As pinturas inesperadas de Frank Sinatra

Quadrados Pastel de Frank Sinatra. Datado de 1987. MS Rau (Nova Orleans)

Ol ‘Blue Eyes. O Sultão do Desmaio. O Presidente do Conselho. O grande Frank Sinatra era um homem de muitos talentos e tinha muitos nomes. Poucos, porém, sabem que ele também pode reivindicar o título de “pintor”. Quando não estava gravando sucessos no topo das paradas ou estrelando ao lado de Marlon Brando e Grace Kelly, Sinatra se dedicou à pintura. Há paixão e seriedade em suas obras que são um tanto inesperadas, mas ao mesmo tempo não totalmente surpreendentes. Ele atacou a tela com o mesmo fervor que o resto de suas ambições, e o resultado é um corpo de trabalho que parece altamente pessoal. MS Rau tem o prazer de oferecer uma série de obras do famoso crooner , cada uma mais maravilhosa que a outra.

Sinatra foi um homem apaixonado por arte durante toda a sua vida e, depois de ganhar fama, tornou-se um colecionador de arte moderna muito importante. Joan Miró, Pablo Picasso, Marc Chagall, Leroy Neiman, Walt Kuhn e Childe Hassam estavam entre os muitos artistas representados em um grupo diversificado de obras na coleção de Sinatra; as preferências artísticas do cantor iam do impressionismo e cubismo à abstração e minimalismo. Ele também comprou várias obras de outro cantor-pintor: Tony Bennett.

Quadrados multicoloridos de Frank Sinatra. Datado de 1987. MS Rau (Nova Orleans)

Muitas das telas de Sinatra se inspiram em seus artistas favoritos. Ele compôs uma pintura por gotejamento à la Jackson Pollock (embora em uma escala muito menor), uma série de pinturas de palhaço inspiradas em Walter Kuhn e uma pintura em grade em cores primárias que poderia ser confundida com um Mondrian à primeira vista. Embora suas pinturas variem dramaticamente em estilo, muitas delas tendem para o abstrato, representadas em cores brilhantes com formas geométricas.

A esposa de Sinatra, Bárbara, o observou trabalhando e uma vez disse sobre seu processo: “Ele era, é claro, Charlie Neat quando se tratava de pintura; raramente havia confusão. Ele sempre teve um ‘momento Jackson Pollock’ que eu conhecia. Eu entrei em seu estúdio um dia e o encontrei segurando potes de tinta com os dedos e jogando-os na tela. Acho que ele nem sabia que eu estava lá. Ao vê-lo perdido em um mundo de sua própria criatividade, eu sabia que a arte era outro tipo de terapia para ele.”

Como muitos indivíduos famosos que pintaram por hobby (Winston Churchill vem imediatamente à mente), a abordagem de Sinatra para a pintura era de puro prazer. Ele estava menos preocupado em fazer uma declaração artística ou ultrapassar limites, e mais em colocar tinta na tela pelo mero deleite. Muitas de suas obras foram concluídas nas décadas de 1980 e 1990 em Rancho Mirage, a propriedade de Palm Springs onde Frank e Barbara passaram a maior parte do casamento. Suas obras nunca foram colocadas à venda, mas sim penduradas nas paredes de suas casas ou dadas a amigos queridos como os Reagan.

Como Sinatra pintou para si mesmo, há uma charmosa falta de acabamento em muitas de suas obras. As linhas raramente são perfeitamente retas, as cores se misturam, as formas são levemente deformadas. Acima de tudo, as obras de Sinatra são humanas. Eles nos mostram um homem que está fazendo algo que ama inteiramente para si mesmo, imitando os artistas que mais admira. E ele faz tudo isso com a mesma sensação de confiança e estilo que sempre trouxe para o resto de sua carreira.

Red-Black de Frank Sinatra. Datado de 1988. MS Rau (Nova Orleans)

Infelizmente, Sinatra parou de pintar alguns anos antes de sua morte. Ele não apenas desenvolveu problemas de visão, mas também sentiu uma profunda tristeza após a morte de sua amiga e colega artista, Jilly Rizzo. A cantora morreu tragicamente em um acidente de carro em 1992 em seu 75º aniversário. Tony Oppedisano, amigo em comum de Sinatra e Rizzo, disse que nunca mais viu Sinatra pegar em um pincel depois disso.

Compartilhar:
Notícias - 12/04/2021

FAMA Museu lança edital para exposições no espaço

A fim de incentivar a produção artística contemporânea e valorizar a diversidade cultural por meio da multiplicidade de expressões artísticas …

Notícias - 09/04/2021

Inhotim e Arte1 firmam parceria para exibição da série Diálogos

Duas instituições voltadas para a arte acabam de se unir para disseminar conteúdos de qualidade para o público. O Instituto …

Notícias - 08/04/2021

Conheça Bruna Pessoa de Queiroz, presidente da “Usina da Arte”

Ancorada numa tradição cultural “artistocrática”, a família Pessoa de Queiroz revive desde 2015 uma antiga fábrica de cana-de-açúcar perto do …

Notícias - 08/04/2021

Galeria Nara Roesler representa o Brasil na EXPO CHGO ONLINE

Com o apoio do projeto Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad, uma parceria da ABACT (Associação Brasileira de …

Notícias - 08/04/2021

INSTITUTO TOMIE OHTAKE ABRE AS INSCRIÇÕES PARA O 5º PRÊMIO TERRITÓRIOS

Iniciativa idealizada e coordenada pelo Instituto Tomie Ohtake, com patrocínio da Estácio e do Grupo GPS, em parceria com o …

Notícias - 07/04/2021

Conheça o jovem que saiu da Vila Vintém para defender o acesso à cultura em Boston

Como já vem sendo feito há alguns anos, a Brazil Conference at Harvard & MIT 2021, evento criado por …

Notícias - 07/04/2021

Nova galeria de arte vende obras com o tema "identidade"

Inaugurada no mês de celebração ao Dia Mundial das Mulheres, a Pequena Galeria apresenta cinco artistas mulheres de diferentes regiões …

Notícias - 06/04/2021

Obras de Antony Gormley colocadas na praia dividem opiniões

Esperava-se que incentivassem a apreciação da arte contemporânea. Mas, em vez disso, quatro esculturas de ferro de Antony Gormley parecem …

Notícias - 06/04/2021

National Gallery cria sua primeira mostra projetada para telefones celulares

A National Gallery apresentará sua primeira exposição projetada para telefones celulares, permitindo que as pessoas vivenciem com detalhes incríveis uma …

Notícias - 06/04/2021

Visitas aos 100 principais museus e galerias do mundo caem 77% devido a Covid

O número de visitantes nos 100 principais museus e galerias de arte do mundo caiu 77% no ano passado, de …

Notícias - 05/04/2021

Exposição artística mais extensa do mundo é realizada no Caminho de Santiago

“Las Estrellas del Camino” é uma exposição permanente com curadoria de Estrella Galicia e realização da agência AUPA!. A mostra …

Notícias - 05/04/2021

Inscrições para a ArtRio 2021 prorrogadas até 30 de abril

As inscrições para as galerias que desejam participar da 11ª edição da ArtRio foram prorrogadas até o dia 30 de …