Banksy perde batalha legal sobre sua marca registrada e agora seu nome está em risco

A marca registrada de Banksy pode estar em risco depois que o artista de rua perdeu um caso que um painel de juízes diz que o artista agiu de má fé e que foi prejudicado por uma loja de presentes que ele abriu em Londres no ano passado.

Banksy perdeu o processo contra uma empresa de cartões comemorativos, Full Color Black, que argumentou que deveria ser capaz de usar uma imagem do mural de estêncil Flower Thrower, que ele pintou em Jerusalém, por causa do anonimato do artista.

Em 2014, os representantes de Banksy, o Pest Control Office, se inscreveram com sucesso para obter uma marca registrada da UE para Flower Thrower, mas esta semana ela foi anulada após uma disputa de dois anos.

O painel do Escritório de Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO) disse que condenou o artista porque ele não poderia ser identificado como o proprietário inquestionável de tais obras porque sua identidade permanecia oculta.

“Banksy optou por permanecer anônimo e, na maior parte, pintar graffiti na propriedade de outras pessoas sem sua permissão, em vez de pintá-lo em telas ou em sua própria propriedade”, disse o painel.

Em outubro de 2019, Banksy abriu uma loja de presentes de tijolo e argamassa chamada Produto Interno Bruto, em Croydon, no sul de Londres, que lançou o caso da marca registrada aos olhos do público.

Quando abriu a loja, que oferecia apenas vendas online, o artista disse que a motivação por trás disso era “possivelmente o motivo menos poético para fazer alguma arte” – a disputa da marca.

“Uma empresa de cartões de felicitações está contestando a marca registrada que atribuo à minha arte”, disse ele em um comunicado. “E tentar tirar a custódia do meu nome para que possam vender legalmente suas mercadorias falsas de Banksy.”

A loja vendia mercadorias “pouco práticas e ofensivas”, segundo os painéis, incluindo bolas de discoteca feitas de capacetes de choque policiais usados, bem como réplicas do colete esfaqueado usado por Stormzy durante sua manchete em Glastonbury ambientada em 2019.

O EUIPO criticou a loja, o que disse prejudicar seu caso.

O painel de três juízes concluiu que “sua intenção não era usar a marca para comercializar mercadorias… mas apenas para circunavegar a lei. Essas ações são inconsistentes com as práticas honestas.”

Aaron Wood, advogado de marcas registradas da Blaser Mills, que representou a empresa de cartões, disse que a decisão pode significar que outras marcas registradas de Banksy estão agora em risco.

“Se não houve intenção de uso, a marca é inválida e também existe a questão da fraude. Na verdade, todas as marcas registradas de Banksy estão em risco, pois todo o portfólio tem o mesmo problema ”, disse ele à World Trademark Review.

Compartilhar:
Notícias - 07/12/2021

Culturas Indígenas e Favelas são temas de novos museus de São Paulo

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (6) um investimento total de R﹩ 40 milhões para ampliação do Museu da …

Notícias - 06/12/2021

Começam as as obras de ampliação da Pinacoteca de São Paulo

O Governo de São Paulo anunciou, nesta terça-feira (23), o início das obras da Pinacoteca Contemporânea, o novo prédio …

Notícias - 03/12/2021

Jeff Koons e Cicciolina voltam aos holofotes

Um artista que fez a escultura de uma serpente enrolada em uma pedra para a estrela do cinema adulto italiano …

Notícias - 03/12/2021

Lista de mais poderosos da arte contemporânea traz líder surpreendente

ERC-721, a especificação para o “token não fungível” na rede Ethereum, está em primeiro lugar no ranking anual dos mais …

Notícias - 02/12/2021

Fotografiska pretende se tornar o maior museu privado do mundo

Fotografiska, o museu sueco com fins lucrativos, está adicionando três novos locais à sua lista de unidades já existentes: além …

Notícias - 01/12/2021

Restauro de obras de arte do Metrô de São Paulo vira documentário

Em curso desde 2019 e com as primeiras etapas registradas em um documentário disponível no YouTube com aproximadamente …

Notícias - 01/12/2021

Obra icônica de Banksy vai a leilão pela Bolsa de Arte SP

Pela primeira vez, uma obra de Banksy irá a leilão na América Latina – no dia 10 de fevereiro, na …

Notícias - 30/11/2021

Inhotim recebe o Museu de Arte Negra idealizado por Abdias Nascimento

Poeta, escritor, dramaturgo, curador, artista plástico, professor universitário, pan-africanista e parlamentar, Abdias Nascimento (1914-2011), indicado oficialmente ao prêmio Nobel da …

Notícias - 30/11/2021

Museu Judaico de São Paulo é inaugurado

A partir do dia 5 de dezembro de 2021, abre para visitação o Museu Judaico de São Paulo (MUJ), espaço …

Notícias - 29/11/2021

Festival de performances abre convocatória

Festival Atos de Fala completa 10 anos e sua sexta edição – que acontece de 19 de janeiro a 02 …

Notícias - 29/11/2021

Prêmio Arcanjo de Cultura divulga indicados e retoma cerimônia presencial

Valorizar e premiar nossa cultura e seus artistas em tempos tão difíceis é a missão do Prêmio Arcanjo de Cultura, …

Notícias - 26/11/2021

Steve McCurry e a resiliência da infância em fotos

De meninas enfrentando o Mar de Sulu a crianças em idade escolar no Afeganistão, no novo livro Stories and Dreams …