Visita virtual ao Inhotim

"Celacanto provoca maremoto" de Adriana Varejão | FOTO: William Gomes

Enquanto permanece fechado em respeito às medidas de contenção da Covid-19, o Instituto Inhotim resolveu ampliar a oferta de visitas mediadas virtuais. O objetivo das experiências digitais é potencializar o acesso, o desenvolvimento de conteúdos e a construção do conhecimento.

Oferecidas por meio do programa Inhotim para Todxs, as atividades estão disponíveis em duas modalidades, as livres e para grupos agendados. A primeira visita livre será no feriado de Tiradentes, dia 21 de abril, às 16h, pelo Google Meet (http://inhotim.info/InhotimParaTodxs).

No tema “Artistas e Paisagens Brasileiras”, os educadores do Inhotim vão abordar os artistas brasileiros presentes no acervo de arte contemporânea do museu, um dos mais importantes do mundo. Haverá um recorte especial para as mulheres, além, é claro, da integração das obras com a natureza.

Não é necessário se inscrever, mas é recomendado salvar o link e anotar o evento na agenda, pois as vagas são limitadas. Ah! Fique atento às redes sociais ( YouTube, Facebook, Instagram) do Inhotim para saber quando serão as próximas visitas livres.

Visitas virtuais para grupos

Já para participar das visitas em grupo é preciso fazer uma inscrição pelo formulário disponível no site do Inhotim. Você pode juntar uma turma da escola, faculdade, família, amigos, entre outros, desde que tenha a partir de dez pessoas. Assim como nas ações educativas presenciais, a iniciativa parte dos acervos botânico, artístico e histórico-cultural do Inhotim.

São quatro roteiros à disposição:

Visita Panorâmica – Um convite a uma visão geral do Inhotim, abordando aspectos diversos de seus acervos.
Artistas e Paisagens Brasileiras – Conheça os artistas brasileiros em exposição no Inhotim, com destaque para as mulheres, e a natureza presente no Jardim Botânico.
Som e Sentido – Explore as possibilidades sonoras do Inhotim, seja nas obras onde o som exerce um papel fundamental para a composição dos trabalhos, ou nas paisagens naturais.
Cores e Formas – Recomendada para crianças, aborda o acervo com uma linguagem lúdica baseada nas cores, formas e sons dos espaços do Instituto.

Compartilhar: