Ateliê do Artista: Patrizia D’Angello. Veja fotos e vídeo

E Tu Pisavas nos Astros Distraída, 2020

Patrizia D’Angello, São Paulo, SP, vive e trabalha no Rio de Janeiro, RJ.

A artista é formada em Artes Cênicas pela Uni-Rio e em Moda pela Cândido Mendes. Desde 2008, desenvolve sua poética através das narrativas do cotidiano, incorpora elementos da vida, destacando, suas banalidades e relevâncias.

Em seus trabalhos, transita por diversos suportes como objetos, performance, fotografia, vídeo, sendo a pintura seu principal. Frequentou diversos cursos na Escola de Artes Visuais no Parque Lage. De setembro de 2014 a março de 2015 esteve no programa de bolsa residência-intercâmbio na École Nationale Superieure des Beaux Arts de Paris. Foi indicada ao prêmio PIPA em 2012.

Dramalhão, 2018

Suas pinturas abrangem grandes temas da figuração, como o retrato, natureza morta e a paisagem. Patrizia retrata a realidade de forma exagerada e irônica, principalmente de seu cotidiano, ganhando intensidades em seus títulos, como “Matriarcado”, que pode ser lida como uma crítica direta a uma nova forma de sociedade, livre de machismos, utilizando como símbolo o icônico “fruto proibido”.

“E naquele Instante Tudo Parou” é uma pintura feita a partir de giz seco sobre papel, na qual a artista congela no tempo fragmentos de cenas de rua, principalmente, dos centros da cidade, como do Rio de Janeiro, onde tem uma quantidade grande de “camelôs” nas calçadas vendendo vastos produtos, desde biscoitos até coador de café.

E naquele Instante Tudo Parou, 2011

“Cores, luzes, pinceladas e gestos transformam essas narrativas, cenas e personagens, sem a pretensão de encerrar-se ou esconder-se sob uma camada de preciosidade ou virtuosismo técnico. Nisso ganham força, personalidade ou mesmo leve agressividade: são poéticas, encantadoras, irônicas e provocativas. Na saturação de uma persona-lidade (mais do que num estilo propriamente pessoal) vislumbramos talvez onde se encontre a “real” e verossímil face da artista.” – Ivair Reinaldim.

Em 2019, a partir de uma experiência de pintar ao ar livre no Jardim Botânico no Rio de Janeiro, a artista deu início a uma vasta produção de aquarelas de natureza morta, criando uma atmosfera onírica de ninfeias, relembrando seu período de residência em Paris. Para a artista, a produção desta série é como pintar a percepção da natureza.

Matriarcado, 2018

“Patrizia D’Angello tem trabalhado desde 2018 o cruzamento da fotografia com os cinco gêneros existentes da pintura: retrato, autorretrato, natureza-morta, paisagem e nu. Porém, em algumas obras é possível encontrar a interseção destes gêneros, com as quais a artista nos revela que esta formalidade pode ser subvertida. A sua preferência pela pintura a óleo, pastel seco e aquarela se dá pela possibilidade de manuseio e alterações durante o período em que está elaborando imagens com irônico realismo, a partir de referências de seus registros fotográficos ou apropriados de terceiros. Cenas corriqueiras adquirem uma determinada sofisticação com o olhar protagonista da artista, que aponta para os detalhes banais de algum canto de sua residência ou até mesmo as sobras de um prato de comida em uma churrascaria.” – Isabel Portella.

VEJA ABAIXO a artista em seu ateliê:

VISITE AQUI  a página da artista para maiores informações.

Compartilhar:
Notícias - 16/10/2020

Instituição coloca à venda pintura de David Hockney em meio a tensões financeiras

Na semana passada, a Royal Opera House de Londres anunciou planos de vender o Retrato de Sir David Webster de …

Notícias - 16/10/2020

Itáu Cultural reabre com mostras de Sandra Cinto e ocupação de Rino Levi

O Itaú Cultural (IC) retomou a partir de terça-feira (13) suas atividades presenciais. Neste momento, o público pode visitar as …

Notícias - 16/10/2020

Marina Abramović terá a primeira obra de arte de realidade mista vendida em leilão

Marina Abramović é uma das artistas contemporâneas mais conhecidas do mundo, mas muito de seu trabalho é efêmero: performances que …

Notícias - 16/10/2020

Juíza anuncia nova decisão sobre caso Inhotim e surpreende

O instituto assinou um acordo em 2016 para doar 20 obras de seu acervo ao governo, a fim de reembolsar …

Notícias - 16/10/2020

Como obras redescobertas de velhos mestres vêm de destacando em leilões com números extraordinários?

A Christie’s realizará seu leilão de Velhos Mestres durante as vendas clássicas da semana na sede do Rockefeller Center. Ao …

Notícias - 16/10/2020

Escultura de Medusa nua vira símbolo do movimento #meetoo e causa polêmica

Na maioria dos casos de violência sexual, sempre se pergunta à vítima: ‘Bom, o que você fez para provocá-lo?’ Questões …

Notícias - 16/10/2020

Famoso artista chinês desafia fronteira EUA-México para pintar e mostra processo em vídeo

Para o artista contemporâneo Liu Xiaodong, a história pessoal é a maior fonte de inspiração. Sua infância na China rural e …

Notícias - 16/10/2020

Foto impressionante de Vik Muniz é uma homenagem a um grande artista americano

Se você está familiarizado com a arte americana contemporânea, a imagem de uma estação da Standard Oil pode trazer imediatamente …

Notícias - 16/10/2020

A história de vida de Artemisia Gentileschi será tema de uma série de tv

A vida de Artemisia Gentileschi (1593-1652), a grande pintora barroca que é o tema da tão aclamada exposição da London National Gallery, será …

Notícias - 15/10/2020

Exposição na Paulista chega à sexta edição com o tema “Liberdade e Democracia”

Uma realização da União Geral dos Trabalhadores – UGT, A Exposição na Paulista traz 15 obras de 18 artistas de …

Notícias - 13/10/2020

Artistas colorem empenas em BH e marcam maior mural assinado por uma artista indígena no mundo

Em menos de duas semanas, artistas negros e indígenas pintaram empenas gigantes na capital de Minas Gerais levando resistência e afeto …

Notícias - 02/10/2020

Como a arte inspira o cinema e o cinema inspira a arte?

Como os artistas contemporâneos do cinema conseguiram trazer os temas e técnicas das maiores pinturas para o grande ecrã

O 77º …