Washington Silvera | Galeria Ybakatu

Acontece na Galeria Ybakatu Por enquanto, exposição individual de Washington Silvera, onde são apresentamds dez trabalhos do artista. A individual conta com a colaboração do professor e crítico literário Benedito Costa, também colecionador, que assina o texto Madeira e tempo, golpes da/na imagem e traz uma seleção de frases de seu universo literário para dialogarem com as obras de Washington.

As obras foram executadas entre 2020 e 2021 e estão dentro da poética que o artista constrói já há algum tempo.

Da série objetos acústicos há dois trabalhos: o “violão expandido” e o “kid cavaquinho” que é a primeira obra da série com cavaquinho, instrumento icônico brasileiro, já Violão Expandido busca o silêncio como uma ironia.

Está exposição também inaugura a Série Minimal Dream, um wafler feito de madeira e com escala alterada, revela bases do minimalismo, de formas básicas e em série. Na mesma série está 100% amargo um chocolate feito de madeira imbuia.

Luva e Espelho é a primeira incursão do artista com o bronze, para inaugurar ele altera a substância do objeto, deixando-o “invicto”, pesado e eterno.

Martelão é uma obra da série Fábulas, sua execução foi feita com madeiras que sobraram de outras obras do artista

Também integra a exposição a foto instalação A Nível do Mar, uma exploração da poética do nível do mar.

Antimatéria é um resgate de uma obra de 2009 que foi planejada para um projeto de arte urbana.

Encerrando, Silvera aponta novas rotas com a obra XXX, onde a base dos desenhos são mapas aplicados em chapas de madeira, explorando labirintos e texturas. Resinas são somadas deixando o fluxo cada vez mais complexo.

Por enquanto é um caminho que mesmo tortuoso pela pandemia, é um trajeto necessário e essencial, uma forma de resistência.

Compartilhar: