100 anos, 100 mulheres: Artistas mulheres celebram o direito de voto

Chillin 'with Liberty, de Renee Cox, de 1998. Fotografia: Cortesia da artista

O 100º aniversário da 19ª emenda inspirou uma exposição de trabalhos que refletem e celebram um grande passo em frente para os direitos das mulheres nos Estados Unidos

Em 1998, a artista nova-iorquina Renee Cox criou Chillin ‘with Liberty, onde a artista se fotografa sentada no topo da Estátua da Liberdade. Feito com uma versão anterior do Photoshop, era um comentário sobre o poder feminino – a França presenteou a estátua para a América em 1886, uma época em que as mulheres não podiam votar.

“É chamado de Estátua da Liberdade e, no entanto, as mulheres não tinham nenhum direito naquele momento”, diz Cox. “Este é um artigo sobre as sufragistas que lutam pelos direitos das mulheres.”

Agora, esta peça e muitas outras fazem parte de uma exposição digital 100 Years, 100 Women, que celebra um século de sufrágio feminino na América. O site da mostra foi ao ar com uma festa virtual no dia em que a 19ª emenda foi ratificada em 1920, e mais de 100 obras de arte são apresentadas como parte de um programa do Park Avenue Armory de Nova York .

“Para o centenário da 19ª emenda, estamos celebrando o legado do movimento feminista e olhando o trabalho que ainda precisa ser feito”, diz Avery Willis Hoffman, diretora do programa do Park Avenue Armory. “Nosso objetivo era ter uma diversidade de raça e definições de mulheres, gênero não binário, dois espíritos e outros entrevistados que estão pensando sobre a feminilidade.”

How Long Must Women Wait? De Lorie Novak, que examina a longa batalha que as mulheres enfrentaram. Fotografia: Cortesia de Lorie Novak

O projeto é criado em parceria com o National Black Theatre junto com outras nove organizações culturais (incluindo o Apollo Theatre e o Metropolitan Museum of Art), que selecionaram artistas, acadêmicos, ativistas e líderes comunitários para participar

“Para avaliar onde estamos na paisagem cultural neste momento, estamos perguntando, como podemos elevar as mulheres e honrar o movimento das mulheres?” pergunta Hoffman. “Não apenas falar sobre os problemas, mas como podemos nos unir e elevar as mulheres?”

No site, há um perfil de cada mulher ao lado de obras de arte, incluindo um vídeo de Carrie Mae Weems chamado Hold on Tight, onde a artista explica o que o centenário significa para ela. “As mulheres ainda não são consideradas iguais aos homens, com os mesmos direitos e privilégios”, diz Weems no filme. “Isso significa que a luta pela equidade continua e continuará no futuro próximo”.

Há uma peça de Jennifer Ling Datchuk que mostra uma bandeira americana feita em casa em um beco sem saída, enquanto uma obra de arte que homenageia Breonna Taylor, de Nekisha Durrett , usa folhas caídas de uma árvore em um cemitério de Washington. Neles, a artista escreveu o nome de mulheres negras que morreram por violência policial.

O site também inclui um ensaio escrito por Andrea Jenkins, a primeira mulher negra assumidamente trans a ser eleita para um cargo nos Estados Unidos, e um curta-metragem que homenageia 100 mulheres de Shola Lynch, que fez documentários sobre Angela Davis e Shirley Chisholm.

“É um dia histórico, uma celebração, um momento para marcar este dia histórico e entrar na conversa”, diz Hoffman.

A artista Deborah Willis, da Tisch School of the Arts da Universidade de Nova York, está exibindo uma série de fotos que homenageiam as primeiras sufragistas negras que votaram pela primeira vez.

Deborah Willis: Testemunho Cabal. Fotografia: Cortesia do artista

“Este é um ano crítico para as mulheres, especificamente as mulheres negras, já que as mulheres afro-americanas têm trabalhado ativamente no movimento sufragista desde o século 19”, disse Willis. “Minha série é inspirada no ativismo das mulheres negras e cujos nomes foram esquecidos – aquelas que fizeram uma intervenção e lutaram pelo direito de voto, contra todas as probabilidades.”

Uma obra de arte baseada em fotos de Lorie Novak intitulada How Long Must Women Wait? também analisa a batalha que as mulheres negras lutaram para votar. “Quando as mulheres conquistaram o direito de votar em 1920, o voto era, na prática, apenas garantido para as mulheres brancas, embora muitas mulheres afro-americanas fossem centrais na luta pelo sufrágio”, diz Novak.

E Cox, famosa por sua foto da Estátua da Liberdade, está mostrando uma série de autorretratos em que a artista é estilizada como a Rainha Nanny of the Maroons, uma heroína antiescravista que liderou um grupo de africanos anteriormente escravizados (os Windward Maroons), em uma guerra de guerrilha contra os colonos britânicos. Ela se tornou uma heroína nacional na Jamaica.

Fonte e tradução: The Guardian

Compartilhar:
Notícias - 06/07/2022

Hong Kong ganha novo museu

O mais novo marco cultural e artístico de Hong Kong, o Hong Kong Palace Museum (HKPM), localizado no West Kowloon …

Notícias - 06/07/2022

Afrescos renascentistas são descobertos no Palácio do Príncipe de Mônaco

O Palácio do Príncipe de Mônaco acaba de reabrir ao público após um período de restauração, ostentando uma série de …

Notícias - 06/07/2022

Marina Abramović assume a cátedra Pina Bausch

A artista performática Marina Abramović assumirá a primeira cátedra Pina Bausch na Folkwang University of the Arts em Essen no …

Notícias - 06/07/2022

Prêmio PIPA anuncia vencedores de 2022

Há mais de dez anos divulgando a arte e artistas brasileiros, e também estimulando a produção nacional de Arte Contemporânea, …

Notícias - 05/07/2022

Exposição apresenta as inspirações reais de Walt Disney para criar as artes de seu estúdio

Após aparições no Metropolitan Museum of Art em Nova York e na Wallace Collection em Londres (até 16 de outubro …

Notícias - 05/07/2022

Itaú Cultural lança chamamento de projetos de arte e cultura no metaverso

No ano em que comemora 35 anos, o Itaú Cultural segue em sua trajetória consolidada no cenário brasileiro por sua …

Notícias - 04/07/2022

FBI confisca e retira de exposição obras falsas de Basquiat

Na sexta-feira, 24 de junho, agentes do FBI entraram no Museu de Arte de Orlando, removendo todas as pinturas de …

Notícias - 04/07/2022

Manifestantes colam a si mesmos em obras de museus

Dois ativistas climáticos se colaram em uma pintura de Vincent van Gogh em um museu de Londres, um dia depois …

Notícias - 04/07/2022

Documentário sobre a trajetória de Claudia Andujar com os Yanomami estreia nos cinemas

A fotógrafa suíça Claudia Andujar, de 90 anos, atravessou a guerra na Hungria, fugiu da perseguição nazista em Viena e, …

Notícias - 01/07/2022

Margaret Keane, pintora de "Big Eyes", morre aos 94 anos

A artista Margaret Keane, cujas pinturas de crianças de olhos grandes eram incrivelmente populares nos anos 50 e 60, morreu …

Notícias - 01/07/2022

Grandes Mestras recebem o Pride of Place, em Londres

Pinturas de mulheres estarão entre as descobertas mais interessantes apresentadas na Masterpiece deste ano. A feira de arte de Londres …

Notícias - 01/07/2022

Banksy recebe cátedra honorária

A BBC informou nesta quinta-feira (30), que o anônimo artista de rua britânico Banksy será premiado com uma cátedra honorária. …