Conheça o artista africano que está se tornando a estrela de leilões

Amoako Boafo’s, Sleepy Lady (2019). Courtesy Phillips.

Em fevereiro, a casa de leilões Phillips apresentou uma pintura do artista nascido em Ghani, Amoako Boafo, em sua venda noturna de arte contemporânea em Londres, marcando a primeira vez que uma tela do cobiçado artista do mercado primário aparecia em leilão. O trabalho alcançou um total de £ 675.000 (US$ 881.550), superando em muito a estimativa de pré-venda de £ 30.000 a £ 50.000 (US$ 38.700- $ 64.500). Agora, a Phillips tem outro trabalho de Boafo, o segundo a chegar ao mercado até o momento, em uma venda contemporânea on-line temática de apenas 24 lotes, denominada Shaping the Surface.

Sleepy Lady (2019), de Boafo, um trabalho concluído em 2019, estimado entre 15.000 a 20.000 libras, lidera a venda com uma oferta de £ 85.000 libras, mais de cinco vezes a sua estimativa baixa. Com os lances ainda abertos, poucos esperam que a venda termine com os 24 lances já lançados. A venda terminou às 14:00, horário de Londres, desta quinta-feira, 21 de maio.

O trabalho já mudou de mãos duas vezes. O expedidor comprou a obra de uma coleção particular em Viena. Semelhante à série da Diáspora Negra, amplamente reconhecida pelo artista, um grupo de retratos figurativos com a abordagem de Boafo para documentar a negritude e representar a imagem negra, a obra é um exemplo forte do estilo distintivo de Boafo. Boafo foi educado na Academia de Belas Artes de Viena. Ele cita o retrato do modernista Egon Schiele como uma referência histórica importante em sua prática e entre suas influências contemporâneas, nomes como Lynnette Yiadom-Boakye, Jordan Casteel e Kerry James Marshall.

Amoako Boafo biography | Mariane Ibrahim Gallery

A ascensão de Boafo à proeminência vem da convergência de duas tendências de mercado. Uma é a demanda sustentada por pintura figurativa; o outro é um interesse contínuo em pintores de ascendência africana. O fato de Boafo inspirar simultaneamente o modernismo europeu e as imagens que faltam no vasto cânon da história de arte centrada na Europa faz com que seu trabalho pareça quase projetado para o sucesso do mercado. A resposta do mercado foi imediata, com trabalhos recentes fora do mercado primário sendo lançados na Phillips em resposta direta a eventos de marketing como a edição de 2019 da Art Basel Miami Beach.

A virada de Boafo veio com o apoio dos colecionadores contemporâneos Don e Mera Rubell, de Miami, que acrescentaram o trabalho do artista de 36 anos às propriedades de seu museu particular e o selecionaram para seu programa de residência artística financiado pela Fundação Knight. O artista também está sendo colecionado por instituições públicas. No ano passado, o City Museum de Miami comprou o Brinco azul cobalto de Boafo por US$ 44.000 e, na feira FIAC de Paris em outubro de 2019, a galeria Mariane Ibrahim vendeu a Monica (2019) de Boafo por US$ 18.000.

Ganhador do Prêmio Walter Koschatzky de Arte em 2017, o apoio institucional de Boako inclui a coleção permanente do Museu de Arte Hessel do Bard College e do Museu Albertina de Viena.

Fonte e tradução: Art Market Monitor.

Compartilhar:
Notícias - 09/04/2021

Inhotim e Arte1 firmam parceria para exibição da série Diálogos

Duas instituições voltadas para a arte acabam de se unir para disseminar conteúdos de qualidade para o público. O Instituto …

Notícias - 08/04/2021

Conheça Bruna Pessoa de Queiroz, presidente da “Usina da Arte”

Ancorada numa tradição cultural “artistocrática”, a família Pessoa de Queiroz revive desde 2015 uma antiga fábrica de cana-de-açúcar perto do …

Notícias - 08/04/2021

Galeria Nara Roesler representa o Brasil na EXPO CHGO ONLINE

Com o apoio do projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad, uma parceria da ABACT (Associação Brasileira de …

Notícias - 08/04/2021

INSTITUTO TOMIE OHTAKE ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O 5º PRÊMIO TERRITÓRIOS

Iniciativa idealizada e coordenada pelo Instituto Tomie Ohtake, com patrocínio da Estácio e do Grupo GPS, em parceria com o …

Notícias - 07/04/2021

Conheça o jovem que saiu da Vila Vintém para defender o acesso à cultura em Boston

Como já vem sendo feito há alguns anos, a Brazil Conference at Harvard & MIT 2021, evento criado por …

Notícias - 07/04/2021

Nova galeria de arte vende obras com o tema "identidade"

Inaugurada no mês de celebração ao Dia Mundial das Mulheres, a Pequena Galeria apresenta cinco artistas mulheres de diferentes regiões …

Notícias - 06/04/2021

Obras de Antony Gormley colocadas na praia dividem opiniões

Esperava-se que incentivassem a apreciação da arte contemporânea. Mas, em vez disso, quatro esculturas de ferro de Antony Gormley parecem …

Notícias - 06/04/2021

National Gallery cria sua primeira mostra projetada para telefones celulares

A National Gallery apresentará sua primeira exposição projetada para telefones celulares, permitindo que as pessoas vivenciem com detalhes incríveis uma …

Notícias - 06/04/2021

Visitas aos 100 principais museus e galerias do mundo caem 77% devido a Covid

O número de visitantes nos 100 principais museus e galerias de arte do mundo caiu 77% no ano passado, de …

Notícias - 05/04/2021

Exposição artística mais extensa do mundo é realizada no Caminho de Santiago

“Las Estrellas del Camino” é uma exposição permanente com curadoria de Estrella Galicia e realização da agência AUPA!. A mostra …

Notícias - 05/04/2021

Inscrições para a ArtRio 2021 prorrogadas até 30 de abril

As inscrições para as galerias que desejam participar da 11ª edição da ArtRio foram prorrogadas até o dia 30 de …

Notícias - 31/03/2021

Instituto Cultural Vale lança programa gratuito de formação em Gestão Contemporânea das Artes

O Instituto Cultural Vale lança nesta terça-feira, 30, seu programa de formação em Gestão Contemporânea das Artes. Voltado para profissionais …