Marcelo Solá

Nascido em Goiânia, 1971, vive e trabalha na cidade.
Seu trabalho está orientado para a nova área limítrofe do desenho, um desenho-pintura, ás vezes desenho-instalação, ou com participação de objetos, sempre como atividade ampliada, quase obsessiva,e que vem ganhando características fora do gênero. Sua obra tem ganhado a atenção da critica mais inteligente. Entre as suas numerosas exposições, destacam-se as realizadas na Funarte, Brasília, 2005; na Celma Alburquerque Galeria de Arte, Belo Horizonte, 2004 ; no Museu de Arte Contemporânea, Goiânia, e na Galeria Casa Triângulo, São Paulo, em 1999; no Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, e no Centro Cultural São Paulo, São Paulo,em 1997. das exposições coletivas, destacam–se: 10+1: Os Anos Recentes da Arte Brasileira, no Instituto Tomie Othake, São Paulo, 2006 ; Novas Aquisições Coleção Gilberto Chateaubriand, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro[MAM-RIO], 2004; 25º Bienal de São Paulo, 2002, Drawing Center, Nova Iorque, 2001; Panorama da Arte Brasileira Contemporânea sobre Papel, MAM-SP, São Paulo, em 1999; e XVI Salão de Nacional de Artes Plásticas, MAM-Rio, Rio de Janeiro, 1998. em 1998, também conquistou o Prêmio Brasília de Artes Visuais, do Museu de Arte de Brasília, Brasília/DF.
Sobre o trabalho
Um desenho ampliado além das suas habituais coordenadas semânticas é o território de trabalho de Solá. Sua origem e destino. Como uma invasão de tamanho, escala suporte e espaço, a caligrafia que se torna desenho, e vice-versa, intercambia os signos gráficos e o espaço livre onde é realizado, muitas vezes em papel imenso[ quase como um cartaz ] e em estado de instalação. Toda a sua profusa atividade costuma partilhar uma indagação pessoal e contextual por todos os lados, já que, como uma sismografia invasiva e maleável, mutante e metamórfica, dialoga com lacunas, espaços vazios, representações entrecortadas, agrestes, sujas [ com um pé no grafitti de rua ], conectadas livre e quase caoticamente, como se houvesse uma heteronímia entre realidade e sujeito em contínua transição. A identidade do artista vai e vem nestes desenhos de diversos tamanhos e procedências, amalgamando-se a uma indagação estética de diário, de biografia manchada, invadida pelo que registra. Seu Caderno de Viagem de Nova York [2007], por exemplo, vive desta tensão múltipla, aberta, polifônica. Seus desenhos de grande tamanho[ sempre aliados a várias técnicas] , aqui também presentes, mantêm a mesma vertente biográfica.
Texto de Adolfo Montejo Navas para a mostra Heteronínia Brasil Museu Casa de America Madrid, Maio/Setembro 2008

Compartilhar:
Artistas

Tino Sehgal

Tino Sehgal (nascido em 1976) é um artista britânico-alemão, com sede em Berlim. Ele descreve seu trabalho como “situações construídas”

Artistas

Edward Weston

Edward Weston 
foi um dos fotógrafos estadunidenses mais importantes do século XX.
Aos 16 anos ganhou sua primeira máquina fotográfica e fez …

Artistas

Paulo Meira

Artista plástico com formação em design gráfico pela UFPE, Paulo Meira nasceu em Arcoverde em 1966. Em 1993 realizou sua …

Artistas

Mariannita Luzzati

Mariannita Luzzati nasceu em dezembro de 1963 em São Paulo.
Sua primeira exposição individual foi realizada no Centro Cultural São Paulo …

Artistas

Alfredo Volpi

Nascido em Lucca (Itália), em 14 de abril de 1896, Alfredo Volpi morreu em São Paulo, em 28 de maio …

Artistas

Dirce Körbes

Dirce Körbes nasceu em Itapiranga, Santa Catarina. É formada e pós-graduada em Artes Plásticas pelo Centro de Artes da UDESC …

Artistas

Rafael Sliks

Nascido na região central de São Paulo, Rafael (a.k.a. Sliks), teve desde a infância a experiência do anonimato na multidão. …

Artistas

Felippe Moraes

Felippe Moraes
Por Alexandre Sá
São raros os artistas que atualmente conseguem perceber seu próprio trabalho com tanta destreza e pertinência, …

Artistas

Vincent Catala

Vincent Catala lives and works between Europe and Brazil, where he moved in spring 2013. In 2000, he graduated from …

Artistas

Victor Haim

Não se deixe seduzir pela superfície das imagens. Esta é uma tentação fácil, uma redução que irá privar-lhe de outras …

Artistas

Sonia Gomes

 
 
Sonia Gomes nasceu em 1948 em Caetanópolis, Brasil, vive e trabalha em Belo Horizonte, Brasil. Participou de inúmeras mostras coletivas, …

Artistas

Alice Miceli

 
 
Alice Miceli cria visualizações conceituais de situações sociopolíticas, lidando com as noções de tempo, memória e morte. Interessada nos significados …