Thatiana Cardoso | Pinacoteca de São Bernardo do Campo

A Pinacoteca de São Bernardo do Campo recebe a exposição individual “O Amor morre mais de indigestão do que de fome”, da artista Thatiana Cardoso e curadoria de Gabriela De Laurentiis.

A mostra inédita aborda o estelionato afetivo cometido por golpistas que iludem mulheres por meio de redes sociais com a intenção de extorquir dinheiro. Inspirada em sua experiência pessoal, a artista apresenta cerca de 18 obras em diferentes linguagens, como fotografias, vídeos, performance e instalação, a fim de problematizar o golpe do amor e a violência simbólica e patrimonial vivenciadas pelas vítimas.

Os primeiros trabalhos sobre estelionato afetivo foram feitos após um golpista tentar enganar a artista em 2021, passando-se por um soldado estadunidense em missão no Afeganistão. Thatiana desconfiou do perfil e ao investigar, descobriu pelos sites do Interpol, da CIA e do FBI que as imagens haviam sido roubadas do banco de dados do exército americano para criar perfis falsos e enganar vítimas.

“A partir daquele momento, eu passei a procurar e identificar centenas de contas falsas, além de conversar com golpistas me passando por um possível alvo. Tudo isso tornou-se ponto de partida para a minha produção artística dos últimos 3 anos”, conta a artista.

A curadora ressalta, “Thatiana Cardoso apropria-se e subverte criticamente elementos usados pelos próprios golpistas. A artista constrói  um arsenal poético refletindo o amor como um golpe, transformando ursinhos de pelúcia, corações e rosas vermelhas em proposições artísticas.”

A visitação da exposição é gratuita.

Compartilhar: