gabriel Rico foi a peça central do estande da Galería OMR, na Cidade do México, na Zona Maco – pelo menos até a intervenção da crítica de arte Avelina Lésper.

A escultura – que apresentava uma bola de futebol, uma bola de tênis, uma pedra e outros objetos encontrados aparentemente suspensos em um suporte de vidro – tornou-se pilha de objetos no chão, cercada por detritos e estilhaços de vidro. A crítica estava conduzindo uma visita guiada à feira quando, segundo a Artnet News, ela colocou uma lata de Coca-Cola em um dos elementos de pedra para tirar uma foto como crítica do trabalho.

Lésper se defendeu, dizendo a Milenio,  o jornal da Cidade do México para o qual ela escreve, que colocou a lata perto, mas não sobre a escultura quando se quebrou. “Eu tinha uma lata de refrigerante vazia, tentei colocá-la em uma das pedras, mas o trabalho explodiu”, disse ela. “Foi como se o trabalho tivesse ouvido meu comentário e sentido o que eu pensava.” Ela negou pôr em risco deliberadamente o trabalho.

“Estamos muito tristes e decepcionados com o que aconteceu hoje”, disse a OMR em um comunicado no Instagram, acompanhado por uma imagem das consequências. “Não entendemos como uma suposta crítica profissional de arte destruiu uma obra.” A galeria culpou Lésper por se aproximar demais da escultura, acrescentando que ela mostrava “uma enorme falta de profissionalismo e respeito” pelo artista, cujo trabalho foi incluído na exposição central da Bienal de Veneza 2019.

O trabalho de 2018, intitulado  Nimble and Sinister Tricks foi avaliado em US $ 19.000. Não está claro se Rico recriará o trabalho ou quem pagará por ele. “Estou triste porque isso foi muito desrespeitoso com as peças”, disse o artista em comunicado. “Esta é uma situação lamentável.”

A crítica de arte sugeriu que a galeria vendesse o trabalho quebrado, comparando sua destruição com o destino do Large Glass de Marcel Duchamp (quando a famosa escultura de vidro do artista francês foi acidentalmente danificada durante o transporte, ele respondeu que agora estava completa). O caso logo começou a aparecer nas mídias sociais, com algumas pessoas culpando o trabalho, e não a crítica, por sua queda, dizendo que o vidro estava muito fraco e que Lésper estava certa em seu argumento.

O artista de Guadalajara, Gabriel Rico, nascido em 1980, costuma usar objetos encontrados em suas instalações cuidadosamente arranjadas, que combinam referências ao surrealismo, arte povera e cultura popular.

Fonte: Artnet News

Compartilhar:
Notícias - 14/04/2021

Passagem - por Maria Fernanda Paes de Barros

Que é a arte, afinal, do ponto de vista emotivo, senão a linguagem das forças inconscientes que atuam dentro de …

Notícias - 13/04/2021

Médico e artista plástico expõe obra feita de raio-x na Igreja Presbiteriana do Butantã

Moradores e visitantes da região do Butantã têm se deparado com uma cena inusitada ao circularem a Praça Vicente Rodrigues, …

Notícias - 13/04/2021

Após reclamações, outdoors de Steven Shearer são retirados de festival em Vancouver

Uma série de sete outdoors com fotos de pessoas dormindo foi encoberta depois que os organizadores do Capture Photography Festival …

Notícias - 13/04/2021

Sotheby's e Niftygateway oferecem edição ilimitada de criptoarte

A criptoarte segue sendo assunto quente no mercado. De olho na tendência, a Sotheby’s e o site Niftygateway estão oferecendo …

Notícias - 12/04/2021

FAMA Museu lança edital para exposições no espaço

A fim de incentivar a produção artística contemporânea e valorizar a diversidade cultural por meio da multiplicidade de expressões artísticas …

Notícias - 09/04/2021

Inhotim e Arte1 firmam parceria para exibição da série Diálogos

Duas instituições voltadas para a arte acabam de se unir para disseminar conteúdos de qualidade para o público. O Instituto …

Notícias - 08/04/2021

Conheça Bruna Pessoa de Queiroz, presidente da “Usina da Arte”

Ancorada numa tradição cultural “artistocrática”, a família Pessoa de Queiroz revive desde 2015 uma antiga fábrica de cana-de-açúcar perto do …

Notícias - 08/04/2021

Galeria Nara Roesler representa o Brasil na EXPO CHGO ONLINE

Com o apoio do projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad, uma parceria da ABACT (Associação Brasileira de …

Notícias - 08/04/2021

INSTITUTO TOMIE OHTAKE ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O 5º PRÊMIO TERRITÓRIOS

Iniciativa idealizada e coordenada pelo Instituto Tomie Ohtake, com patrocínio da Estácio e do Grupo GPS, em parceria com o …

Notícias - 07/04/2021

Conheça o jovem que saiu da Vila Vintém para defender o acesso à cultura em Boston

Como já vem sendo feito há alguns anos, a Brazil Conference at Harvard & MIT 2021, evento criado por …

Notícias - 07/04/2021

Nova galeria de arte vende obras com o tema "identidade"

Inaugurada no mês de celebração ao Dia Mundial das Mulheres, a Pequena Galeria apresenta cinco artistas mulheres de diferentes regiões …

Notícias - 06/04/2021

Obras de Antony Gormley colocadas na praia dividem opiniões

Esperava-se que incentivassem a apreciação da arte contemporânea. Mas, em vez disso, quatro esculturas de ferro de Antony Gormley parecem …