Bienal de São Paulo confirma adiamento para 2021

Fotogragia de Deana Lawson © Deana Lawson Cortesia de Sikkema Jenkins & Co., Nova York e Rhona Hoffman Gallery, Chicago

Enquanto a pandemia de coronavírus continua a alterar drasticamente o calendário mundial da arte, a maior exposição da América Latina anunciou na última quarta-feira, dia 1/7, grandes mudanças em uma conferência de imprensa internacional realizada na plataforma Zoom. Os organizadores da 34ª edição da Bienal de São Paulo disseram que a principal exposição coletiva seria adiada para 2021. Como resultado, a bienal seria agora em anos ímpares, em vez de pares, assim como a Bienal de Veneza.

Adiada anteriormente de setembro a outubro deste ano, a exposição principal, que traz o tema Embora ainda esteja escuro, eu canto, passará de 4 de setembro a 5 de dezembro de 2021. Restrições de viagem que afetam o Brasil e cancelamento temporário de viagens dos museus foram fatores-chave na decisão de adiar, disseram os organizadores.

A 34ª edição da Bienal de São Paulo foi inaugurada oficialmente em fevereiro, com uma exposição individual de Ximena Garrido-Lecca e uma performance de Neo Muyanga, e estava programada para realizar outras mostras individuais, incluindo um de Deana Lawson que viajaria de Kunsthalle Basileia, na Suíça, isso ocorreria ao longo de 2020. A lista final de artistas participantes deveria ser anunciada em abril passado, mas foi adiada pela pandemia.

“A bienal foi concebida do ponto de vista curatorial desde o início como uma exposição ou um projeto que expande seus limites convencionais tanto no tempo quanto no local”, disse Jacopo Crivelli Visconti , curador-chefe da exposição, em entrevista à imprensa. “Essas novas datas são um desafio para nós, como curadores, seguir o que colocamos como parâmetros ou conceitos essenciais da exposição desde o início.”

Visconti confirmou que todos os trabalhos originalmente destinados as exposições solo, incluindo as fotos encomendadas por Lawson em Salvador, na Bahia, serão mostrados na exposição principal e que todas as comissões anunciadas ainda serão produzidas.

As ideias gerais que norteiam a bienal permanecerão as mesmas, disse Visconti. “Nós já estávamos pensando em lidar com ideias de resistência, de circulação, de produzir arte e cultura em geral quando fechadas em uma prisão, uma sala ou um ambiente doméstico. A maioria das coisas em que já estávamos trabalhando parece ser mais relevante hoje.”

Na chamada, José Olympio Pereira, presidente da Fundação Bienal de São Paulo e um dos principais colecionadores de arte do mundo, disse que o orçamento da bienal ainda não foi afetado pela pandemia, já que uma parcela significativa de seus fundos ainda não havia sido afetada e gastos antes do lockdown mundial no início deste ano. Ele disse que a fundação havia perdido receita porque não podia alugar o Pavilhão Ciccillo Matarazzo, que abriga a exposição bienal.

A mudança para os anos ímpares da Bienal de São Paulo, com a 35ª edição ocorrendo em 2023, pode ter um grande impacto em outros eventos mundiais da arte. Tradicionalmente, a Bienal de Veneza, o festival de arte mais antigo do mundo, é apresentada em anos ímpares, e a Bienal de São Paulo, o segundo evento mais antigo do gênero, é realizada em anos pares. A próxima iteração da Bienal de Veneza, sob a direção de Cecilia Alemani , foi adiada para 2022 porque a Bienal de Arquitetura de Veneza foi movida para 2021.

Compartilhar:
Notícias - 14/04/2021

Passagem - por Maria Fernanda Paes de Barros

Que é a arte, afinal, do ponto de vista emotivo, senão a linguagem das forças inconscientes que atuam dentro de …

Notícias - 13/04/2021

Médico e artista plástico expõe obra feita de raio-x na Igreja Presbiteriana do Butantã

Moradores e visitantes da região do Butantã têm se deparado com uma cena inusitada ao circularem a Praça Vicente Rodrigues, …

Notícias - 13/04/2021

Após reclamações, outdoors de Steven Shearer são retirados de festival em Vancouver

Uma série de sete outdoors com fotos de pessoas dormindo foi encoberta depois que os organizadores do Capture Photography Festival …

Notícias - 13/04/2021

Sotheby's e Niftygateway oferecem edição ilimitada de criptoarte

A criptoarte segue sendo assunto quente no mercado. De olho na tendência, a Sotheby’s e o site Niftygateway estão oferecendo …

Notícias - 12/04/2021

FAMA Museu lança edital para exposições no espaço

A fim de incentivar a produção artística contemporânea e valorizar a diversidade cultural por meio da multiplicidade de expressões artísticas …

Notícias - 09/04/2021

Inhotim e Arte1 firmam parceria para exibição da série Diálogos

Duas instituições voltadas para a arte acabam de se unir para disseminar conteúdos de qualidade para o público. O Instituto …

Notícias - 08/04/2021

Conheça Bruna Pessoa de Queiroz, presidente da “Usina da Arte”

Ancorada numa tradição cultural “artistocrática”, a família Pessoa de Queiroz revive desde 2015 uma antiga fábrica de cana-de-açúcar perto do …

Notícias - 08/04/2021

Galeria Nara Roesler representa o Brasil na EXPO CHGO ONLINE

Com o apoio do projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad, uma parceria da ABACT (Associação Brasileira de …

Notícias - 08/04/2021

INSTITUTO TOMIE OHTAKE ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O 5º PRÊMIO TERRITÓRIOS

Iniciativa idealizada e coordenada pelo Instituto Tomie Ohtake, com patrocínio da Estácio e do Grupo GPS, em parceria com o …

Notícias - 07/04/2021

Conheça o jovem que saiu da Vila Vintém para defender o acesso à cultura em Boston

Como já vem sendo feito há alguns anos, a Brazil Conference at Harvard & MIT 2021, evento criado por …

Notícias - 07/04/2021

Nova galeria de arte vende obras com o tema "identidade"

Inaugurada no mês de celebração ao Dia Mundial das Mulheres, a Pequena Galeria apresenta cinco artistas mulheres de diferentes regiões …

Notícias - 06/04/2021

Obras de Antony Gormley colocadas na praia dividem opiniões

Esperava-se que incentivassem a apreciação da arte contemporânea. Mas, em vez disso, quatro esculturas de ferro de Antony Gormley parecem …