Seminário “Emergência e Resistência – Pedagogias Radicais” | EAV Parque Lage

Ciclo 2 – “Experiências Regionais” – 28 de outubro, 15h

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV), em parceria com o Instituto Rubens Gerchman, apresenta o Seminário “Emergência e Resistência – Pedagogias Radicais”, série de encontros online abertos e gratuitos sobre
pedagogias experimentais no ensino das artes contemplando não só o contexto regional carioca, como o brasileiro e o latino-americano. O seminário antecipa o lançamento de nova publicação sobre o projeto pedagógico-artístico de Rubens Gerchman (1942-2008), fundador e gestor da EAV Parque Lage nos anos 70.

O seminário teve início no dia 16 de setembro com troca de experiências e investigações sobre as pedagogias no contexto da América Latina. Agora, no segundo ciclo, a se realizar na quarta-feira, dia 28 de outubro, às 15h, no canal de YouTube da EAV, as falas abordam as pedagogias nas artes a partir das Experiências Regionais. Este 2º ciclo contará com a participação de Mãe Celina de Xangô (BRA), Júlia Rebouças (BRA), Mônica Hoff (BRA) e com provocações de Camilla Rocha Campos (BRA) e Jessica Gogan (IRL). A mediação é de Ulisses Carrilho, curador da EAV Parque Lage.

Os próximos ciclos serão sobre as seguintes temáticas: Experiências Regionais (4 NOV), Escola, Projeto de Artista (25 NOV), e o lançamento do livro [situado] (12 DEZ). O horário dos encontros é sempre de 15h às 17h.

O segundo e terceiro ciclo de nosso seminário, Experiências Regionais, aborda a regionalidade nacional e local ao falar de práticas de um sul simbólico que se revela nas relações hierárquicas entre Estados brasileiros e espaços que, mesmo quando localizados em Estados hegemônicos como o Rio de Janeiro, são periféricos e relegados pela lógica do capital. Nos dois ciclos receberemos convidados que irão apresentar e dialogar sobre práticas de ensino e pesquisa em projetos não institucionalizados ou que, quando o são, criam fricções e novas possibilidades nestes
locais. Todos exemplos se valem de redes para e se dedicam às vivências singulares, com compromisso com o contexto local.

Uma curadoria especial de documentos de arquivos do Memória Lage e do Instituto Rubens Gerchman estará disponibilizada em Tumblr, além de registros dos encontros e reflexões críticas elaboradas pela coletiva de pesquisa curatorial NaPupila.
Convidados para os seguintes encontros: Anna Bella Geiger, Cristiana Tejo, Fernanda Lopes, Gleyce Kelly Heitor, Heloisa Buarque de Hollanda, Luis Camnitzer, Robnei Bonifácio, e os provocadores Mara Pereira, Moacir dos Anjos, Pollyana Quintella, Thelma Vilas Boas, e Octavio Zaya, entre outros.

Concepção e organização do seminário: EAV Parque Lage em parceria com Instituto Rubens Gerchman e com Isabella Rosado Nunes. O livro é uma realização do Instituto Rubens Gerchman (IRG), da ArtEdu Stiftung e da Azougue Editorial, com organização de Clara Gerchman, Isabella Rosado Nunes e Sergio Cohn.

Mãe Celina de Xangô vai compartilhar sua vasta experiência de mãe de santo, sobre o poder das ervas e os saberes ancestrais das religiões afro-brasileiras, para uma reflexão sobre como o conhecimento e o aprendizado podem ser vividos por meio da conexão com a terra e a espiritualidade. Parte de sua missão é dividir os ensinamentos de autoproteção, prosperidade e cuidado através da sabedoria dos Orixás.

Júlia Rebouças apresentará suas experiências na curadoria e organização de projetos educacionais em várias cidades do país, assim como sua pesquisa sobre a prática curatorial do crítico Frederico Morais, diretor da EAV Parque Lage entre 1987 e 1987, e sua ideia sobre pensamento em ação.

Mônica Hoff apresentará sua pesquisa sobre escolas de arte dirigidas por artistas, e como metodologias artísticas se convertem em pedagogias instituintes e, estas, em escolas. Mônica tem uma vasta experiência prática no campo da arte e educação, abrangendo vários programas educativos independentes e institucionais, e é autora de múltiplas publicações sobre o assunto.

Compartilhar: