Sergio Rodriguez | Calafia Art Store

rios, pontes e overdrives #2 | IMAGEM: acervo Calafia Art Store

O Rio é Cidade, de Sergio Rodriguez, com curadoria de Manoela Furtado, mostra 25 trabalhos, entre pinturas e colagens realizados em 2020 e 2021, num período de reclusão pela pandemia. O artista, que já vem apresentando sua produção na Calafia Art Store desde 2018, faz agora sua primeira individual na galeria especializada em arte urbana e contemporânea.

A mostra é a estreia da Calafia em sua nova sede (Rua Gen. Couto de Magalhães, 439. PoA/RS) que conta agora com sala de exposição e oficinas, além de ampliação do espaço físico para exibição do acervo com quase 40 artistas, a maioria deles locais. O Rio é Cidade também estará disponível em uma versão virtual na plataforma Artsteps, dentro do programa de digitalização do acervo e atividades da galeria.

Morador de São Leopoldo, na área metropolitana de Porto Alegre, o artista pensa na relação da cidade com o rio que banha a sua região. Rodriguez busca maneiras de perverter a lógica de ocupação e fruição do espaço e da natureza: “O lugar em que estou e habito é um exemplo representativo de como as cidades podem ignorar a força natural mais poderosa que a cruza e o quanto isso já se tornou hostil, perigoso e nocivo à vida do cidadão. O Rio é Cidade talvez seja sobre redesenhar a cidade a partir de seu desenho natural”, explica.

Em nove trabalhos em papel e 14 pinturas em acrílica sobre tela, Rodriguez transita entre a abstração e algumas marcas do figurativo, onde encontramos estruturas que podem ser antenas, cabos ou até pontes em horizontes rasgados e espaços desertificados. Nesse universo pictórico, ele pesquisa a arte e os espaços urbanos.

A curadora Manoela Furtado acrescenta que Rodriguez “desafia razões estanques e verticais ao sugerir que a arte abarca uma pluralidade de existências, transmitindo em imagens gráficas vestígios da vida em constante movimento. Como um manifesto, suas imagens reinventam possibilidades de maneiras como nos relacionamos, de ritmos e de percepções do mundo”.

No dia 31 de agosto, sábado, às 11h, artista e curadora se reúnem na sala expositiva para uma live no Instagram da Calafia (@calafiaartstore). No bate-papo falarão um pouco sobre os trabalhos em exposição e seus desdobramentos.

 

Compartilhar: