Sol para Mulheres | Imagem Brasil Galeria

De repente, suspendeu-se o movimento das pessoas, e os espaços internos e externos tomaram outra dimensão. É nesse contexto que surge o projeto Viver 2020, uma iniciativa do grupo Sol para Mulheres coordenado pela Imagem Brasil Galeria, que lança um olhar feminino, poético, íntimo e plural para o viver diário em meio ao confinamento, e o resultado é um fotolivro e uma mostra fotográfica virtual, que serão apresentados ao público neste sábado, 20, às 15h30, por meio da plataforma Zoom. Na ocasião, haverá uma conversa com as participantes sobre seus processos de criação e exibição de vídeos da exposição e do fotolivro.

A fim de não interromper aprendizados e prosseguir com a criatividade durante a pandemia, o coletivo convidou suas participantes a fotografarem cenas cotidianas e ficcionais vivenciadas pelo isolamento social a partir de temas/ desafios visuais lançados nas redes sociais do grupo. Durante 40 dias, entre março e maio de 2020, 49 fotógrafas produziram obras que são agora publicadas em fotolivro. Permanecendo com o exercício de criação livre, 18 artistas se propuseram a continuar com a produção visual refletindo sobre os seis meses seguintes, buscando captar o que as cerca, o que as impacta, como convivem com esse novo cotidiano, o que realmente importa para elas e o como percebem o futuro. Imagens documentadas nesses dois processos artísticos compõem uma exposição com um recorte de 45 trabalhos. O projeto Viver 2020 apresenta ao público o resultado dessas iniciativas, que revelam um fotografar com presenças e ausências, à espera de um recomeço ainda sem data.

“O desafio de habitar o tempo, o dentro, a casa, deixou o horizonte do fora em suspenso, e a imagem derredor resiste como a luz … A arte sempre abre frestas para testemunhar nossas vidas, mesmo quando tudo nos escapa”, descreve Waléria Américo, artista, pesquisadora de artes visuais, que divide a curadoria da mostra fotográfica com Patrícia Veloso, diretora da Imagem Brasil Galeria. “A proposta é que as imagens façam sentido como coletivo, com um olhar também para o onírico. São várias abordagens. É a proposta do universo de cada fotógrafa e como as fotografias representam esse momento”, acrescenta Waléria.

O projeto conta com as seguintes artistas: Dhara Sena, Elaina Forte, Denise Luz, Lívia Carneiro, Mariana Parente, Cis Ferreira, Lara Veloso, Karine Gallas, Denise Marçal, Gabriela Dantas, Tatiana Tavares, Priscila Gomes, Luciana Otoch, Delfina Rocha, Marcella Elias, Andrea Peixoto, Rafaela Silva, Lia Ciarlini, Camila Oliveira, Sayara Bezerra, Isabelle Montenegro, Sabrina Moura, Rafa Eleutério, Beatriz Bley, Lívia Carneiro, Juliana Lima, Sheila Oliveira, Natalia Gondim, Talita Sales, Alice Frota, Natalia Rocha, Vitória Lima, Marilia Camelo, Mariana Maia.

A iniciativa é apoiada pela Secretaria Estadual da Cultura, através do Fundo Estadual da Cultura, com recursos provenientes da Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020.

Sobre o Coletivo Sol para Mulheres

Atuante há mais de 1 ano, o coletivo Sol para Mulheres, formado por cerca de 60 fotógrafas e artistas visuais, constitui-se em grupo de pesquisa e de produção da Imagem Brasil Galeria. As participantes têm encontros mensais com convidados de expressiva atuação no universo das artes, que colaboram com formações e reflexões sobre a produção contemporânea e temas afins. Esses momentos são também para apreciação coletiva de obras, articulação de intercâmbios e trocas de experiências.

Compartilhar: