Bienal de São Paulo confirma adiamento para 2021

Fotogragia de Deana Lawson © Deana Lawson Cortesia de Sikkema Jenkins & Co., Nova York e Rhona Hoffman Gallery, Chicago

Enquanto a pandemia de coronavírus continua a alterar drasticamente o calendário mundial da arte, a maior exposição da América Latina anunciou na última quarta-feira, dia 1/7, grandes mudanças em uma conferência de imprensa internacional realizada na plataforma Zoom. Os organizadores da 34ª edição da Bienal de São Paulo disseram que a principal exposição coletiva seria adiada para 2021. Como resultado, a bienal seria agora em anos ímpares, em vez de pares, assim como a Bienal de Veneza.

Adiada anteriormente de setembro a outubro deste ano, a exposição principal, que traz o tema Embora ainda esteja escuro, eu canto, passará de 4 de setembro a 5 de dezembro de 2021. Restrições de viagem que afetam o Brasil e cancelamento temporário de viagens dos museus foram fatores-chave na decisão de adiar, disseram os organizadores.

A 34ª edição da Bienal de São Paulo foi inaugurada oficialmente em fevereiro, com uma exposição individual de Ximena Garrido-Lecca e uma performance de Neo Muyanga, e estava programada para realizar outras mostras individuais, incluindo um de Deana Lawson que viajaria de Kunsthalle Basileia, na Suíça, isso ocorreria ao longo de 2020. A lista final de artistas participantes deveria ser anunciada em abril passado, mas foi adiada pela pandemia.

“A bienal foi concebida do ponto de vista curatorial desde o início como uma exposição ou um projeto que expande seus limites convencionais tanto no tempo quanto no local”, disse Jacopo Crivelli Visconti , curador-chefe da exposição, em entrevista à imprensa. “Essas novas datas são um desafio para nós, como curadores, seguir o que colocamos como parâmetros ou conceitos essenciais da exposição desde o início.”

Visconti confirmou que todos os trabalhos originalmente destinados as exposições solo, incluindo as fotos encomendadas por Lawson em Salvador, na Bahia, serão mostrados na exposição principal e que todas as comissões anunciadas ainda serão produzidas.

As ideias gerais que norteiam a bienal permanecerão as mesmas, disse Visconti. “Nós já estávamos pensando em lidar com ideias de resistência, de circulação, de produzir arte e cultura em geral quando fechadas em uma prisão, uma sala ou um ambiente doméstico. A maioria das coisas em que já estávamos trabalhando parece ser mais relevante hoje.”

Na chamada, José Olympio Pereira, presidente da Fundação Bienal de São Paulo e um dos principais colecionadores de arte do mundo, disse que o orçamento da bienal ainda não foi afetado pela pandemia, já que uma parcela significativa de seus fundos ainda não havia sido afetada e gastos antes do lockdown mundial no início deste ano. Ele disse que a fundação havia perdido receita porque não podia alugar o Pavilhão Ciccillo Matarazzo, que abriga a exposição bienal.

A mudança para os anos ímpares da Bienal de São Paulo, com a 35ª edição ocorrendo em 2023, pode ter um grande impacto em outros eventos mundiais da arte. Tradicionalmente, a Bienal de Veneza, o festival de arte mais antigo do mundo, é apresentada em anos ímpares, e a Bienal de São Paulo, o segundo evento mais antigo do gênero, é realizada em anos pares. A próxima iteração da Bienal de Veneza, sob a direção de Cecilia Alemani , foi adiada para 2022 porque a Bienal de Arquitetura de Veneza foi movida para 2021.

Compartilhar:
Notícias - 30/07/2021

Artefatos indígenas falsos estão sendo vendidos por museus e galerias canadenses

Um negociante canadense admitiu vender arte indígena fraudulenta a várias lojas de museus e outras empresas de arte na Colúmbia …

Notícias - 30/07/2021

Em chamas: Trágedia atinge a história da Cinemateca Brasileira

Na noite de quinta-feira, 29 de julho de 2021, a Cinemateca Brasileira foi engolida pelas chamas na zona oeste de …

Notícias - 29/07/2021

road-movie de Lúcia Murat investiga artistas latinoamericanas

Livremente inspirado na peça “Há mais futuro que passado” o road-movie “Ana. Sem Título”, da diretora Lúcia Murat (“Praça Paris”, …

Notícias - 29/07/2021

Conheça alguns dos artistas já definidos para a Bienal de Veneza

O fluxo de e-mails anunciando quais artistas estão representando seus respectivos países na Bienal de Veneza de 2022 tem sido …

Notícias - 29/07/2021

Galeria Marília Razuk exibe projeto a partir de diálogo entre artistas

Trazer ao público o processo de uma exposição que se desdobra no espaço e no tempo por meio de módulos …

Notícias - 29/07/2021

Prêmio PIPA anuncia Exposição dos Vencedores de 2020

Com uma trajetória de mais de dez anos no cenário da arte contemporânea, o Prêmio PIPA, uma iniciativa do Instituto …

Notícias - 28/07/2021

Sesc São Paulo promove exposição com obras de artistas indígenas

Encontros Ameríndios, exposição que entra em cartaz no Sesc Vila Mariana a partir do dia 31 de julho, traz um …

Notícias - 27/07/2021

Galeria Arte132 abre em São Paulo com exposição de Alex Flemming

Com foco na produção artística brasileira, a Arte132, galeria comandada por Telmo Porto abre suas portas em Moema, zona sul …

Notícias - 27/07/2021

Conheça os artistas e as obras da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Enquanto a estrela do tênis japonesa Naomi Osaka carregava a tocha olímpica escada acima durante a cerimônia de abertura dos …

Notícias - 27/07/2021

Instituto Artium abre as portas em São Paulo

O Instituto Artium, entidade cultural sem fins lucrativos, fundada em 2019, abre as portas para o público com exposição coletiva …

Notícias - 22/07/2021

Instituições anunciam iniciativa colaborativa para o mundo da arte no combate às mudanças climáticas

Os lobistas da indústria das artes Gallery Climate Coalition (GCC), a casa de leilões global Christie’s (membro do GCC) e …

Notícias - 22/07/2021

Louvre aciona advogados por reconstituições pornográficas de obra

O Pornhub parece realmente empenhado em trabalhar com a História da Arte. Depois de oferecer espécies de “visitas guiadas” por …