Conheça os artistas e as obras da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Enquanto a estrela do tênis japonesa Naomi Osaka carregava a tocha olímpica escada acima durante a cerimônia de abertura dos jogos de Tóquio, uma esfera branca no topo se desenrolou dramaticamente para revelar o caldeirão olímpico, projetado pelo canadense Oki Sato. O arquiteto, que trabalhou em coleções de instituições como o Museu de Arte Moderna de Nova York, o High Museum de Atlanta e o Victoria & Albert Museum em Londres, segue os passos do artista americano Anthony Howe, que criou uma escultura cinética cintilante de metal para a pira nos jogos cariocas de 2016.

A pira de Tóquio também foi criada com um olhar voltado para a sustentabilidade, movida pela primeira vez a hidrogênio, segundo a Associated Press. Ao contrário do propano, o combustível normalmente utilizado, a queima de hidrogênio não produz dióxido de carbono.

Usada para acendera a pira estava a tocha 2020, um desenho em forma de pétala do artista e designer Tokujin Yoshioka inspirado nas flores de cerejeira japonesas. A tocha é 30% de alumínio reciclado, feito de metal de uma caixa pré-fabricada construída após 11/3, o devastador terremoto e tsunami que atingiu o leste do Japão em 2011.

Antes da conclusão do revezamento da tocha, a cerimônia de abertura prestou homenagem a um elemento de design frequentemente esquecido dos jogos: os pictogramas simples que representam cada esporte. Os pictogramas foram introduzidos originalmente para superar as barreiras do idioma na competição internacional durante seus primeiros jogos asiáticos, também em Tóquio, em 1964. Artistas vestidos de azul e branco, usando máscaras redondas e luvas para imitar as figuras sem traços característicos, posaram em rápida sucessão para replicar todos os pictogramas do designer gráfico Masaaki Hiromura criado para as 50 disciplinas em 41 esportes durante o evento deste ano. O desenvolvimento da abreviatura visual de cada evento levou dois anos. “Tentei expressar a beleza dinâmica dos atletas por meio desses pictogramas, respeitando o legado dos pioneiros da indústria de design japonesa em seus projetos para os Jogos de Tóquio 1964”, disse Hiromura em um comunicado.

A cerimônia de abertura também incluiu um impressionante show de luzes de drones programado pela Intel que apresentou uma frota de 1.824 drones dramaticamente arranjados no logotipo xadrez do jogo de 2020, desenhado por Asao Tokolo.

Logo após a conclusão da cerimônia, a pira foi realocada para a Ponte Ohashi perto da Baía de Tóquio, permitindo ao público ver a chama pessoalmente.

Além de todas as obras da abertura, as Olimpíadas de Tóquio também estão marcadas pela construção da Ágora Olímpica com obras pela cidade. Veja clicando aqui. E conheça o trabalho de Xavier Veilhan, um dos destaques da Ágora Olímpica, em coluna de Marc Pottier. Clique aqui.

 

Compartilhar:
Notícias - 17/09/2021

Barbara Kruger e MArk Bradfort integram lista de 100 pessoas mais influentes de 2021 da Revista Time

Os artistas Barbara Kruger e MArk Bradfort figuram na lista de 100 pessoas mais influentes de 2021 da Revista Time. …

Notícias - 17/09/2021

Samsung fecha parceria com grandes museus para serviço de arte na TV

A Samsung Electronics Co. anunciou que assinou uma parceria com o Museu do Louvre para expandir seu serviço de assinatura …

Notícias - 17/09/2021

Professor de história da arte descobre obra do barroco italiano em igreja de Nova York

Um professor de história da arte em Westchester, Nova York, descobriu uma rara pintura barroca italiana em uma igreja local. …

Notícias - 17/09/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2022

A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, divulga a …

Notícias - 16/09/2021

Artistas contemporâneos ocupam mobiliário urbano do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro continua lindo e ganhou ainda mais cor com a exposição a céu aberto Arte Atua, que …

Notícias - 16/09/2021

"Ópera é chato", afirma Marina Abramovic na estreia de seu trabalho em Londres

“A ópera é chata”, afirmou Marina Abramovic em uma sala cheia de jornalistas na abertura de uma exposição de suas …

Notícias - 15/09/2021

Galerias comemoram bons resultados na ArtRio

A ArtRio encerrou sua 11ª edição, realizada em formato presencial, na Marina da Gloria, Rio de Janeiro, e em plataforma …

Notícias - 10/09/2021

Bolsa de Fotografia ZUM/IMS seleciona projetos de Castiel Vitorino Brasileiro e Tiago Sant’Ana

O Instituto Moreira Salles anuncia os dois projetos vencedores da 9ª edição da Bolsa de Fotografia ZUM/IMS: Corpoflor − A …

Notícias - 10/09/2021

evento reúne INTERVENÇÕES ARTÍSTICAS INSPIRADAS PELO MAIS ANTIGO HOSPITAL PSIQUIÁTRICO DO BRASIL

Em abril de 2021, os nove últimos moradores pacientes do Complexo Hospitalar do Juquery foram transferidos e o hospital encerrou …

Notícias - 09/09/2021

Bolsa IMS de Pesquisa em Fotografia abre chamada

A partir de hoje (8/9), estão abertas as inscrições para a 4ª Bolsa IMS de Pesquisa em Fotografia. Com o …

Notícias - 09/09/2021

Galerias brasileiras marcam presença na feira nova-iorquina The Armory Show

As galerias Lume, Millan, Nara Roesler e Vermelho participam da feira The Armory Show, que acontece entre os dias 9 …

Notícias - 09/09/2021

Funarte lança editais para diferentes linguagens artísticas

A Fundação Nacional de Artes – Funarte publicou cinco diferentes editais nesta semana, para incentivo a projetos relacionados a várias …