Bienal de São Paulo confirma adiamento para 2021

Fotogragia de Deana Lawson © Deana Lawson Cortesia de Sikkema Jenkins & Co., Nova York e Rhona Hoffman Gallery, Chicago

Enquanto a pandemia de coronavírus continua a alterar drasticamente o calendário mundial da arte, a maior exposição da América Latina anunciou na última quarta-feira, dia 1/7, grandes mudanças em uma conferência de imprensa internacional realizada na plataforma Zoom. Os organizadores da 34ª edição da Bienal de São Paulo disseram que a principal exposição coletiva seria adiada para 2021. Como resultado, a bienal seria agora em anos ímpares, em vez de pares, assim como a Bienal de Veneza.

Adiada anteriormente de setembro a outubro deste ano, a exposição principal, que traz o tema Embora ainda esteja escuro, eu canto, passará de 4 de setembro a 5 de dezembro de 2021. Restrições de viagem que afetam o Brasil e cancelamento temporário de viagens dos museus foram fatores-chave na decisão de adiar, disseram os organizadores.

A 34ª edição da Bienal de São Paulo foi inaugurada oficialmente em fevereiro, com uma exposição individual de Ximena Garrido-Lecca e uma performance de Neo Muyanga, e estava programada para realizar outras mostras individuais, incluindo um de Deana Lawson que viajaria de Kunsthalle Basileia, na Suíça, isso ocorreria ao longo de 2020. A lista final de artistas participantes deveria ser anunciada em abril passado, mas foi adiada pela pandemia.

“A bienal foi concebida do ponto de vista curatorial desde o início como uma exposição ou um projeto que expande seus limites convencionais tanto no tempo quanto no local”, disse Jacopo Crivelli Visconti , curador-chefe da exposição, em entrevista à imprensa. “Essas novas datas são um desafio para nós, como curadores, seguir o que colocamos como parâmetros ou conceitos essenciais da exposição desde o início.”

Visconti confirmou que todos os trabalhos originalmente destinados as exposições solo, incluindo as fotos encomendadas por Lawson em Salvador, na Bahia, serão mostrados na exposição principal e que todas as comissões anunciadas ainda serão produzidas.

As ideias gerais que norteiam a bienal permanecerão as mesmas, disse Visconti. “Nós já estávamos pensando em lidar com ideias de resistência, de circulação, de produzir arte e cultura em geral quando fechadas em uma prisão, uma sala ou um ambiente doméstico. A maioria das coisas em que já estávamos trabalhando parece ser mais relevante hoje.”

Na chamada, José Olympio Pereira, presidente da Fundação Bienal de São Paulo e um dos principais colecionadores de arte do mundo, disse que o orçamento da bienal ainda não foi afetado pela pandemia, já que uma parcela significativa de seus fundos ainda não havia sido afetada e gastos antes do lockdown mundial no início deste ano. Ele disse que a fundação havia perdido receita porque não podia alugar o Pavilhão Ciccillo Matarazzo, que abriga a exposição bienal.

A mudança para os anos ímpares da Bienal de São Paulo, com a 35ª edição ocorrendo em 2023, pode ter um grande impacto em outros eventos mundiais da arte. Tradicionalmente, a Bienal de Veneza, o festival de arte mais antigo do mundo, é apresentada em anos ímpares, e a Bienal de São Paulo, o segundo evento mais antigo do gênero, é realizada em anos pares. A próxima iteração da Bienal de Veneza, sob a direção de Cecilia Alemani , foi adiada para 2022 porque a Bienal de Arquitetura de Veneza foi movida para 2021.

Compartilhar:
Notícias - 23/10/2020

Olafur Eliasson projeta 'nossas perspectivas glaciais' como um instrumento astronômico

Artista Olafur Eliasson revela sua última obra de arte pública permanente, ‘nossas perspectivas glaciais’, ao longo da geleira hochjochferner do …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Klimt roubada - enterrada por 20 anos - volta a ser exibida em museu italiano

Descoberto pelo jardineiro da galeria Ricci Oddi no ano passado, o Retrato de uma Senhora será a estrela de uma …

Notícias - 23/10/2020

Vândalos atacaram 70 obras de arte em museus de Berlim em plena luz do dia

Um líquido oleoso foi derramado sobre muitas obras no que foi considerado o pior ataque à arte e antiguidades na …

Notícias - 23/10/2020

Guerra declarada entre museu e herdeiros de Piet Mondrian para recuperação de pinturas no valor de US$ 200 milhões

Como parte de um esforço contínuo de anos para recuperar os direitos de propriedade de várias pinturas criadas pelo modernista …

Notícias - 23/10/2020

Pintura de Jacob Lawrence, desaparecida há décadas, foi encontrada de forma inusitada

O painel do renomado artista negro, parte de sua série “Struggle”, foi visto pela última vez em 1960. Mas alguém …

Notícias - 21/10/2020

SESC SÃO PAULO EM NOVA ETAPA, RETOMADA GRADUAL CONTEMPLA EXPOSIÇÕES, BIBLIOTECAS E EXIBIÇÃO DE FILMES NO CINESESC

 O anúncio da aguardada Fase Verde, a penúltima e mais branda de uma  escala de cinco etapas do Plano São …

Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …