Bienal de São Paulo confirma adiamento para 2021

Fotogragia de Deana Lawson © Deana Lawson Cortesia de Sikkema Jenkins & Co., Nova York e Rhona Hoffman Gallery, Chicago

Enquanto a pandemia de coronavírus continua a alterar drasticamente o calendário mundial da arte, a maior exposição da América Latina anunciou na última quarta-feira, dia 1/7, grandes mudanças em uma conferência de imprensa internacional realizada na plataforma Zoom. Os organizadores da 34ª edição da Bienal de São Paulo disseram que a principal exposição coletiva seria adiada para 2021. Como resultado, a bienal seria agora em anos ímpares, em vez de pares, assim como a Bienal de Veneza.

Adiada anteriormente de setembro a outubro deste ano, a exposição principal, que traz o tema Embora ainda esteja escuro, eu canto, passará de 4 de setembro a 5 de dezembro de 2021. Restrições de viagem que afetam o Brasil e cancelamento temporário de viagens dos museus foram fatores-chave na decisão de adiar, disseram os organizadores.

A 34ª edição da Bienal de São Paulo foi inaugurada oficialmente em fevereiro, com uma exposição individual de Ximena Garrido-Lecca e uma performance de Neo Muyanga, e estava programada para realizar outras mostras individuais, incluindo um de Deana Lawson que viajaria de Kunsthalle Basileia, na Suíça, isso ocorreria ao longo de 2020. A lista final de artistas participantes deveria ser anunciada em abril passado, mas foi adiada pela pandemia.

“A bienal foi concebida do ponto de vista curatorial desde o início como uma exposição ou um projeto que expande seus limites convencionais tanto no tempo quanto no local”, disse Jacopo Crivelli Visconti , curador-chefe da exposição, em entrevista à imprensa. “Essas novas datas são um desafio para nós, como curadores, seguir o que colocamos como parâmetros ou conceitos essenciais da exposição desde o início.”

Visconti confirmou que todos os trabalhos originalmente destinados as exposições solo, incluindo as fotos encomendadas por Lawson em Salvador, na Bahia, serão mostrados na exposição principal e que todas as comissões anunciadas ainda serão produzidas.

As ideias gerais que norteiam a bienal permanecerão as mesmas, disse Visconti. “Nós já estávamos pensando em lidar com ideias de resistência, de circulação, de produzir arte e cultura em geral quando fechadas em uma prisão, uma sala ou um ambiente doméstico. A maioria das coisas em que já estávamos trabalhando parece ser mais relevante hoje.”

Na chamada, José Olympio Pereira, presidente da Fundação Bienal de São Paulo e um dos principais colecionadores de arte do mundo, disse que o orçamento da bienal ainda não foi afetado pela pandemia, já que uma parcela significativa de seus fundos ainda não havia sido afetada e gastos antes do lockdown mundial no início deste ano. Ele disse que a fundação havia perdido receita porque não podia alugar o Pavilhão Ciccillo Matarazzo, que abriga a exposição bienal.

A mudança para os anos ímpares da Bienal de São Paulo, com a 35ª edição ocorrendo em 2023, pode ter um grande impacto em outros eventos mundiais da arte. Tradicionalmente, a Bienal de Veneza, o festival de arte mais antigo do mundo, é apresentada em anos ímpares, e a Bienal de São Paulo, o segundo evento mais antigo do gênero, é realizada em anos pares. A próxima iteração da Bienal de Veneza, sob a direção de Cecilia Alemani , foi adiada para 2022 porque a Bienal de Arquitetura de Veneza foi movida para 2021.

Compartilhar:
Notícias - 11/01/2021

Artista mineira Marina Amaral entra para lista da Forbes

A colorista mineira Marina Amaral entrou para a lista da Forbes dos jovens mais influentes do ano.  A Under 30 …

Notícias - 11/01/2021

Iphan e Polícia Federal resgatam material arqueológico no Acre

Na manhã do dia 5 de janeiro, uma ação conjunta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no …

Notícias - 11/01/2021

Exposição do estilista Tomo Koizumi inicia o Departamento de Moda, Design e Arquitetura da Fundação Iberê

Em 2021, a Japan House São Paulo (JHSP) vai expandir sua presença pelo Brasil, por meio de um projeto de …

Notícias - 11/01/2021

Pinacoteca de São Paulo divulga programação de 2021

 

Em 2021, a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, …

Notícias - 28/12/2020

Os universos díspares da Rússia contemporânea pelas lentes de Serguei Maksimishin em “O Último Império”

A exposição “O Último Império – Serguei Maksimishin”, que esteve no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, entre dezembro de …

Notícias - 20/12/2020

Consciência diante do perigo: as representações do medo ao longo da História da Arte

Quando Susan Sontag fala que fotografia é sobre dor, ela fala sobre Arte. Quando Susan afirma que “fotos são um …

Notícias - 19/12/2020

São Paulo ganha mural em homenagem às comunidades indígenas afetadas pela pandemia

As Nações Unidas e a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela, em São Paulo, se unem …

Notícias - 18/12/2020

Farol Santander abre hoje mostra do artista chileno Iván Navarro

Abre hoje, 18 de dezembro, no Farol Santander São Paulo, a exposição ExFinito, primeira grande mostra individual no país do …

Notícias - 17/12/2020

Conheça os 91 projetos selecionados do Rumos Itaú Cultural 2019/2020

A Dasartes participou na última quarta-feira, 16 de dezembro, na coletiva de imprensa do Itaú Cultural, que anunciou os projetos selecionados …

Notícias - 17/12/2020

REGINA BONI ANUNCIA INAUGURAÇÃO DA GALERIA SÃO PAULO FLUTUANTE EM 2021

Para quem afrontou militares e a extrema direita em plena ditadura nos anos 60, não seria uma pandemia em escala …

Notícias - 17/12/2020

Itaú Cultural lança publicação com trabalhos de artes visuais selecionados em edital

No dia 15 de dezembro entrou no ar, no site do Itaú Cultural, www.itaucultural.org.br, uma publicação virtual que reúne as …

Notícias - 17/12/2020

CASA FIAT DE CULTURA DIVULGA SELECIONADOS PARA EXPOR NA PICCOLA GALLERIA

O 4º Programa de Seleção da Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura já tem os nomes dos artistas selecionados …