Sergio Camargo | Instituto de Arte Contemporânea

O Instituto de Arte Contemporânea traz ao público, em sua sede, um desdobramento da exposição realizada virtualmente “mis piedras — Sergio Camargo” (ainda em cartaz na plataforma Art Curator Grid). Concebida também a partir do livro homônimo do artista publicado pelo IAC em 2020, a mostra reúne o material do arquivo pessoal de Sergio Camargo depositado no acervo da instituição.

Com curadoria de Carlos Nunes e Marilucia Bottallo, “mis piedras — Sergio Camargo” apresenta uma seleção de imagens fotográficas, recortes de jornal, protótipos de obras em gesso e estudos que mostra o artista em seus ateliers, seja no contato com a matéria-prima de suas esculturas, seja em processo de reflexão sobre sua produção.

São peças que revelam suas pesquisas e inquietações, conceituais e pragmáticas, e o aspecto profundamente humano do artista na sua relação com a arte centrada na prática do ateliê (Rio de Janeiro, Paris, Massa). Segundo os curadores, Mis piedras – Sergio Camargo é um convite à intimidade do artista no seu vínculo com as obras em processo de criação, mas, também, com o espaço no qual o artista se dava a conhecer a si e àqueles que tiveram a oportunidade de com ele conviver.

“Sergio Camargo tinha uma relação muito próxima com a matéria-prima de seus trabalhos. Amava as ‘pedras’. Utilizou, também, outros suportes para sua produção, como a madeira e a argila. Em todos esses meios, em especial, no mármore de Carrara no negro belga encontrou uma síntese possível entre conceito e expressão. O espaço do ateliê, local onde passava muitas horas em estado meditativo, segundo o relato de quem com ele conviveu, era onde suas obras eram gestadas e dadas ao mundo”, afirmam os curadores.

Compartilhar: