Vídeo_MAC | MAC USP

Carmela Gross, Sem título, 1977

Quando a crise provocada pela pandemia levou ao fechamento do MAC USP para as atividades presenciais, a exposição Vídeo_MAC já estava pronta para ser montada. Museu e curador iniciaram então as conversas para transformar a exposição presencial em uma proposta de exposição virtual que mantivesse o conteúdo e os conceitos da mostra. O resultado pode ser visto no site do MAC USP – www.mac.usp.br.

Agora e exposição poderá ser vista pelo público em visita ao Museu. Com curadoria de Roberto Moreira Cruz, a mostra resgata um momento muito especial na história do Museu, quando entre 1977 e 1978, em um projeto pioneiro para um museu de arte no Brasil, o MAC USP criou um setor de vídeo que funcionou como uma espécie de laboratório onde os artistas puderam experimentar, criar e difundir a videoarte. Os vídeos produzidos por artistas como Regina Silveira, Julio Plaza, Carmela Gross, Gabriel Borba e Donato Ferrari, entre tantos outros, são praticamente inéditos para o grande público e muito pouco conhecidos pelos pesquisadores. Nas palavras do curador, “a exposição é uma oportunidade de lançar luz sobre esses trabalhos e reelaborar a história da videoarte brasileira em seus primeiros anos”.

A curadoria é resultado de um projeto de pós-doutorado de Roberto desenvolvido no Programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte, sob supervisão de Cristina Freire. O projeto beneficiou-se, não só da pesquisa consolidada por Freire com o acervo de arte conceitual ao longo de décadas, como também da doação da Biblioteca de Walter Zanini ao Museu.

Compartilhar: