Andressa Cantergiani realiza a primeira performance com interferência feita via NFT do mundo

Durante a pandemia de Covid-19 artistas de todo mundo se reinventaram e estão revolucionando o mercado da arte por meio do NFT, ou “token não-fungível”, uma espécie de certificado digital de posse e autenticidade de um bem material ou digital, criado por meio da tecnologia blockchain, a mesma utilizada pelas criptomoedas. Neste mês de outubro foi lançada a primeira performance artística com interferência feita via NFT do mundo. A artista visual e performer Andressa Cantergiani apresentou a Abrigo 2021 no Farol Santander Porto Alegre, e a transmite no espaço da Galeria de Arte Mamute na SP-Arte Viewing Room, no dia 24 de outubro, das 18h às 20h (assista CLICANDO AQUI). A performance será apresentada novamente no Festival das Artes de Porto Alegre, também no Farol Santander, no dia 3 de novembro, às 19h.

A ação é resultado da parceria entre a artista, o estúdio criativo Menta Land, a curadora de criptomoedas DUX Cripto, a empresa de educação financeira cripto Financial Move, a Galeria de Arte Mamute, a Modular Interactive Lighting, o Farol Santander Porto Alegre e o Espaço Ceia.

A Abrigo 2021 trata da relação de um tempo desconectado de um lugar. “É uma obra que questiona sobre como podemos sobreviver juntos em tempos desafiadores, além de proporcionar uma experiência sensorial através de sua textura, sonoridade metálica e movimento no espaço”, afirma a artista.

A Abrigo 2021 é uma continuidade do trabalho de Andressa Cantergiani. No ano passado, a performance Abrigo 2020 consistiu em criar um espaço seguro, de proteção e de diálogo entre as pessoas através do uso de capas de emergência que foram criadas como cobertores térmicos laminados. As capas seriam usadas pelo público com o objetivo de dar segurança neste momento no qual o distanciamento social ainda é uma forma de se proteger. Paradoxalmente, a performance aconteceu diferentemente de sua idealização, pois não foi possível ter a participação presencial do público. Assim, foi exposta na Galeria Mamute, em Porto Alegre, na mostra Flutua: Em diálogos ressonantes, com curadoria de Paula Boher.

Andressa Cantergiani se mudou de Berlim para o Brasil logo no início da pandemia. Passou um ano e meio isolada em sua casa em Porto Alegre, onde não pôde viver a vida urbana. A artista retornou a Berlim em junho de 2021, durante a fase verde na cidade, que permitia às pessoas viverem a cidade. Sua sensação ao chegar à capital alemã foi a de que esteve em um lugar que não existe, um não-lugar, uma cidade num tempo distópico, como se ela nunca tivesse saído dali e vivido a pandemia como todos os berlinenses que atravessaram um longo lockdown. E como se sua vivência do tempo no Brasil não existisse.

“Essa relação de um tempo desconectado de um lugar dá início a uma nova fase de Abrigo numa performance com desdobramentos inéditos e não previstos pela artista. A ação prevê interações criadas a partir de NFTs, na blockchain, que interferem diretamente na obra trazendo para a artista um novo olhar sobre o futuro”, diz a consultora Lalai Persson, head de criação da Menta Land (mentaland.substack.com), estúdio criativo especializado no lançamento de produções artísticas em NFTs, trabalhando ao redor do globo para conectar o mercado da arte às práticas da web 3.0.

A performer Andressa Cantergiani | FOTO: Emmanuel Denaui 

Como acontece a Abrigo 2021?

Vivida em tempo real, online e presencial, a performance Abrigo 2021 consiste na construção de uma casa de acrílico com LED sequenciado com sensores de presença, desenvolvidos em parceria com a Modular Interactive Lighting, que serão ativados quando as pessoas ultrapassarem 1,5 metro de distância, a medida de distanciamento seguro entre as pessoas durante a pandemia.

A performance traz a vivência que tivemos em casa durante toda a pandemia e essa interferência do Zoom remete justamente às diversas reuniões e encontros com amigos e familiares feitos através da tela. O digital será justamente essa interferência do comprador do NFT que entrará ao vivo na performance via Zoom para um papo com a artista.

Serão criados quatro NFTs, sendo dois dedicados a duas pessoas que passarão a integrar a performance. Individualmente, elas participarão de uma conversa com a artista, por cerca de 10 minutos, via Zoom, remetendo aos inúmeros encontros feitos online durante a pandemia. A participação do comprador do NFT na performance será registrado em vídeo e este momento será transformado em um NFT como registro oficial da performance. Serão criados também 4 NFTs de fotos de registro da performance.

Após a realização da performance, será criado um NFT único com o registro na íntegra da performance que será colocado em leilão com regras a serem definidas, assim como um outro NFT da trilha sonora completa, composta por Stefanie Egedy, produtora musical brasileira radicada em Berlim.

“O mercado de NFT e todo o avanço da tecnologia permitem hoje que os artistas e obras interajam tanto de forma dinâmica no meio em que elas estão inseridas quanto com o público. Isso é uma inovação em termos de relações humanas e também pelo fato de que o público pode sair dessa interação com itens únicos e exclusivos. É uma revolução tanto do consumo quanto da experiência, é fantástico”, afirma Tasso Lago, diz Tasso Lago, fundador e CEO da Financial Move e consultor do projeto.

“Eu acredito que os NFTs são uma evolução da forma de expressão artística e representam uma tendência que já está mudando a lógica do mercado de arte em escala global. Queremos seguir expandindo nossa atuação pelo mundo, ajudando cada vez mais artistas, galerias e investidores a entrar no universo das NFTs”, diz Luiz Octávio Gonçalves Neto, fundador e CEO da Dux Cripto (www.duxcripto.com), especializada em criptoativos e redes de blockchain, atuante nos setores de arte, games, investimentos, educação e pesquisa.

Juntos, Dux Cripto, Financial Move e MentaLand, em parceria com a galeria de arte Saphira & Ventura, desenvolveram pela primeira vez NFTs para as obras expostas na conceituada Hamptons Fine Art Fair 2021, em Southampton, Nova York (EUA), em setembro deste ano. Entre elas, obras de artistas renomados, como Keith Haring.

*Para negativar os gases de efeito estufa emitidos no processo de criação dos NFTs, são comprados créditos de carbono tokenizados, emitidos pela empresa brasileira Moss Earth.

Compartilhar:
Notícias - 26/11/2021

Steve McCurry e a resiliência da infância em fotos

De meninas enfrentando o Mar de Sulu a crianças em idade escolar no Afeganistão, no novo livro Stories and Dreams …

Notícias - 26/11/2021

Veja resenha de nova biografia de Magritte, um homem de mistério

Ao contrário de seus contemporâneos surrealistas, René Magritte tendia a manter Freud à distância de sua obra – embora poucos artistas ofereçam …

Notícias - 26/11/2021

A 'amizade íntima' de Basquiat e Warhol é explorada em drama

A exposição prometia ser de tirar o fôlego, com os dois artistas usando luvas de boxe no pôster. Mas a ansiosamente …

Notícias - 26/11/2021

Imagem da semana: Um espírito emerge de um depósito de lixo no Senegal

Outside Dakar, capital do Senegal, é um depósito de lixo com seu próprio nome: Mbeubeuss. O terreno onde fica situado foi …

Notícias - 26/11/2021

A moda esquisita de Helmut Newton - em imagens

As sessões inusitadas do fotógrafo para revistas como Vogue e Vanity Fair tiveram uma influência duradoura nas artes visuais – …

Notícias - 18/11/2021

Frida Kahlo bate recorde em leilão da Sotheby's

Três lágrimas escorrem pelo rosto de Kahlo, seu cabelo solto sobre os ombros, enquanto a imagem de seu marido, o …

Notícias - 18/11/2021

artistas se unem em projeto pela descriminalização do aborto

“Eu acho que a arte sintetiza uma maneira de falar as coisas que atinge o coração das pessoas de um …

Notícias - 17/11/2021

Revelado o comprador do Giacometti de US$ 78,4 milhões

O chinês Justin Sun, de 31 anos, bilionário em tecnologia e fundador da plataforma de criptomoeda TRON, anunciou-se como o …

Notícias - 17/11/2021

Casa Fiat de Cultura abre seleção para a Piccola Galleria

A Casa Fiat de Cultura está com inscrições abertas para o 5º Programa de Seleção da Piccola Galleria. Artistas brasileiros …

Notícias - 17/11/2021

Artistas cubanos boicotam a Bienal de Havana

Antes da abertura da Bienal de Havana deste ano, artistas e ativistas cubanos estão fazendo um apelo veemente ao boicote …

Notícias - 12/11/2021

4ª Bienal recebe Maria Gadú e BNegão em ativação de obra

Um dos destaques da programação pública da 34ª Bienal de São Paulo – Faz escuro mas eu canto são as …

Notícias - 12/11/2021

Galerias brasileiras marcam presença na Artissima XYZ e na Paris Photo

Os eventos de arte continuam em alta pelo mundo e a participação de galerias brasileiras nesse circuito internacional artístico ganha …